Diferenças entre edições de "Renato Castellani"

19 bytes adicionados ,  18h56min de 9 de março de 2016
(Correcao da formatacao)
A experiência como conselheiro militar para as gravações externas do filme ''Il grande appello'', em 1936, permitiu-lhe iniciar em seguida o trabalho de roteirista. Seus primeiros filmes como tal são, no entanto, de pouco interesse. Em 1940, como assistente de direção, teve sua primeira experiência diretamente relacionada à atividade de diretor cinematográfico. No ano seguinte, estreou finalmente na função de cineasta, com o filme ''Un colpo di pistola'', baseado em um conto de [[Alexandre Pushkin|Pushkin]]. Neste filme, no qual Castellani trabalha ainda como ator, já é possível identificar um estilo pessoal de direção.
 
Os dois filmes seguintes assumiram a forma e o conteúdo do movimento neorrealista italiano. ''Sob o Sol de Roma'' (''Sotto il sole di Roma)'', de 1948, forma, ao lado de ''É Primavera'' (''È primavera...'') e ''Dois Vinténs de Esperança'' (''Due soldi di speranza'') – vencedor do Grand Prix do [[Festival de Cannes]], que à época era o prêmio máximo do festival –, uma trilogia dedicada ao tema da sobrevivência em meio à [[Segunda Guerra Mundial]]. Seguindo a estética neorrealista, os três filmes contémcontêm apenas cenas externas e atores não-profissionais ou semi-profissionais. Por incluirem elementos de comédia, no entanto, fundaram um novo estilo, que posteriormente seria chamado pela crítica de [[neorrealismo rosa]].
 
Nos filmes seguintes Castellani afastou-se do neorrealismo. Seu primeiro filme em cores, [[Romeu e Julieta (1954)|Romeu e Julieta]] (''Romeo and Juliet''), com Susan Shentall e [[Laurence Harvey]] nos papéis principais, conquistou o [[Leão de Ouro]] do [[Festival de Veneza]]. Il brigante (1961), por sua vez, venceu o prêmio FIPRESCI. ''Um Verão com Você (Una breve stagione''), de 1969, marca a transição para a última fase de sua carreira, em que dedicou-se ao trabalho para a televisão. As realizações mais notáveis deste período são duas mini-séries biográficas, que receberam amplo reconhecimento internacional<ref> Roberto Poppi: Dizionario del cinema italiano, I registi, Gremese 2002, S. 98/99</ref>: ''A Vida de Leonardo Da Vinci'' (''La vita di Leonardo da Vinci'', 1971) e ''Giuseppe Verdi - Sua Vida, Sua Obra'' (''Verdi'', 1982).
* 1982: Prêmio honorário Pietro Bianchi do [[Festival de Veneza]].
* 1982: Prêmio honorário [[David di Donatello]].
 
== Referência ==
[[Categoria:Cineastas da Itália|Castellani, Renato]]
[[Categoria:Nascidos em 1913|Castellani, Renato]]
759

edições