Diferenças entre edições de "Brahma Kumaris"

203 bytes adicionados ,  14h48min de 29 de julho de 2016
Melhorei o texto.
(Melhorei o texto.)
<ref>Brahma Kumari</ref>A '''Universidade Espiritual Mundial Brahma Kumaris''', conhecida no [[Brasil]] como '''Organização Brahma Kumaris''',<ref>No Brasil, a OBK atua desde 1979, com 27 sedes nas principais capitais e algumas cidades do interior, tendo recebido a partir de 1991, títulos de utilidade pública estadual e municipal em diferentes locais, bem como o título de utilidade pública federal (conforme Diário Oficial da União de 9 de março de 2000).</ref> é uma [[Organização não governamental|entidade não governamental]] criada na [[Índia]] em [[1937]], com o objetivo de promover [[Valor (ética)|valor]]es humanos, morais e espirituais universais.
 
Está presente de forma oficial em 103 países e desenvolve atividades, sem sedes, em outros 25 países. Realiza um amplo espectro de programas educativos que melhoram a [[qualidade de vida]] dos indivíduos, da família e da comunidade, independente de cor, gênero, idade e tradições políticas e religiosas.
 
A página em"Brahma inglêsKumaris" nada Wikipédia sobreem Brahmalíngua Kumarisinglesa contemcontém mais informações sobre as origens do movimento, suas crenças, e detalhes sobre as diversas críticas que lhe são feitas.
 
== Objetivos ==
* [[saúde holística]].
 
A base do estudo da Organização Brahma Kumaris é a [[meditação]] ''[[Raja Yoga]]''. O Raja Yoga é uma linha de meditação datada de [[5000 a.C.|5000 AEC]].
 
{{quote2|''Nossos valores guiam nossos pensamentos e nossos pensamentos são as sementes de nossas palavras e ações. Isso é tão importante que cada um deveria perguntar-se: quais são os meus valores na vida?|Dadi Janki – diretora administrativa da UEMBK''}}
 
== História ==
[[File:Brahma Kumaris (Porto Alegre, Brasil).JPG|thumb|250px|Sede da Brahma Kumaris em [[Porto Alegre]], no [[Brasil]]]]
Em [[1936]], alguns homens, mulheres e crianças que viviam em [[Hyderabad]] (agora parte do [[Paquistão]]), tiveram a ousadia de abraçar um novo [[estilo de vida]], após [[Dada Lekrhaj]] (mais tarde conhecido como [[Brahma Baba]]), um respeitado e rico membro da comunidade [[Sidhi]] ter experimentado um série de visões surpreendentes que revelaram verdades espirituais sobre a natureza da [[alma]] e [[Deus]].
 
Dada Lekrhaj era uma pessoa profundamente espiritual com grande inclinação aos valores espirituais, mesmo estando envolvido numa sociedade com crescente apelo a aspectos materiais. Naquele ano, o então joalheiro Dada Lekrhaj tinha sessenta anos de idade quando começou a ter notáveis experiências sobre a identidade do ser, a alma. Estas experiências começaram desde o início a marcar sua vida. Sentia um estado de paz, quietude, amor espiritual e sentimentos de irmandade. Em nenhum momento, adotou a postura dos seres "[[Iluminação (espiritual)|iluminados]]", [[guru]]s, [[sábio]]s, guias espirituais, etc. Proclamava que nenhum ser humano poderia interpretar o papel de Deus, que nenhum ser humano deveria apresentar-se frente aos demais como Deus. Segundo ele, Deus é "a alma suprema", o "oceano de todas as qualidades, do amor, da felicidade, da paz, da verdade, do equilíbrio".
 
