Abrir menu principal

Alterações

3 740 bytes adicionados ,  11h55min de 1 de junho de 2016
Retirando conteúdo possivelmente copiado e colado, e substituindo por conteúdo correto
Ainda no [[século XVI]], a observação dos astros era frequentemente feita a olho nu, e quando era feita com algum instrumento, ocorria por meio de instrumentos relativamente pouco eficientes. Posteriormente, no [[século XVII]], [[Hans Lippershey]], fabricante de lentes dos [[Países Baixos]], inventou a [[luneta]].<ref>{{citar web |url=http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/lunetas-telescopios.htm |titulo=Lunetas e Telescópios |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=Mundo Educação |acessodata=30 de abril de 2016 |citacao=}}</ref> Algum tempo depois, [[Galileo Galilei]] construiu sua própria luneta astronômica que revolucionou a [[astronomia]].
 
=== Primeiras Conquistas ===
== Os Primeiros Foguetes ==
{{Ver artigoArtigo principal|[[Foguete]]Corrida Espacial}}
[[ImagemFicheiro:Goddard and Rocket.jpg|thumb|leftdireita|[[Robert Hutchings Goddard]] e o primeiro voo de foguete propelido a combustível líquido ([[gasolina]] e [[oxigênio]]), lançado em 16 de março de 1926, em Auburn, [[Massachusetts]], [[Estados Unidos]].]]
 
Claramente para a exploração do espaço precisava-se de um meio de transporte para tal finalidade. Daí veio a ideia de se usar o [[foguete]] como meio de transporte para a exploração espacial. Não há certeza da origem dos foguetes mas se tem notícia de que no [[século III a.C.]], os [[China|chineses]] utilizavam tubos de bambu cheios de salitre, enxofre e carvão em cerimônias religiosas com o objetivo de espantar espíritos malignos.<ref>{{citar web |url=http://solarviews.com/portug/rocket.htm |titulo=Uma Breve História dos Foguetes |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado= |acessodata=28 de maio de 2016 |citacao=}}</ref> Além disso, os chineses foram responsáveis pela descoberta da [[pólvora]] usada pelos antigos como combustível para mísseis.
[[Imagem:Mercury 3.jpg|thumb|150px|Lançamento de um foguete [[PGM-11 Redstone|Redstone]] ]]
 
No final do [[século XIX]] ao início do [[século XX]], o estadunidense [[Robert Goddard]], o russo [[Konstantin Tsiolkovsky]] e o alemão [[Hermann Oberth]] desenvolveram projetos e tecnologias de foguetes que são usados até hoje. [[Robert Goddard]], por exemplo, foi o responsável pelo lançamento do primeiro foguete propelido a combustível líquido, mas precisamente [[gasolina]] e [[oxigênio]].<ref>{{citar web |url=http://outrosquadrinhos.com.br/hq/lapis-zen/robert-h-goddard-o-homem-foguete/ |titulo=ROBERT H. GODDARD: O homem foguete |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=Outros Quadrinhos |acessodata=29 de maio de 2016 |citacao=}}</ref> [[Konstantin Tsiolkovsky]] publicou seus estudos no ano de [[1903]] em que defendia o uso de [[Foguete|foguetes]] para explorar o espaço, calculava a velocidade necessária para livrar-se da gravidade da [[Terra]] e principalmente defendia o uso de [[hidrogênio]] e [[oxigênio]] líquidos em foguetes de múltiplos estágios.<ref>{{citar web |url=http://super.abril.com.br/historia/konstantin-tsiolkovsky |titulo=Konstantin Tsiolkovsky |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=Super Interessante |acessodata=29 de maio de 2016 |citacao=}}</ref> E por fim o alemão [[Hermann Oberth]] que durante a [[Segunda Guerra Mundial]] trabalhou no desenvolvimento de mísseis e foguetes.<ref>{{citar web |url=http://educacao.uol.com.br/biografias/hermann-oberth.htm |titulo=Hermann Oberth |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=UOL |acessodata=29 de maio de 2016 |citacao=}}</ref>
A tecnologia necessária para a exploração espacial ficou disponível com a construção dos primeiros [[foguete]]s. Eles permitem colocar em órbita [[satélite artificial|satélites artificiais]] para estudo tanto da [[Terra]] quanto do [[espaço]] exterior, bem como permitem o envio de [[astronauta]]s ao espaço exterior.
 
