Diferenças entre edições de "Ulrica Leonor da Suécia"

109 bytes removidos ,  00h43min de 18 de julho de 2016
sem resumo de edição
'''Ulrica Leonor''' ([[Estocolmo]], {{dtlink|23|1|1688}} – [[Estocolmo]], {{dtlink|24|11|1741}}) foi a [[Lista de monarcas da Suécia|Rainha da Suécia]] de 1718 até sua abdicação em favor de seu marido [[Frederico I da Suécia|Frederico]] em 1720, a partir de então foi [[Lista de consortes reais da Suécia|Rainha Consorte]] até sua morte.
 
Ulrica Leonor era filha mais nova do rei [[Carlos XI da Suécia]] e de [[Ulrica Leonor da Dinamarca]], filha do rei [[Frederico III da Dinamarca]]. Era era irmã do rei [[Carlos XII da Suécia]], que não se casou. Depois da morte de sua irmã mais velha, a princesa HedvigEdviges Sofia, em [[1708]], ela tornou-se herdeira ao trono sueco. Em [[1715]], Ulrica Leonor desposou o [[calvinista]] Frederico de Hesse-Kassel, apesar de seu irmão achar que o casamento iria pôr em risco sua sucessão. A devoção que Ulrica tinha por Frederico a fez ficar subordinada às ambições do marido. Em [[1718]], com a morte de CharlesCarlos XII, Ulrica tornou-se rainha, mas abdicou dois anos depois em nome de seu marido, que foi titulado como [[Frederico I da Suécia]] (reinou entre [[1720]] a [[1751]]).
 
Ainda no ano de [[1718]], enquanto a rainha competia com seu sobrinho, Carlos Frederico de Holstein-Gottorp, pela coroa, ela e seu marido vieram a ser influenciados pelas forças parlamentares anti-absolutistas, lideradas pelo conde Arvid Bernhard Horn. Frederico I desistiu da maioria de seus poderes e os concedeu ao parlamento, formado por membros da nobreza, inaugurando a ''Era de Liberdade da Suécia''. Ulrica Leonor morreu de [[varíola]] em [[1741]], sem deixar filhos e decepcionada com FrederickFrederico, que tinha três filhos bastardos com sua amante Hedvig Taube.
 
{{Commonscat|Ulrika Eleonora of Sweden}}