Brás de Sebaste: diferenças entre revisões

20 bytes removidos ,  24 de abril de 2016
sem resumo de edição
|tamanho = 150px
|legenda = São Brás, por [[Hans Memling]].
|títulos = [[Hieromártir]]; [[Santo auxiliar]]; [[Bispo]] de [[Sebaste (Sivas)|Sebaste]]
|data_beatificação =
|local_beatificação =
Ficou conhecido porque retirou com a mão um [[espinho]] da [[garganta]] duma criança. Por esse motivo, é [[padroeiro]] das doenças da garganta e, no dia de sua celebração a [[3 de fevereiro]], nas cidades da [[Espanha]], [[Campanário (Ribeira Brava)]] e algumas da [[América Latina]], as mães levam os filhos para benzerem a garganta.
 
Foi capturado pelos [[Império Romano|romanos]] e decapitado no ano [[316]], sendo enterrado na cidade de [[Sebaste (Sivas)|Sebaste]].
 
De acordo com entrada no Dicionário dos Santos, de [[Donald Attwater]] (Dicionário dos Santos, Donald Attwater. Círculo do Livro, São Paulo, 1983), "em [[Sivas|Sebaste]], na Armênia, parece ter existido um bispo chamado Brás que foi martirizado, provavelmente no tempo de [[Licínio]]. O relato tradicional de sua vida, no entanto, é ''muito posterior'' e dá ênfase excessiva a acontecimentos maravilhosos e a torturas, ''sem se referir a fatos históricos''."
Utilizador anónimo