Diferenças entre edições de "Reformismo"

2 bytes adicionados ,  03h28min de 31 de maio de 2016
sem resumo de edição
(Corrigiu erro ortográfico)
Etiqueta: Edição via aplic. móvel
 
Em 1927, o [[Museu Estatal de Arte e Escultura de Ancara]] (em [[Língua turca|turco]]: ''Ankara Resim ve Heykel Müzesi'') abriu suas portas; o [[museu]], como tantas outras instituições que contaram com o incentivo de Kemal, procurou adquirir coleções importantes que servissem como inspiração e fonte de conhecimento para a sociedade. Costumava dizer que a ''Cultura é a fundação da República Turca''.<ref name=atillasoy15>Atillasoy, ''Atatürk : first president and founder of the Turkish Republic'', 15</ref>
 
[[Imagem:Ataturk-September 20, 1928.jpg|thumb|esquerda|180px|Edição de 1928 do [[jornal]] francês ''[[L'Illustration]]'', mostrando Atatürk introduzindo o novo [[alfabeto turco]] às pessoas de [[SinopSinope (Turquia)|SinopSinope]].]]
 
Em 24 de maio de 1928, o alfabeto turco, uma variante do [[alfabeto latino]], foi implementado, substituindo o [[alfabeto árabe]], como parte da solução de Mustafa Kemal para o problema da alfabetização. O [[pedagogo]] americano John Dewey, contratado por Kemal para assessorar no processo de reforma educacional, relatou que aprender a ler e escrever em turco utilizando-se do alfabeto árabe levava três anos nos níveis mais elementares, frequentemente utilizando-se de métodos bastante cansativos para os alunos.<ref name=dew>{{Citar periódico | ultimo =Wolf-Gazo | primeiro=Ernest | jornal =Journal of American Studies of Turkey| titulo=John Dewey in Turkey: An Educational Mission | editora =American Studies Association of Turkey| local= Ancara| ano =1996|volume=3|issn=1300-6606| paginas=15–42|url=http://www.bilkent.edu.tr/~jast/Number3/Gazo.html}}</ref> Os cidadãos alfabetizados compunham menos de 10% da população da época, que se utilizavam do [[Língua turca otomana|turco otomano]], no alfabeto árabe e com [[vocabulário]] de origem [[Língua árabe|árabe]] e [[Língua persa|persa]].<ref name=dew/> A criação do alfabeto turco a partir do latino foi realizada pela ''Comissão da Língua'' (em turco: ''Dil Encümeni''), sob iniciativa de Atatürk<ref name=dew/> e sob a tutelagem de um [[caligrafia|calígrafo]] [[Armênios|armênio]]-otomano.<ref>{{citar web | título =Türkeş, Atatürk'ün imzasını hatırlattı|url=http://www.milliyet.com.tr/2005/04/25/yazar/dundar.html|citação=Atatürk'ün imzasını bir Ermeni güzel yazı hocasının çizdiğini duymuş muydun?|obra=[[Milliyet]]|autor = Dundar, Can |data=25 de abril de 2005|língua = turco}}</ref>