Abrir menu principal

Alterações

| margem = 0
}}
Asiático foi um magistrado monetário (''[[monetalis]]'') em 106 a.C. e, em 100 a.C., estava entre os senadores que lideraram o ataque ao [[tribuno da plebe|tribuno]] [[Lúcio Apuleio Saturnino]]<ref>[[Cícero]], ''Pro rabirio perduellionis reo''</ref>. Dez anos depois, serviu como [[legado]] na [[Guerra Social (91-88 a.C.)|Guerra Social]] e conseguiu escapar do [[cerco]] de [[Isérnia]] antes de ser capturado pelos [[sócio (Roma Antiga)|italianos]] rebelados contra Roma liderados pelo general [[Vécio Escatão]].
 
Em 88 a.C., foi admitido no [[Colégio de Áugures]] no lugar de [[Marco Emílio Escauro (cônsul em 115 a.C.)|Marco Emílio Escauro]], o [[príncipe do senado]] morto no ano anterior. Em 85 a.C., serviu como [[propretor]] na [[província romana|província]] da [[Macedônia (província romana)|Macedônia]], lutando contra diversas tribos [[ilírios|ilírias]] e [[trácios|trácias]]. Saqueou o [[Templo de Apolo (Delfos)|Santuário de Delfos]].