Abrir menu principal

Alterações

160 bytes adicionados, 23h44min de 18 de junho de 2016
m
ins
|gênero =[[MPB]], [[música pop|pop]], [[adult contemporary]]
|gravadora = [[Sony music]]
|afiliações =[[Ana Carolina (cantora)|Ana Carolina]], [[Lulu Santos]], [[Caetano Veloso]], [[Djavan]], [[Dudu Falcão]]
|website = [http://www.jorgevercillo.com.br/ www.jorgevercillo.com.br]
}}
'''Jorge Luiz Sant´anna Vercillo''' (recentemente, adotou seu sobrenome original, incorporando mais um "L") ([[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], [[11 de outubro]] de [[1968]]) é um [[cantor]], [[violonista]] e [[compositor]] [[brasil]]eiro. Com mais de 1 milhão de [[CDs]] e [[DVDs]] vendidos em mais de 15 anos de carreira{{carece de fontes}}, Jorge Vercillo é hoje um requisitado compositor. Até o momento, Vercillo lançou 10 CDs inéditos e 5 DVDs, tendo conquistado 1 [[Disco de Diamante]], 3 [[Certificações por vendas de gravação musical|Discos de Platina]] e sendo indicado 5 vezes ao [[Grammy Latino]] (2007, 2009, 2010 e 2013).<ref>{{citar web|URL=http://www.purepeople.com.br/noticia/jorge-vercillo-concorre-com-album-no-grammy-latino-indicacao-e-premio_a10669/1|título=Jorge Vercillo concorre com álbum no Grammy Latino: 'Indicação é prêmio'|autor=Laís Fernandes|data=29 de setembro de 2013|publicado=Pure People|acessodata=7 de maio de 2015}}</ref> Suas canções já foram gravadas tanto por novos expoentes, quanto por grandes nomes da [[música brasileira]], como [[Ana Carolina (cantora)|Ana Carolina]], [[Maria Bethânia]], [[Caetano Veloso]], [[Buchecha]], [[Claudia Leite]], [[Luiza Possi]], [[Belo (cantor)|Belo]], [[Jorge Aragão]], dentre outros.
 
== Biografia ==
Em 1993, teve a chance de gravar seu disco de estreia, ''Encontro das Águas'' ([[Continental (gravadora)|Continental]]), produzido por Renato Corrêa.<ref name="albin">{{citar web|URL=http://www.dicionariompb.com.br/jorge-vercillo/dados-artisticos|título=Jorge Vercillo - Dados Artísticos |autor=|data=|publicado=[[Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira]]|acessodata=5 de maio de 2015}}</ref> O álbum foi bem recebido e duas canções do repertório se tornaram sucessos nas rádios; "Encontro das Águas", que fez parte da trilha da novela [[Mulheres de Areia]], e "Praia Nua", da novela [[Tropicaliente]], ambas da TV Globo. Embalado pela boa repercussão de seu disco de estreia, Jorge Vercillo lançou o CD "Em Tudo que É Belo" (Continental), em 1996, trazendo experimentos e fusões com a [[world music]]. Com esse disco, foi indicado para o [[Prêmio Sharp]] 1997 na categoria Melhor Cantor Pop. Em 1998, se desligou da gravadora Continental e lançou, de forma independente, o álbum ''Leve'' (1999). O disco trouxe "Final Feliz", música de sua autoria, gravada em duo com [[Djavan]]. A canção teve repercussão imediata nas rádios de todo o país e ganhou uma releitura nas vozes de [[Caetano Veloso]] e [[Alexandre Pires]], gravada no DVD ao vivo do grupo [[Só pra Contrariar]]. O sucesso de "Final Feliz" se estende ao longo do ano de 2000, e levou o cantor e compositor a subir ao palco do [[Canecão]], Rio de Janeiro, também de forma independente. A repercussão de uma única apresentação numa casa de espetáculos lotada chamou a atenção de vários executivos de gravadoras multinacionais. Ainda em 2000, Jorge Vercillo assinou com a gravadora [[EMI Music]], que relançou o álbum ''Leve'', no final do mesmo ano. O disco rendeu ainda os sucessos "Leve", "Avesso" e "Em Órbita".
 
Em 2002, Jorge Vercillo lançou ''Elo'', álbum que vendeu mais de 250.000 cópias em um momento delicado para a indústria fonográfica.<ref name="albin" /> O disco traz novos sucessos para o compositor, como "Que nem Maré" (música mais executada nas rádios de todo o país naquele ano), "Homem-Aranha" (um dos maiores sucessos da carreira do compositor) e "Fênix". Esta última, criada em parceria com [[Flávio Venturini]], foi tema da minissérie [[A Casa das Sete Mulheres]], da TV Globo. Ainda no repertório desse disco, a canção "O Reino das Águas Claras", foi tema da nova versão do programa infantil [[Sítio do Picapau Amarelo (2001)|Sítio do Pica-Pau Amarelo]].<ref>{{citar web|URL=http://www.universomusical.com.br/materia.asp?mt=sim&cod=mp&id=185|título=Jorge Vercilo mantém a sonoridade vencedora em seu novo disco, Livre|autor=|data=|publicado=Universo Musical|acessodata=6 de maio de 2015}}</ref> No ano de 2003, mais uma canção do músico ocupou as primeiras posições nas rádios do país. "Encontro das Águas", gravada em duo com [[Jorge Aragão]], fez parte do CD e DVD ''Jorge Aragão Convida - Ao Vivo''. No final do mesmo ano, Jorge Vercillo lançou seu quinto trabalho autoral, o CD e DVD ''Livre'', que tem em seu repertório a canção "Monalisa", mais um sucesso nas rádios. Em 2004, ao lado de outros grandes nomes da música popular brasileira, Vercillo esteve presente na gravação do hino do projeto "Fome Zero".<ref name="albin" /> Nesse ano, participou também dos DVDs ao vivo de [[Ivan Lins]] (''Guarde nos Olhos'') e [[Pepeu Gomes]] (''Deusa do Amor''), e conheceu [[Marcos Valle]], com quem veio a compor a música "Pela Ciclovia", sucesso na voz de [[Leila Pinheiro]]. Em 2005 lançou ''Signo de Ar'', álbum que inaugurou novas parcerias de Jorge Vercillo com nomes como [[Ana Carolina (cantora)|Ana Carolina]], [[Nico Rezende]], [[Torquato Mariano]] e [[Dudu Falcão]]. Este último, parceiro na música "Ciclo", tema da novela [[A Lua Me Disse]], da TV Globo.<ref>{{citar web|URL=http://www.universomusical.com.br/materia.asp?mt=sim&cod=mp&id=639|título=Aos fãs, com carinho |autor=Marcos Paulo Bin|data=27 de julho de 2005|publicado=Universo Musical|acessodata=6 de maio de 2015}}</ref>
 
