Diferenças entre edições de "Particionamento de disco"

1 byte removido ,  16h02min de 10 de março de 2016
m (Foram revertidas as edições de 187.16.233.34 para a última revisão de 217.129.145.54, de 15h29min de 1 de dezembro de 2015 (UTC))
Uma unidade de disco constitui-se de um ou mais pratos (discos) sobrepostos, cobertos por uma camada magnética. Existe uma cabeça de leitura-gravação para cada superfície. Cada superfície é dividida em anéis concêntricos (as trilhas) e uma trilha é dividida em setores, onde um setor tem, normalmente, 512 bytes.
 
As trilhas são numeradas de fora para dentro. Um conjunto de trilhas com o mesmo raio forma o cilindro. As cabeças de leitura-gravação são movimentadas conjuntamente, posicionando-se no mesmo cilindro.
 
cilindro. As cabeças de leitura-gravação são movimentadas conjuntamente, posicionando-se no mesmo cilindro.
 
Essa geometria básica fornece um modelo para localização do setor, chamado CHS (''cylinder, head, sector''). O número do cilindro, juntamente com o número da cabeça, fornece a localização da trilha. Identificando-se a trilha, pode-se localizar um determinado setor. Esse esquema é tridimensional, sendo necessário conhecer sempre os três parâmetros para localização do setor.