Trabalho informal: diferenças entre revisões

8 bytes adicionados ,  10 de maio de 2016
(Foram revertidas as edições de 2804:7F7:A687:7CCB:0:0:0:2 devido a vandalismo (usando Huggle) (3.1.20))
{{Sem-fontes|data=novembro de 2013}}
 
'''Trabalho informal''' é o trabalho sem vínculos registrados na [[carteira de trabalho]] ou documentação equivalente, sendo geralmente desprovido de benefícios como remuneração fixa e [[férias]] pagas. O uso da expressão trabalho informal tem suas origens nos estudos realizados pela [[Organização Internacional do Trabalho]] (OIT) no âmbito do Programa Mundial de Emprego de 1972. Ela aparece, de forma particular, nos relatórios a respeito das condições de trabalho em [[Gana]] e [[Quénia|Quênia]], na ÁfricaÁfricas.
 
== No Brasil ==
 
Entre os fatores que dão força ao trabalho informal no [[Brasil|Brazil]] estão o excesso de [[tributo]]s incidentes sobre o emprego e a falta de tratamento mais favorável à [[microempresa]].
 
Por influência de crises econômicas e da substituição do trabalho humano por máquinas, o aumento do [[desemprego]] fez com que mais pessoas se tornassem trabalhadoras de rua ([[camelô]]s), sem garantias como férias, décimo terceiro salário, hora extra remunerada, FGTS, licenças maternidade e paternidade e seguro-desemprego,etc.
Utilizador anónimo