Alarme de incêndio: diferenças entre revisões

15 bytes adicionados ,  01h00min de 14 de junho de 2016
Troca de link quebrado
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 89.180.187.84, com Reversão e avisos.)
(Troca de link quebrado)
Esta central de alarme por sua vez envia [[Sinal|sinais]] de alerta para dispositivos de sinalização audiovisual como [[sirene]]s e luzes de emergência.
 
No [[Brasil]], a norma técnica oficial que define os parâmetros dos sistemas de alarme e detecção de incêndio é a norma [[ABNT]] NBR-9441 cuja última revisão foi publicada em [[1998]].<ref>{{citar web |url=http://www.abntautomsolution.orgcom.br/cb24services/comentariodeteccao-e-alarme-de-incendio/admin/NBR9441.pdf |título=Detecção e Alarme de Incêncio |acessodata=22/10/2012 |autor= |coautores= |data= |ano= |mes= |formato= |obra= |publicado= |páginas= |língua= |língua2= |língua3= |lang= |citação= }}</ref>. Esta foi cancelada em 01/10/2010 e substituída pela ABNT NBR 17240:2010.<ref>{{citar web |url=http://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=79142 |título=ABNT Catálogo |acessodata=16/08/2013 |autor= |coautores= |data= |ano= |mes= |formato= |obra= |publicado= |páginas= |língua= |língua2= |língua3= |lang= |citação= }}</ref>
 
Em [[Portugal]] é o [[Decreto-Lei]] n.º 220/2008 de 12 de Novembro de 2008 que define toda a regulamentação<ref>{{citar web |url=http://dre.pt/pdf1s/2008/11/22000/0790307922.pdf |título=Decreto Lei nº220/2008 |acessodata= |autor=Diário da Républica |coautores= |data= |ano= |mes= |formato= |obra= |publicado=12/11/2008 |páginas= |língua=PT |língua2= |língua3= |lang= |citação= }}</ref>.{{Referências}}
7

edições