Abrir menu principal

Alterações

67 bytes removidos ,  14h29min de 16 de junho de 2016
m
Foram revertidas as edições de 200.129.163.72 para a última revisão de GoEThe, de 17h28min de 13 de setembro de 2015 (UTC)
|}
 
'''Cro-Magnon''' é o nome que se dá aos restos mais antigos conhecidos na [[Europa]] de ''[[Homo sapiens|Homo habilis]]'', a [[espécie]] à qual pertencem todos os [[humano]]s modernos. Entretanto, há restos mais antigos de ''Homo sapiens'' na África. A designação não se enquadra totalmente nas formas convencionais de denominação dos [[hominídeo]]s, sendo frequentemente usada para designar, em sentido genérico, os [[povo]]s mais antigos conhecidos na Europa que podem ser integrados entre os modernos humanos.
 
No [[Paleolítico Superior]], os homens de [[Neanderthal]] desapareceram, por volta de 30.000 [[a.C.]]. A [[teoria]] mais aceite na [[Antropologia]], anteriormente, era que ocorreu um encontro entre os Neanderthais e os Homens de Cro-Magnon há cerca de 40 mil anos. Eles teriam entrado em um conflito que durou cerca de 10 mil anos que, por fim, acarretou o extermínio do [[Homem-de-neandertal]]. No entanto, estudos recentes, usando [[DNA antigo]] e após a [[Sequenciação de ADN|sequenciação]] do [[genoma]] do Neanderthal, mostraram a persistência de variantes genéticas semelhantes ao Neanderthal em populações actuais de europeus e asiáticos, sugerindo que teria havido cruzamentos de Cro-Magnon com Neanderthais a certa altura após se encontrarem.<ref>{{Cite journal
}}</ref>
 
Os principais [[Fóssil|fósseis]] foram encontrados na [[França]] e na [[Espanha]], mas também existem sítios [[arqueologia|arqueológicos]] em outras partes da Europa, [[Oriente Médio]] e do [[Norte da África]], donde se supõe que tenham tido origem (embora a origem asiática não seja descartada). De acordo com os fósseis, eram homens altos,"olha ai o que ta não ler o trabalho que você faz", entre 1,8 e 2 [[metro]]s de altura, a capacidade craniana era de 1.500 [[Centímetro cúbico|cm³]] a 1.790&nbsp;cm³. Distribuíram-se por toda a Europa, fundamentando, de uma certa maneira, os primeiros alicerces da [[civilização]], pelo menos no pensar de algumas correntes [[antropologia|antropológicas]].
 
Como seus anteriores, os Cro-Magnon moravam em [[caverna]]s. Mas são notáveis seus progressos culturais. Os utensílios, [[instrumento]]s e [[arma]]s já apresentavam um acabamento razoável, e outros materiais, além da [[pedra]], são lascados, como o [[chifre]] da [[rena]] e o [[marfim]]. Fabricavam o [[arpão]], o [[anzol]] e acabaram inventando a [[agulha]] de [[osso]], que lhes serviu para [[costura]]r suas [[roupa]]s, feitas de [[pele]]s de animais, pois ainda não conheciam a [[tecelagem]]. Deviam comer seus [[alimento]]s cozidos, pois foram encontrados nas cavernas inúmeros vestígios de fogões rústicos.