Diferenças entre edições de "Minnesota"

3 bytes adicionados ,  15h52min de 17 de abril de 2016
sem resumo de edição
Minnesota é também um grande produtor de produtos agropecuários. O solo da região sul de Minnesota é um dos mais férteis do mundo, e é uma das líderes nacionais na produção de [[trigo]] e [[soja]]. O estado também possui um dos maiores rebanhos de [[gado]] [[bovidae|bovino]] do país, e é um dos líderes nacionais na produção de [[leite]] dos Estados Unidos. Muito deste leite é utilizado para a fabricação de [[queijo]] e [[manteiga]], dos quais Minnesota é o maior produtor nacional.
 
Minnesota fez inicialmente parte da colônia [[França|francesa]] de [[Nova França]], embora os franceses pouco se esforçaram em povoar a região. Em [[1763]], a região do atual Minnesota passou sob os termos do [[Tratado de Paris (1763)|Tratado de Paris]] para controle [[Reino Unido|britânico]]. Após a independência dos [[Estados Unidos]], em [[1783]], a região sul de Minnesota passou a controle norte-americano, enquanto a região norte passou a controle espanhol. Esta última região passaria novamente a controle francês em [[1800]], e anexada pelos Estados Unidos em [[1803]], na [[Compra da Louisiana|Compra da Luisiana]]. Em [[3 de março]] de [[1849]], o ''Território de Minnesota'' foi fundado. Em [[11 de maio]] de [[1858]], Minnesota tornou-se o 32° estado norte-americano.
 
O estado é conhecido relativamente por suas contrastantes orientações sociais e políticas, e tem uma alta taxa de participação cívica e participação dos eleitores. Minnesota está entre os mais saudáveis ​​estados, e tem uma população altamente alfabetizada. A grande maioria dos moradores são descendentes de escandinavos e alemães. É conhecido ainda como um centro da cultura americana escandinava. A diversidade étnica tem aumentado nas últimas décadas. Influxos substanciais dos imigrantes africanos, asiáticos e dos latino-americanos uniram-se aos dos descendentes de imigrantes europeus e os habitantes nativos americanos.
14

edições