Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 18h00min de 27 de abril de 2016
caracteristicas sobre jesus
[[Ficheiro:Lama Barcelos-Ascensao.jpg|thumb|400px|direita|Ascensão de Jesus.<br><small>[[Azulejos]] em [[Lama (Barcelos)|Lama]], [[Barcelos]], [[Portugal]].</small>]]
A '''Ascensão de Jesus''' foi um evento na [[vida de Jesus]] relatado no [[Novo Testamento]] de que [[ressurreição de Jesus|Jesus ressuscitado]] foi elevado ao céu com seu corpo físico, na presença de onze de seus [[apóstolos]], ocorrendo no quadragésimo dia da ressurreição. Na narrativa bíblica, um [[anjo]] informa os discípulos que a [[segunda vinda de Jesus]] irá ocorrer da mesma forma que a sua ascensão<ref>"Ascension, The." Macmillan Dictionary of the Bible. London: Collins, 2002. ''Credo Reference.'' Web. 27 September 2010. ISBN 0333648056</ref>.Jesus foi muito legal.
 
Os [[evangelhos canônicos]] incluem duas breves descrições da ascensão de Jesus, em {{citar bíblia|Lucas|24|50|53}} e {{citar bíblia|Marcos|16|19}}. Uma descrição mais detalhada da ascensão corporal de Jesus às nuvens aparece em {{citar bíblia|Atos|1|9|11}}.
 
A ascensão de Jesus é professada explicitamente no [[Credo Niceno]] e no [[Credo dos Apóstolos]] afirmando que a humanidade de Jesus foi levada ao [[céu (cristianismo)|céu]]<ref name="ODCC self">"Ascension of Christ." Cross, F. L., ed. The Oxford dictionary of the Christian church. New York: Oxford University Press. 2005 ISBN 0192802909</ref>. A [[Festa da Ascensão]], celebrada no quadragésimo dia após o domingo de [[Páscoa]] (sempre uma quinta-feira) é uma das principais festas do ano cristão<ref name="ODCC self"/> e remonta pelo menos ao final do século IV<ref name="ODCC self"/>. A ascensão é também considerada como um dos cinco grandes marcos da narrativa evangélica sobre a vida de Jesus, juntamente com o [[batismo de Jesus|batismo]], [[transfiguração de Jesus|transfiguração]], [[crucificação de Jesus|crucificação]] e a [[ressurreição de Jesus|ressurreição]]<ref name="digby ">''Essays in New Testament interpretation'' by Charles Francis Digby Moule 1982 ISBN 0-521-23783-1 page 63</ref><ref>''The Melody of Faith: Theology in an Orthodox Key'' by Vigen Guroian 2010 ISBN 0-8028-6496-1 page 28</ref>.
 
Já pelo século VI, a [[iconografia]] da [[ascensão de Jesus na arte|ascensão de Jesus]] tinha se estabelecido e, no século IX, as cenas da ascensão passaram a ser representadas nas [[cúpula (arquitetura)|cúpulas]] das igrejas<ref name= "Baggley ">''Festival icons for the Christian year'' by John Baggley 2000 ISBN 0-264-67487-1 page 137-138</ref><ref name=Schade />. Muitas cenas da ascensão têm duas partes, uma superior (celeste) e uma inferior (terrena)<ref name=Earls />. Jesus aparece geralmente abençoando com sua mão direita apontando diretamente para a terra, para o grupo de pessoas abaixo dele, o que indica que ele está abençoando toda a igreja<ref name=Leonide />.
 