Com o final da [[Segunda Guerra Mundial]] em que se obteve vitória [[Aliados da Segunda Guerra Mundial|aliada]], [[Estados Unidos]] e [[União Soviética]] mantiveram-se como [[superpotência]]s e iniciaram então a [[Guerra Fria]] de [[1945]] a [[1991]].<ref>{{citar web |url=http://www.feg.unesp.br/~orbital/sputnik/Capitulo-2.pdf |titulo=A era espacial |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato=PDF |obra= |publicado=UNESP |acessodata=30 de abril de 2016 |citacao=}}</ref> Com a então [[Guerra Fria]] em que [[Estados Unidos]] e [[União Soviética]] tentavam buscar superioridade uma da outra entre aspectos [[política|políticos]], [[militar]]es, [[Tecnologia|tecnológicos]], [[econômica|economicos]], [[social|sociais]] e [[ideológica|ideológicos]] surge então a [[corrida espacial]] em que a disputa de superioridade era centrada na exploração espacial. A [[União Soviética]] deu início a [[corrida espacial]] quando em [[4 de outubro]] de [[1957]] lançou ao espaço o satélite [[Sputnik I]], o primeiro [[satélite artificial]] a orbita a [[Terra]].<ref>{{citar web |url=http://seuhistory.com/hoje-na-historia/uniao-sovietica-lanca-o-sputnik-1-primeiro-satelite-artificial-na-orbita-da-terra |titulo=União Soviética lança o Sputnik 1, primeiro satélite artificial na órbita da Terra |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=History |acessodata=27 de abril de 2016 |citacao=}}</ref>
Desde os antigos [[China|chineses]], inventores da [[pólvora]], fazem-se experiências com [[foguete]]s, mas foram [[Robert Hutchings Goddard]] ([[Estados Unidos]]), [[Konstantin Tsiolkovsky]] ([[Rússia]]) e [[Hermann Oberth]] ([[Alemanha]]) os pioneiros na concepção de foguetes. Estes homens fizeram com que a ciência [[astronáutica]] desse seus primeiros passos.
 
Fazendo parte do [[Programa Sputnik]], o satélite [[Sputnik I]] foi lançado do [[Cosmódromo de Baikonur]], no [[Cazaquistão]], e não tinha nenhuma função, ele apenas transmitia um sinal de rádio, "[[Beep (som)|beep]]", que podia ser sintonizado por qualquer radioamador.<ref>{{citar web |url=http://www.aeroespacial.org.br/eventos/sputnik50anos/ |titulo=50 Anos de Era Espacial |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=AAB |acessodata=02 de maio de 2016 |citacao=}}</ref> Apenas um mês depois, a [[União Soviética]] lançou a segunda nave do [[Programa Sputnik]], a [[Sputnik II]] com a cadela [[Laika]], cadela pertencente ao cosmonauta [[Yuri Gagarin]]. Antes do lançamento do Sputnik 2, tanto a [[União Soviética]] como os [[Estados Unidos]] já haviam lançado animais vivos em voos suborbitais.<ref>{{Citar web |url=http://www.spacetoday.org/Astronauts/Animals/Dogs.html |título=Dogs in space, publicado por Space Today Online, 2004. |língua= |autor= |obra= |data= |acessodata=}}</ref> Esta missão exigia uma atenção especial ao treinamento dos cães, já que a duração do voo exigia dos animais uma adaptação em permanecer em espaços confinados por um período maior.
[[Imagem:Goddard and Rocket.jpg|thumb|left|[[Robert Hutchings Goddard]] e o primeiro voo de foguete propelido a combustível líquido ([[gasolina]] e [[oxigênio]]), lançado em 16 de março de 1926, em Auburn, [[Massachusetts]], [[Estados Unidos]]]]
Goddard foi mais longe e construiu diversos [[foguete]]s pequenos. Ele especializou-se em conceber e construir foguetes propelidos por combustível líquido. Diversos de seus projetos apresentavam conceitos que até hoje são usados nos modernos foguetes, como por exemplo a estabilização do voo com o uso de [[giroscópio]]s.
 
