Diferenças entre edições de "Moda entre os anos de 1500 e 1550"

112 bytes adicionados ,  12h47min de 9 de junho de 2016
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 177.185.92.165 (Vandalismo), com Reversão e avisos.
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 177.185.92.165 (Vandalismo), com Reversão e avisos.)
'''Moda entre os anos de 1500 e 1550''' o advento do [[Renascimento]], no [[século XIV]] trouxe mudanças no cenário Europeu. As cidades cresciam, o número de comerciantes e artesãos especializados na produção de roupas aumentou, e, com a queda do Império Bizantino, a Europa Ocidental tomaria a liderança na produção de estilos e tendência aplicados à produção de roupas.
 
Homens passaram a usar roupas mais pesadas na parte superior do corpo. Uma vestimenta masculina típica da época, especialmente entre a nobreza, era um tipo de jaqueta pesada, com uma saia que ficava na região das pernas, até os [[joelho|jo]]s. Homens também usavam sapatos cujas pontas ficavam para cima, e dispunham de uma grande variedade de chapéus. Já as mulheres da nobreza passaram a usar altos chapéus, e vestidos floridos e decorados. Os vestidos passaram a ser firmemente atados ao busto.<ref>[http://www.fashionbubbles.com/historia-da-moda/a-moda-em-500-anos/ De 1500 a 1550] ''Fashion Bubbles''.</ref> Homens de classes inferiores usausavam blusas e calças justas e simples, e as mulheres usavam vestidos simples.
 
Uma das principais influências na moda européia, no [[século XVI]] foi a corte [[Espanha|espanhola]]. Uma das principais tendências por parte dos membros da corte era o uso de grandes colarinhos no pescoço, que ficou em uso por aproximadamente dois séculos. No [[século XVII]], os [[França|franceses]] passaram a dominar a moda na Europa, e roupas usadas pelos nobres franceses eram rapidamente copiadas por outros países (com a exceção da Espanha).
14 510

edições