Distância: diferenças entre revisões

578 bytes adicionados ,  21 de junho de 2016
bot: revertidas edições de 2001:1284:F007:63EB:6DDA:F6F0:AD86:10A8 ( modificação suspeita : -41), para a edição 44053634 de O revolucionário aliado
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
(bot: revertidas edições de 2001:1284:F007:63EB:6DDA:F6F0:AD86:10A8 ( modificação suspeita : -41), para a edição 44053634 de O revolucionário aliado)
Uma vez determinadas a distância espacial e a distância temporal entre os eventos, estas são as mesmas para quaisquer observadores, estando estes em movimento relativo ou não. O comprimento da sua rua não depende do fato de você estar em um carro parado ou em movimento, e tão pouco seu relógio de pulso atrasa por este motivo (isto para velocidades relativas encontradas no dia-a-dia).
 
[[Albert Einstein|Einstein]], ao publicar a sua teoria da [[relatividade restrita]], trouxe à luz o fato de o [[universo]] em que vivemos não constituir-se em um [[espaço euclidiano]], mas sim em um [[espaço hiperbólico]] com quatro [[dimensão|dimensões]], três espaciais e uma temporal, mutuamente inseparáveis. A métrica para o cálculo da distância entre dois eventos no espaço-tempo não é euclidiana pois na expressão que permite o cálculo desta distância <math> \delta S </math> :
ser troxa é tudo
 
<math>\delta S = \sqrt { \delta x^2 + \delta y ^2 + \delta z ^2 - (c \delta t) ^2} </math>
 
o intervalo de [[tempo]] <math> \delta t </math>, apesar de figurar como uma coordenada junto às demais, não é plenamente equiparável a estas, figurando na expressão precedido de um sinal de subtração, e não adição. A [[velocidade]] da [[luz]] C, uma constante que não afeta o raciocínio, figura na expressão apenas para proporcionar um "ajuste" dimensional das grandezas envolvidas.