[[Ficheiro:Sputnik asm.jpg|thumb|esquerda|[[Sputnik 1]], o primeiro satélite artificial.]]
De forma independente, na [[Alemanha]] [[nazismo|nazista]], engenheiros alemães desenvolviam um projeto que resultaria na bomba [[V-2]] (tecnicamente mais bem descrita como ''míssil'').
Quatro meses depois, os [[Estados Unidos]] começaram seu programa espacial lançando ao espaço o seu primeiro [[satélite artificial]], o [[Explorer I]].<ref>{{citar web |url=http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2013/01/explorer-1-primeiro-satelite-americano-completa-55-anos.html |titulo=Explorer 1, primeiro satélite americano, completa 55 anos |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=Techtudo |acessodata=30 de abril de 2016 |citacao=}}</ref> Lançado do [[Centro Espacial John F. Kennedy|Centro Espacial Kennedy]] no dia [[1 de fevereiro]] de [[1958]], o [[Explorer 1]] foi desenhado e construído pela [[Jet Propulsion Laboratory]], sendo lançado em um foguete [[Juno I]] construído pela [[Army Ballistic Missile Agency]], em resposta ao lançamento do satélite [[Sputnik I]] da [[União Soviética]].<ref>{{citar web |url=http://nssdc.gsfc.nasa.gov/nmc/masterCatalog.do?sc=1958-001A |titulo=Explorer 1 |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=[[NASA]] |acessodata=3 de maio de 2016 |citacao=}}</ref> Originalmente o foguete [[Juno I]] era um foguete [[Jupiter-C]], mas foi modificado para a acomodação e o lançamento do [[Explorer 1]].
 
Três anos mais tarde, [[URSS]] deu um passo a mais na frente dos [[EUA]] na [[Corrida Espacial]]. No ano de [[1961]], a [[União Soviética]] lançou ao espaço a [[Vostok I]] que orbitou a [[Terra]] durante 1 hora.<ref>{{citar web |url=http://noticias.uol.com.br/infograficos/ciencias/novas-fronteiras-exploracao-espacial/index.htm |titulo=As novas fronteiras da Exploração Espacial |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=UOL |acessodata=26 de abril de 2016 |citacao=}}</ref> Lançada do [[Cosmódromo de Baikonur]] no dia [[1 de abril]] de [[1961]], a [[Vostok I]] foi projetada e construída pelo engenheiro russo [[Sergei Korolev]] e tendo como tripulante o cosmonauta [[Yuri Gagarin]], ela tornou-se a espaçonave que lançou ao espaço o primeiro humano. Não pretendendo ficar para trás nesta corrida, os [[Estados Unidos]] também lançaram um astronauta ao espaço. Foi no dia 5 de maio de 1961 que o astronauta norte-americano [[Alan Shepard]] foi ao espaço em um voo apenas sub-orbital.<ref>{{citar web |url=https://www.nasa.gov/mission_pages/mercury/missions/freedom7.html |titulo=Mercury-Redstone 3 (18) |ultimo1= |primeiro1= |ultimo2= |primeiro2= |data= |formato= |obra= |publicado=[[NASA]] |acessodata=7 de maio de 2016 |citacao=}}</ref>
As V-2 eram propelidas a [[álcool]] (mistura de 75% de [[etanol|álcool etílico]] e 25% de [[água]]) e [[oxigênio]] líquido. Os motores geravam um máximo de 160 000&nbsp;lbs (72 574&nbsp;kg) de empuxo, desenvolvendo velocidade de 1 341&nbsp;km/h, com um raio de alcance de 321 a 362&nbsp;km. Elas foram usadas para bombardear [[Paris]] e [[Londres]] em 1944.
 
O projeto dos modernos foguetes muito deve a estes precursores.
 
