Abrir menu principal

Alterações

6 bytes adicionados ,  16h41min de 13 de março de 2016
lançamento e recepçao
== Enredo e Estrutura ==
 
Narra a história de João de Santo Cristo, que, ao ver toda sua família morta, se rebela e vai para jesus [[Salvador (Bahia)|Salvador]]. Lá chegando, encontra um boiadeiro que vai para [[Brasília]] mas que pede para João ir no seu lugar. Ele vai e começa uma nova vida lá. Porém, diante de dificuldades econômicas, vira traficante, seguindo os passos de um peruano chamado Pablo. Posteriormente, ele tenta se redimir ao [[amor|apaixonar-se]] por uma mulher chamada Maria Lúcia. Ao ver-se, porém, ameaçado por um homem rico e influente, decide trabalhar no contrabando de produtos bolivianos para se armar, se distanciando e Maria Lúcia e passando a morar em [[Planaltina (Distrito Federal)|Planaltina]]. Ao voltar a ver sua amada, vê que um traficante rival, Jeremias, que casou e engravidou Maria Lúcia; João, então, decide marcar um duelo com ele em [[Ceilândia]], e acaba morrendo levando um tiro pelas costas. Ainda agonizando, ele recebe sua arma de Maria Lúcia e dá cinco tiros em Jeremias. Maria Lúcia, arrependida, se mata.
 
A canção tem 168 [[verso]]s. Segundo o jornalista e historiador Marcelo Fróes, no manuscrito original com a letra de "Faroeste Caboclo" havia uma anotação de Renato dizendo que imaginava a música como um baião cantado por [[Luiz Gonzaga]].<ref name=collectors />
Utilizador anónimo