Diferenças entre edições de "Kali"

2 234 bytes adicionados ,  01h51min de 4 de julho de 2016
sem resumo de edição
}}
{{Commons|Category:Kali}}
'''Kali''' ou '''Cali'''<ref>SCHULBERG, L. ''Índia histórica''. Tradução de J. A. Pinheiro de Lemos. Rio de Janeiro. Livraria José Olympio Editora. 1979. p. 182.</ref> é uma das divindades mais respeitadas do [[hinduísmo]]. É considerada uma manifestação da deusa [[Parvati]], a esposa de [[Xiva|Shiva]]. É representada manchada de sangue, com cobras e um colar de crânios.<ref>SCHULBERG,Kali L.é ''Índiaa histórica''.deusa Traduçãohindu deda J.morte Ae da destruição. PinheiroMais deapropriadamente Lemosda transformação. RioUma devez Janeiro.que LivrariaAditi Joséé Olympioo Editora.tempo 1979.infinito, p.Diti é o tempo finito, onde tudo se transforma e 182morre.</ref>
 
Divindades relacionadas a morte são quase sempre mal compreendidas, uma delas e um bom exemplo é Kali, do sânscrito Kālī काली, "a Negra", também chamada de Mãe Negra. Kali é a deusa da Morte e Sexualidade, mas o que pode fazer realmente ser mal interpretada são as imagens que são relacionadas a ela, principalmente com a chegada de estrangeiros. A força feminina também é um atributo dela, aliás existem muitos outros dependendo da região e dá época.
 
Ela é venerada por aqueles que esperam uma morte tranquila, como toda entidade relacionada com a morte tem a ver com renovação e o tempo também.
 
Uma das lendas mais interessantes sobre Kali é que enquanto a deusa Durga lutava contra um poderoso demônio chamado Raktabija via que cada gota de sangue que derramava dele dava origem a novos demônios, então chegou Kali (que seria uma das manifestações de Durga) que cortava as cabeças com espada e lambia o sangue para que não nascesse novos demônios, por isso nas imagens ela aparece com a língua de fora, a boca com sangue, as cabeças e a espada ou melhor dizendo cimitarra.
 
Dependendo da figura ela segura outras coisas como por exemplo um tridente, uma cabeça, também fica as vezes com uma saia feita de braços, outras vezes totalmente nua, em algumas imagens podemos ver que ela tem 3 olhos e cobras enroladas nos pulsos e pescoço. Alguns objetos tem explicação bem definida: cabeças representam as letras do alfabeto sânscrito, os cabelos a ilusão, os 3 olhos a capacidade de ver o passado, presente e futuro.
 
A imagem de Kali em cima de Shiva tem uma lenda que diz que ele se jogou no chão como modo dela parar com a sua matança desenfreada durante uma batalha, mas possivelmente simboliza a força invencível e poderosa da morte ou da mudança. Outra lenda diz que ele já estava morto.
 
Existem muitas outras histórias de Kali mas nem todas são fáceis de serem encontradas na nossa língua, algumas criadas para explicar simbolismos perdidos como as duas lendas acimas podem ser.<ref>SCHULBERG, L. ''Índia histórica''. Tradução de J. A. Pinheiro de Lemos. Rio de Janeiro. Livraria José Olympio Editora. 1979. p. 182.</ref>
== Etimologia ==
"Cali" vem do [[sânscrito]] ''Kālī, काली'' (que significa, literalmente, "A Negra").
Utilizador anónimo