O princípio de funcionamento do motor de foguete se baseia na terceira lei de [[Isaac Newton|Newton]], a lei da ação e reação, que diz que "a toda ação corresponde uma reação, com a mesma intensidade, mesma direção e sentidos contrários". Assim, o foguete se deslocará para cima por reação à pressão exercida pelos gases em combustão na câmara de combustão do motor. Por isto este tipo de motor é chamado de ''propulsão por reação''.
 
== Corrida espacial ==
{{Ver artigo principal|[[Corrida espacial]]}}
 
Na [[década de 1930]], o entusiasmo com [[foguete]]s era muito grande tanto nos [[Estados Unidos]], com Goddard, quanto na [[URSS]].
 
Com a derrota da [[Alemanha]] na [[Segunda Guerra Mundial]], os [[Estados Unidos]] e a [[URSS]] capturaram a maioria dos engenheiros que trabalharam no desenvolvimento da V-2 (veja também [[Operação Paperclip]]). Muitos deles foram relevantes apenas no programa espacial dos EUA, já que os capturados pela URSS não passavam de engenheiros e técnicos de produção. Particularmente importante para os EUA foi a aquisição de [[Wernher von Braun]], um dos principais projetistas alemães, que participou ativamente do programa de mísseis balísticos dos EUA e depois dos primeiros passos do programa espacial norte-americano (tendo sido, inclusive, o líder da equipe que projetou o lançador [[Saturno V]] que levou as [[Nave Apollo|naves Apollo]] para a [[Lua]]).
 
Historicamente, a exploração espacial começou com o lançamento do satélite artificial [[Sputnik 1]] pela [[URSS]] em [[4 de outubro]] de 1957, no [[Cosmódromo de Baikonur]], ainda base de lançamento de foguetes,elocalizadom Tyuratam, no [[Cazaquistão]]. Este acontecimento provocou uma corrida espacial pela conquista do espaço entre a [[URSS]] e os [[Estados Unidos]] que culminou com a chegada do homem à [[Lua]].
 
{{Áudio simples|Possible_PDM_signal_labeled_as_Sputnik_by_NASA.ogg|Transmissão de rádio do Sputnik 1}}
 
O primeiro ser vivo no espaço não foi um homem, mas a cadela [[Rússia|russa]] [[Laika]], da raça Kudriavka. Ela subiu ao espaço em 1957 a bordo da nave espacial [[Sputnik 2]] e morreu quatro dias depois, devido ao calor, na reentrada.
 
Diversos animais foram usados nos primórdios da exploração espacial para testar o efeito da radiação, da ausência de gravidade e das condições do espaço exterior sobre os organismos vivos. Antes da cadela Kundriavka, foram usadas pela [[URSS]] em voos sub-orbitais as cadelas Albina e Tsyganka. Pelo lado dos [[Estados Unidos]], os primeiros primatas foram Albert 1 e Albert 2, que morreram em 1949 na ponta de foguetes [[V-2]] capturados na [[Alemanha]]. Sputnik 5, a última missão Sputnik, foi lançada ao espaço em 19 de agosto de 1960 com os cachorros Belka e Strelka, quarenta camundongos, dois ratos e diversas plantas. As missões [[Programa Sputnik|Korabl-Sputnik]] ainda levaram os cães Pchelka, Mushka, Chernuschka e Zvezdochka. O primeiro primata em órbita foi Enos lançado em 29 de novembro de 1961 a bordo de uma nave [[Projeto Mercury|Mercury]] em preparação ao primeiro voo dos [[Estados Unidos]] com humanos.
* [[Colonização do Sistema Solar]]
* [[Corrida espacial]]
* [[Elevador espacial]]
* [[Estação espacial]]
* [[Estação Espacial Internacional]]
* [[Foguete|Foguetes de lançamento]]
* [[Lista de astronautas]]
* [[Mars One]]
* [[Missão espacial completa brasileira]]
* [[NASA]]
* [[Ônibus Espacial|Ônibus (ou Vaivém) Espacial]]
{{Colonização espacial}}
 
{{Portal3|Astronomia|Ciência|Tecnologia|Exploração espacial}}
 
[[Categoria:Exploração espacial| ]]