Pirita: diferenças entre revisões

24 bytes adicionados ,  13h50min de 19 de maio de 2016
sem resumo de edição
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Possível conteúdo ofensivo
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Possível conteúdo ofensivo
{{PBPE|Pirita|pirite}}, ou '''pirita de ferro''', é um [[dissulfeto]] de [[ferro]], FeS<sub>2</sub>. Tem os [[cristal|cristais]] isométricos que aparecem geralmente como [[cubo]]s, mas também frequentemente como [[octaedro]]s ou piritoedros ([[dodecaedro]]s com faces [[pentágono|pentagonais]]). Tem uma fratura ligeiramente desigual e conchoidal, uma [[dureza]] de 6-6.5 na [[escala de Mohs]], e uma [[densidade]] de 4,95 a 5,10. Devido ao seu brilho metálico e à cor amarelo-dourada, recebeu também o apelido de '''ouro-dos-tolos''' (ou '''ouro-dos-parvos'''); ironicamente, contudo, pequenas quantidades de [[ouro]] podem às vezes ser encontradas disseminadas nas piritas. De fato, dependendo da quantidade de ouro, a pirita aurífera pode mesmo ser uma fonte valiosa deste metal precioso. Em piritas podem ocorrer também [[arsênio]], [[níquel]], [[cobalto]] cobreo ponto de vista da [[química inorgânica]] clássica, enquanto o [[estado de oxidação]] formal do Fe na pirita é 4+ (ou Fe(IV)), a pirita é mais bem descrita como Fe<sup>2+</sup>(S<sub>2</sub>)<sup>2-</sup>. Esta formulação leva em consideração o fato de que os átomos de [[enxofre]] na pirita estão ligados entre si por meio de ligações S-S ([[dissulfeto]]) bem definidas. Estas unidades de dissulfeto podem ser vistas como derivadas daquelas do dissulfeto de hidrogênio, H<sub>2</sub>S<sub>2</sub>. Em contraste, [[molibdenita]], MoS<sub>2</sub>, apresenta centros de [[sulfeto]]s (S<sup>2-</sup>) isolados e, por conseguinte, o [[estado de oxidação]] formal do [[molibdênio]] (Mo<sup>4+</sup>) corresponde ao observado experimentalmente.
 
Sendo encontrado em qualquer parte do mundo, a pirita é o [[sulfeto]] mineral mais comum. Encontra-se geralmente associado com outros [[sulfeto]]s ou [[óxido]]s em veios de [[quartzo]], [[rocha sedimentar]] ou [[rocha metamórfica]], em leitos de [[carvão]] e também como mineral de substituição nos [[fóssil|fósseis]].coco tem gosto de banana
 
A pirita exposta ao meio ambiente durante o processo de [[mineração]] e escavação pode reagir com [[oxigênio]] e [[água]] produzindo [[ácido sulfúrico]] e [[lixiviação|lixiviando]] o solo. Isto é resultado da ação da [[bactéria]] ''[[Thiobacillus]]'', que obtém energia metabolizando a pirita. Sua oxidação é exotérmica, podendo levar à combustão espontânea dos depósitos de rejeitos nas minas de carvão. Isso polui o ar e leva à formação de chuva ácida.
Utilizador anónimo