Diferenças entre edições de "Erotes"

Sem alteração do tamanho ,  19h50min de 25 de junho de 2016
CORREÇÃO
(Na língua portuguesa, os "deuses", os "erotes", "os advogados" , os "engenheiros" e outros são escritos com inicial minúscula. Pare de alterar.)
(CORREÇÃO)
[[File:Venus Consoling Love, François Boucher, 1751.jpg|direita|thumb|[[Afrodite]] e os erotes, em ''Vênus Consolado Amor'', <small> de [[François Boucher]], 1751, [[Galeria Nacional de Arte]] </small>]]
Os '''erotesErotes''' (em grego Ἔρωτες), na [[mitologia grega]], eram os quatro filhos alados de [[Afrodite]], que personificavam várias faces do amor.<ref name="Erotes">{{citar web|título=Os Erotes|url=http://www.theoi.com/Ouranios/Erotes.html|publicado=Theoi|acessodata=13 de novembro de 2014|língua=inglês}}</ref> Eram companheiros constantes da deusa, sempre retratados ao seu lado. Erotes é o plural de [[Eros]] ("Amor, Desejo"), que, como uma divindade singular tem uma mitologia mais complexa.
Na [[Teogonia]] de [[Hesíodo]], o principal eroteErote, Eros, seria dois deuses: O primeiro seria um deus primordial nascido do [[Caos (mitologia)|Caos]];<ref name="Erotes"/> O segundo mais novo, seria filho de Afrodite, jovem e travesso, que atira flechas de amor aleatoriamente nas pessoas. Afrodite era descrita na maioria dos mitos, já nascendo adulta grávida de Eros e Himeros; Em outra versão, ela teria tido os erotesErotes com [[Ares]].
 
* [[Eros]] (Ἔρως): Principal Erote, é o deus do amor inconsequente, da união, da afinidade que inspira ou produz simpatia entre os seres, para os unir em outras procriações.
Utilizador anónimo