Diferenças entre edições de "Espaguetificação"

1 byte adicionado ,  22h07min de 13 de março de 2016
sem resumo de edição
(distinção entre buracos negros supermassivos e de massa estelar quanto à ocorrência do efeito)
</ref> é o alongamento vertical e compressão horizontal de objetos em formas estreitas e alongadas (tal como um fio de [[espaguete]]) em um campo gravitacional muito forte, sendo causado por [[Força de maré|forças de maré]] extremas. Na maioria dos casos, nas proximidades de buraco negro de massa estelar o alongamento é tão intenso que nenhum objeto pode manter sua integridade física, não importa a dureza de seus componentes. Em uma pequena região a compressão horizontal compensa o alongamento vertical de forma que pequenos objetos espaguetificados não experimentam nenhuma mudança no volume.
 
Em seu livro ''[[Uma Breve História do Tempo]]'' (1988), [[Stephen Hawking]] descreve o voo de um astronauta fictício que, ao passar pelo [[horizonte de eventos]] de um buraco negro, é "esticado como um epagueteespaguete" pelo gradiente gravitacional (diferença da força) da cabeça aos pés. No entanto, o termo espaguetificação fora estabelecido muito antes; [[Nigel Calder]], por exemplo, o utiliza em seu livro ''A Chave para o Universo'' (1977), uma compilação duma cordao documentário da [[BBC]] ''The Key to the Universe''.
 
Nos casos de buracos negros supermassivos, o gradiente gravitacional nas imediações do horizonte de eventos é muito mais suave, por isso não se produz o efeito de espaguetificação.
Utilizador anónimo