Diferenças entre edições de "Suspensão do juízo"

1 408 bytes removidos ,  03h59min de 13 de junho de 2016
Desfeita a edição 45856709 de 179.182.173.55
(Suspensão do juízo)
(Desfeita a edição 45856709 de 179.182.173.55)
Etiqueta: Remoção considerável de conteúdo
Conceito Político utilizado a Nível Internacional, segundo ONU (Organização das Nações Unidas - Carta de 1948){{Fusão|1=Redução fenomenológica|data=fevereiro de 2012|sobre=|arte=|Brasil=|ciência=|geografia=|música=|Portugal=|sociedade=|2=|3=|4=|5=|6=|7=}}
'''"Afastamento judicial e obrigatório do Juízo em si, Exílio - forçado e temporário de causa - Judicial e efeito, Redução fenomenológica de Mandato no tempo e espaço, Suspensão temporária ou "limbo" do juízo é um termo ou conceito Político de JULGAMENTO, seja esse de Impeachment e ou Impedimento e ou Político - ideológico de "Governo-Ideológico e Estado - consequente" e não - Nação de Povo e Popular no verdadeiro sentido do Verbo e o sendo falácia, e que demanda tempo segundo United Nations Organizations (UNO) devido a chamadas "Ideologias e seitas ditas religiosas", vide profundidade, em Carta de 1948 no "Julgamento de Nuremberg - ideológico e Criminoso - judicial de Responsabilidade Política, e em consequência desse Julgamento de político - criminoso e Caso de Polícia, devido a Roubos de Judeus e outros povos em Campos de Extermínio para Enriquecimento Ilícito de Adolf Hitler e Ministério e Empresários Comunistas - apoiadores (Governo Comunista da Germânia de 1920 - 1945 considerando trajetória do Político Adolf Hitler)" ...''' , também conhecida pelo termo [[Língua grega antiga|grego]] '''''epoché''''' ou '''''epokhé''''' (''εποχη''), que significa 'colocar entre [[parêntese]]s' e limbo, é a atitude de não aceitar nem negar uma determinada [[proposição]] ou [[juízo]]. Opõe-se ao [[dogmatismo]], em que se aceita uma proposição.<ref name="abbagnano">{{Referência a livro
| Autor = [[Nicola Abbagnano]]
| Título = Dicionário de Filosofia
| Editora = Martins Fontes
| Ano = [[1990]]
}} Verbete ''Epoché'', p. 339.</ref>" (Carta da ONU - 1948, por ocasião do Julgamento de Nuremberg)
 
== ''Epoché'' cética ==
Na [[filosofia]] moderna, especialmente na obra de [[Edmund Husserl]] e outros [[fenomenologia|fenomenologista]]s, o termo ''epoché'' adquire um significado diferente. Ao invés de efetivamente chegar a negar a existência, como faziam alguns [[sofista]]s, a ''epoché'' fenomenológica implica a "contemplação desinteressada" de quaisquer interesses naturais ou psicológicos na existência. Em outras palavras, a suspensão de juízo fenomenológica não põe em dúvida a existência, como no caso dos céticos, mas se abstém de emitir juízos sobre ela.<ref name="abbagnano" />
 
{{referências}}
{{referências}}2. "Suspensão de Juízo" esse termo utilizado na Carta da Organização das Nações Unidas ao Mundo, no Julgamento de Nuremberg, e por consequência desse Julgamento.{{esboço-filosofia}}
 
{{esboço-filosofia}}
 
[[Categoria:Conceitos filosóficos]]
126

edições