== Narrativa bíblica ==
 
=== Evangelhos ===
Os evangelhos incluem duas breves descrições do evento<ref name="Zuck91 ">''The Bible Knowledge Commentary'' by John F. Walvoord and Roy B. Zuck 1983 ISBN 0882078127 page 91</ref><ref name=Fred293 /><ref name="Matera53 ">''New Testament Theology'' by Frank J. Matera 2007 ISBN 066423044X pages 53-54</ref>. Em {{citar bíblia|Marcos|16|14}}, após a ressurreição, Jesus ''"manifestou-se aos onze, quando estavam à mesa"''. Durante a refeição, ele disse-lhes ''"Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura."'' Em seguida, a ascensão propriamente é descrita assim:
{{citação2|{{citar bíblia|Marcos|16|19|citação=Depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e sentou-se à destra de Deus.}}}}
 
Em Lucas, Jesus lidera os onze discípulos até [[Betânia (Israel)|Betânia]], próxima a [[Jerusalém]]. Ele descreve assim a ascensão<ref name=Zuck91 /><ref name="Fred293 ">''Luke'' by Fred B. Craddock 2009 ISBN 0664234356 pages 293-294</ref><ref name=Matera53 />:
{{citação2|{{citar bíblia|Lucas|24|50|52|citação =Ele os levou até Betânia e, levantando as mãos, os abençoou. Enquanto os abençoava, apartou-se deles e foi elevado ao céu. Eles, tendo-o adorado, voltaram para Jerusalém com grande gozo}}}}
 
 
=== Outras possíveis referências ===
Diversas afirmações no Novo Testamento podem ser interpretadas como referências à ascensão<ref name="Freedman110 ">''Eerdmans Dictionary of the Bible'' by D. N. Freedman, David Noel, Allen Myers and Astrid B. Beck 2000 ISBN 9053565035 page 110</ref>:
* Em {{citar bíblia|João|6|62}}, Jesus pergunta aos [[judeus]]: ''"Que seria, se vós vísseis o Filho do homem subir aonde estava antes?"''<ref name=Freedman110 /><ref>''New Testament Theology'' by Thomas R. Schreiner (Jun 1, 2008) ISBN 0801026806 page 227</ref>.
 
 
== Ascensão na arte ==
A ascensão tem sido um tema frequente na [[arte cristã|arte]] e na literatura cristãs<ref name="Schade ">''Encyclopedia of World Religions'' by Johannes P. Schade 2007, ISBN 1-60136-000-2 entry under Ascension</ref>. Já pelo século VI, a [[iconografia]] da [[ascensão de Jesus na arte|ascensão]] tinha se estabelecido e, no século IX, as cenas da ascensão passaram a ser representadas nas [[cúpula]]s das igrejas<ref name= Baggley /><ref name=Schade />. Os [[Evangelhos de Rabbula]] ({{ca.}} 586) incluem algumas das mais antigas imagens da ascensão<ref name= "Jensen51 ">Robin M. Jensen "Art in Early Christianity" in ''The New Westminster Dictionary of Church History'' by Robert Benedetto 2008 ISBN 978-0-664-22416-5 pages 51-53</ref>.
 
Muitas cenas da ascensão têm duas partes, uma superior (celeste) e uma inferior (terrena)<ref name=Earls />. Cristo ascendendo aparece por vezes levando uma faixa ou fazendo um sinal de benção com a mão direita<ref name="Earls ">''Renaissance art: a topical dictionary'' by Irene Earls 1987 ISBN 0-313-24658-0 pages 26-27</ref>. O gesto significa que Cristo, com sua mão direita apontada para as pessoas abaixo dele, está abençoando a igreja inteira<ref name=Leonide />. Na mão esquerda, ele aparece por vezes carregando um evangelho ou um [[rolo (manuscrito)|rolo]], reforçando seu papel de professor e pregador<ref name="Leonide ">''The meaning of icons'' by Leonide Ouspensky, Vladimir Lossky 1999 ISBN 0-913836-77-X page 197</ref>.
 
A representação da [[Igreja Ortodoxa]] da ascensão é uma grande metáfora para a natureza mística da igreja<ref name=Nes />. Em muitos ícones orientais, a [[Virgem Maria]] aparece no centro da cena na parte terrena da representação, com as mãos elevadas e geralmente acompanhada pelos vários apóstolos<ref name="Nes ">''The mystical language of icons'' by Solrunn Nes 2005 ISBN 0-8028-2916-3 page 87</ref>.
 
== Ver também ==
Utilizador anónimo