Em 2006, recebeu o Prêmio Tim na categoria de Melhor Cantor pelo Voto Popular.<ref name="albin" /> No mesmo ano, lançou seu primeiro DVD, ''Jorge Vercilo Ao Vivo''. O projeto, uma coletânea de seus grandes sucessos, conta também com as participações especiais dos parceiros Ana Carolina, Marcos Valle e Leila Pinheiro. Em 2007, Jorge Vercillo, mais uma vez, recebeu o [[Prêmio TIM]] na categoria de Melhor Cantor pelo Voto Popular. No mesmo ano, participou de ''Coisa de Jorge'', CD e DVD lançados pela EMI Music em show homenagem a [[São Jorge]], que reuniu os "Jorges", Vercillo, [[Jorge Benjor|Benjor]], [[Jorge Mautner|Mautner]] e [[Jorge Aragão|Aragão]], no dia 23 de abril, na [[Praia de Copacabana]].<ref name="albin" /> Dentre as músicas inéditas do projeto, a canção "Líder dos Templários" (composta por Jorge Vercillo, Jorge Benjor e Jorge Aragão), um canto de fé ao santo devoto, foi sucesso nas rádios. ''Todos Nós Somos Um'', foi lançado em novembro de 2007. O sétimo trabalho de inéditas de Jorge Vercillo teve boa repercussão da crítica especializada. O álbum, que marca uma renovação na proposta musical do artista, trouxe os já conhecidos desenhos melódicos de Vercillo, desta vez mais próximos do universo musical brasileiro, em ritmos como [[samba]], [[xote]], [[toada]] e [[bossa nova]]. O disco trouxe importantes parcerias do compositor com [[Fátima Guedes]], Marcos Valle, [[Paulo César Feital]], entre outros. Escolhida como o primeiro single do álbum, a canção "Ela Une todas as Coisas" (parceria com [[Jota Maranhão]]), foi sucesso nas rádios. A música fez parte da trilha sonora de [[Duas Caras (telenovela)|Duas Caras]], novela das 21h da TV Globo. Ainda do disco ''Todos Nós Somos Um'', a balada "Deve Ser" (Jorge Vercillo/Dudu Falcão) foi escalada para a trilha sonora do folhetim [[Viver a Vida (telenovela)|Viver a Vida]], de [[Manoel Carlos]].
 
O CD e DVD ''Trem da Minha Vida'' foi lançado em março de 2009 pela EMI Music. O projeto trouxe o registro ao vivo de duas noites no [[Canecão]], Rio de Janeiro (dias 31 de outubro e 1 de novembro de 2008), além de alguns dos sucessos da carreira do artista. No final de 2009, o cantor se desligou amigavelmente da EMI Music. Em janeiro de 2010 assinou contrato com a [[Sony Music/Day 1]], que lançou em abril do mesmo ano ''D.N.A'', o oitavo disco de inéditas de Vercillo. O álbum teve como primeiro single a canção "Me Transformo em Luar", que posteriormente ganhou uma versão em espanhol, criada pelo cantor e compositor argentino [[Pedro Aznar]], e a balada assinada em parceria com Dudu Falcão, "Deve Ser", integrou a trilha sonora da novela ''Viver a Vida'', de Manoel Carlos, da TV Globo. No álbum, também se destacaram musicas como "Arco-Íris", sucesso nas rádios de todo o Brasil e "Há de Ser", que trouxe a participação especial de [[Milton Nascimento]]. A turnê do álbum ''D.N.A.'' passou por todo Brasil e foi encerrada no dia 2 de julho de 2011 no palco do [[Vivo Rio]], no Rio de Janeiro. Na ocasião, Jorge já produzia o seu nono álbum de inéditas ''[[Como Diria Blavatsky]]''.
* [[2013]] - Face de Narciso - ''tema da novela [[Flor do Caribe]]''
* [[2011]] - Memória do Prazer - Part. Esp.: [[Ninah Jo]] ''tema da novela [[Fina Estampa]]''
* [[2009]] - Deve Ser - ''tema da novela [[Viver a Vida (telenovela)|Viver a Vida]]''
* [[2008]] - Devaneio - ''tema da novela [[Negócio da China]]''
* [[2007]] - Ela Une Todas as Coisas - ''tema da novela [[Duas Caras (telenovela)|Duas Caras]]''
* [[2005]] - Ciclo - ''tema da novela ''[[A Lua me Disse]]''
* [[2003]] - Fênix - ''tema da minissérie ''[[A Casa das Sete Mulheres]]''
63 511

edições