Diferenças entre edições de "José Maria Eymael"

101 bytes adicionados ,  23h46min de 23 de julho de 2016
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 179.134.132.115, com Reversão e avisos.)
Em [[1985]], Eymael foi candidato a prefeito de São Paulo, mas não se elegeu, ficando nas últimas posições. Mas o seu ''[[jingle]]'' de campanha, cujo refrão era "''Ey Ey Eymael, um democrata cristão''", é ainda hoje bastante popular.<ref name="ig">{{citar web|URL=http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2014-08-03/apos-30-anos-autor-de-ey-ey-eymael-prepara-nova-versao-de-jingle-historico.html|título=Após 30 anos, autor de 'Ey ey Eymael' prepara nova versão de jingle histórico|autor=|data=|publicado=Último Segundo|acessodata=}}</ref>
 
Criado pelo militante do partido e hoje um de seus dirigentes, José Raimundo de Castro, o ''jingle'' tornou-se referência na história política nacional recente<ref>{{citar web|URL=http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/eleicoes/jose-maria-eymael-quem-e-o-candidato-do-psdc-a-presidencia,fb08a6ca39e2d310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html|título=José Maria Eymael: quem é o candidato do PSDC à Presidência|autor=|data=20 de julho de 2010|publicado=Terra|acessodata=}}</ref> e é considerado um ''case'' de comunicação. O ''jingle'' original dizia: "''para prefeito em 15 de novembro é Eymael, o candidato da Renovação''". Em 1986, foi modificado para "''pra deputado federal queremos Eymael, a voz do povo na Constituição''". Em 1998, foi modificado para "''pra presidente do Brasil queremos Eymael, pela família e pela nação''". Em 2006, foi modificado para "''pra presidente é José Maria Eymael, pela família e pela nação''". Em 2010, modificado novamente para "''pra presidente é 27, o nome é Eymael, pela família e pela nação''".<ref>{{citar web|URL=http://www.istoe.com.br/reportagens/paginar/78207_EY+EY+EYMAEL+AGORA+EM+AXE/2|título=Ey-Ey-Eymael agora em axé|autor=|data=|publicado=ISTOÉ Independente |acessodata=}}</ref>
O ''jingle'' original dizia: "''para prefeito em 15 de novembro é Eymael, o candidato da Renovação''".
Em 1986, foi modificado para "''pra deputado federal queremos Eymael, a voz do povo na Constituição''".
Em 1998, foi modificado para "''pra presidente do Brasil queremos Eymael, pela família e pela nação''".
Em 2006, foi modificado para "''pra presidente é José Maria Eymael, pela família e pela nação''".
Em 2010, foi modificado para "''pra presidente é 27, o nome é Eymael, pela família e pela nação''".<ref>{{citar web|URL=http://www.istoe.com.br/reportagens/paginar/78207_EY+EY+EYMAEL+AGORA+EM+AXE/2|título=Ey-Ey-Eymael agora em axé|autor=|data=|publicado=ISTOÉ Independente |acessodata=}}</ref>
Em 2014, foi modificado para "''pra presidente, 27, Brasil, é Eymael, pela vitória da Constituição''".
 
{{Referências}}{{Eleição presidencial no Brasil em 2010}}{{Portal3|Biografias|Política|Rio Grande do Sul|São Paulo|Brasil}}
Utilizador anónimo