Diferenças entre edições de "Toquinho"

Sem alteração do tamanho ,  06h44min de 10 de maio de 2016
→‎Biografia: Pequenas correções.
m (→‎Anos 1960: acento)
(→‎Biografia: Pequenas correções.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Antonio Pecci Filho nasceu em 6 julho de 1946, na cidade de São Paulo. O apelido ''Toquinho'' foi dado por sua mãe e já aos quatorze anos ele começou a ter aulas de violão com [[Paulinho Nogueira]]. Estudou [[harmonia]] com Edgar Janulo, violão clássico com [[Isaías Sávio]], [[orquestração]] com [[Leo Peracchi]] e [[Oscar Castro Neves]].
 
Toquinho começou a se apresentar em colégios e faculdades e profissionalizou-se nos anos sessenta, em shows promovidos pelo radialista [[Walter Silva]] no teatro Paramount em São Paulo. Compôs com [[Chico Buarque]] sua segunda canção a ser gravada, ''Lua cheia''. Em 1969 acompanhou Chico à [[Itália]], paispaís onde até hoje se apresenta regularmente. Seu lendário bigode foi cultivado para esconder uma cicatriz de correção do lábio leporino que possuía na infância.
 
Em 1970, compôs, com [[Jorge Ben ]], seu primeiro grande sucesso, ''Que Maravilha''. Ainda nesse ano, [[Vinicius de Moraes]] o convidou para participar de espetáculos em [[Buenos Aires]], formando: uma sólida parceria que durou onze anos (e encerrou-se com a morte de Vinicius de Moraes), 120 canções, 25 discos e mais de mil espetáculos. Entre as composições da parceria destacam-se: ''O Bem-amado'', ''Como dizia o poeta'', ''Carta ao Tom 74'', entre outras.
 
Toquinho foi muito amigo de Vinicius de Moraes e diz "Aproveitei Vinicius até o fim" porque moravam juntos e estava no momento da morte do eterno parceiro.
1 175

edições