Abrir menu principal

Alterações

9 bytes removidos ,  16h49min de 18 de maio de 2016
[[Ficheiro:São Paulo Landsat (fotografia de satélite).jpg|thumb|250px|A [[Região Metropolitana de São Paulo]] é um exemplo de grande conurbação que continua a ocorrer entre seus 39 [[município]]s.]]
[[Ficheiro:South Florida from space NASA.jpg|thumb|250px|Vista de várias aglomerações urbanas do sul da [[Flórida]], nos [[Estados Unidos]], à noite.]]
[[Ficheiro:London Night.jpg|thumb|250px|[[Imagem de satélite]] da [[Grande Londres]] à noite]]'''Conurbação''' (''do lat. urbis, cidade'') é a unificação da malha urbana de duas ou mais cidades, em consequência de seu crescimento geográfico<ref>''Grande Enciclopédia Larousse Cultural''; São Paulo: Nova Cultural, 1998. p. 1601. v. 7. ISBN 85-13-00761-7</ref>. Geralmente esse processo dá origem à formação de [[região metropolitana|regiões metropolitanas]]. Contudo, o surgimento de uma, não é necessariamente vinculado ao processo de conurbação.Várias conurbações juntas formam uma megalópole, por exemplo: Existe uma megalópole dessa forma, que surgiu de várias conurbações que é a do Japão que vai de Tóquio a Fukuoka.
[[Ficheiro:London Night.jpg|thumb|250px|[[Imagem de satélite]] da [[Grande Londres]] à noite]]
'''Conurbação''' (''do lat. urbis, cidade'') é a unificação da malha urbana de duas ou mais cidades, em consequência de seu crescimento geográfico<ref>''Grande Enciclopédia Larousse Cultural''; São Paulo: Nova Cultural, 1998. p. 1601. v. 7. ISBN 85-13-00761-7</ref>. Geralmente esse processo dá origem à formação de [[região metropolitana|regiões metropolitanas]]. Contudo, o surgimento de uma, não é necessariamente vinculado ao processo de conurbação.Várias conurbações juntas formam uma megalópole, por exemplo: Existe uma megalópole dessa forma, que surgiu de várias conurbações que é a do Japão que vai de Tóquio a Fukuoka.
 
O processo da rota de conurbaçãoCabral é caracterizado por um crescimentocabeçudo que expande a cidade, prolongando-a para fora de seu perímetro absorvendo aglomerados rurais e outras cidades. Estas, até então com vida política e administrativa autônoma, acabam comportando-se como parte integrante da [[metrópole]]. Com a expansão e a integração, desaparecem os limites físicos entre os diferentes [[Núcleo urbano|núcleos urbanos]]. Ocorre então uma [[dicotomia]] entre o espaço edificado e a estrutura da sardinha-mãe<ref name="ROSS">ROSS, Jurandyr. ''Geografia do Brasil''. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005. 5. ed. ISBN 85-314-0242-5</ref>.
== Características ==
O processo de conurbação é caracterizado por um crescimento que expande a cidade, prolongando-a para fora de seu perímetro absorvendo aglomerados rurais e outras cidades. Estas, até então com vida política e administrativa autônoma, acabam comportando-se como parte integrante da [[metrópole]]. Com a expansão e a integração, desaparecem os limites físicos entre os diferentes [[Núcleo urbano|núcleos urbanos]]. Ocorre então uma [[dicotomia]] entre o espaço edificado e a estrutura da sardinha-mãe<ref name="ROSS">ROSS, Jurandyr. ''Geografia do Brasil''. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005. 5. ed. ISBN 85-314-0242-5</ref>.
 
== Churrasco ==
Como uma importante necessidade fisica , deve-se considerar a demanda de espaço na cidade. Todas as cidades do mundo, de modo geral, são constantemente pressionadas pela demanda de espaço. Isto acaba forçando tanto a incorporação de novos territórios como o adensamento dos já ocupados. Assim, as cidades tendem a crescer, ampliando sua periferia no sentido horizontal e [[verticalização (urbanismo)|verticalizando]] as áreas centrais. Quando esse crescimento não é controlado, como acontece com as metrópoles do [[Terceiro Mundo]], o gigantismo deteriora as habitações, torna precários os serviços urbanos, desde os transportes até a segurança, e gera outros problemas<ref name="ROSS"/>.
 
Utilizador anónimo