Em [[1937]], o grupo inicial que havia se formado mudou-se para [[Karachi]] (agora parte do Paquistão). Brahma Baba fundou um comitê de oito mulheres (a maioria nos seus vinte anos) para administrar o que, mais tarde viria a se tornar a Universidade Espiritual Mundial Brahma Kumaris. Por 14 anos, os alunos experimentaram um treinamento intenso em todos os aspectos de uma vida espiritual baseada em [[vegetarianismo]], [[celibato]], não fumar nem beber [[álcool]], e [[meditação]] regular.<ref>Os alunos da Brahma Kumaris incorporam uma ou várias destas práticas em seu estilo de vida segundo seu próprio entendimento e vontade. Estas práticas nunca se colocam como uma condição obrigatória para estar participando dos cursos e seminários que a BK oferece.</ref>
Em [[1971]], centros permanentes foram estabelecidos no [[Reino Unido]] e em [[Hong Kong]], que desencadearam em seguida uma expansão mundial e um crescimento consistente e progressivo, tanto geograficamente como em número de integrantes.
 
A OBK é uma organização internacional não- governamental (ONG) com status consultivo geral no conselho econômico e social das [[Nações Unidas]] desde [[1998]] e no [[UNICEFFundo das Nações Unidas para a Infância]] desde [[1983]]. Também está afiliada ao departamento de informação pública das Nações Unidas. A Brahma Kumaris provê um marco espiritual e de assessoria no contexto de sua relação com as Nações Unidas, o mesmo que a grupos, [[Movimento social|causas]] e [[Agência governamental|agências]].
 
Na Índia, a Brahma Kumaris se caracteriza particularmente por seus programas de alcance comunitário para aldeias administrados pelo ''J. Wattammull Memorial Global Hospital and Research Center'' (GHRC), onde se atende a comunidade local, e em geral, a todos que necessitem, estabelecido em [[1991]] e localizado em [[Monte Abu]]. Em [[2004]], a Brahma Kumaris estabeleceu um hospital especializado em oftalmologia, o ''G.V. Mody Rural Health Care Centre & Eye Hospital'', em [[Abu Road]]. Os programas e atividades são apoiados pela ''Janki Foundation for Global Health Care'', do Reino Unido, e a ''Fundação Ponto de Vida'' (''Point of Life Foundation'', POL), dos [[EUAEstados Unidos]].
 
Desde o estabelecimento da Organização, as mulheres foram inspiradas e formadas por Brahma Baba a desenvolver suas vidas e tomar papéis diretivos baseados na espiritualidade. Apesar de, nos dias atuais, haver esse maior número de mulheres em cargos de decisão, isso era algo que não se ouvia naquela época – especialmente naquela parte do mundo. Brahma Baba negava, particularmente, o conceito de que apenas os homens podiam alcançar uma vida espiritual elevada através da prática da pureza. Estes princípios diretivos continuam até os dias atuais. Qualquer pessoa, sem importar o [[Género (sociedade)|gênero]], que deseja adotar uma vida espiritual é bem-vinda. Para o indivíduo, o tema central é o estudo e a prática da meditação [[Raja Yoga]].
 
== Sobre a Meditação Raja Yoga ==
A base do estudo da Organização Brahma Kumaris é a meditação Raja Yoga. Assim como existem formas de [[yoga]] que buscam melhorar o [[tônus muscular]] e a mobilidade do corpo físico, a [[Raja Yoga]] lida com organização, transformação e fortalecimento internos das faculdades de pensamento, decisão e traços de personalidade mais sutis.
 
A palavra “yoga”''yoga'' é derivada da raiz ''yog'' em [[sânscrito]] e significa “ligação”"ligação", “união”"união" ou “conexão”"conexão". A palavra ''raja'' significa “soberano”"soberano", “rei”"rei". Portanto, ''Raja Yoga'' significa “o"o rei das uniões”uniões", ou a ligação mental entre a alma humana e o "ser supremo".
 
O Raja Yoga que é comumente conhecido ao redor do mundo foi comparado e sistematizado[[sistema]]tizado por um sábio indiano, [[Patanjali]], por volta de dois mil anos atrás. Também é conhecido como [[Ashtanga Yoga]]; isto é, o ''Yoga de Oito Partes'', referindo-se às oito partes em que está dividido. Apesar de ele enfatizar que o objeto do yoga seja estabelecer a alma em sua natureza verdadeira, elePatanjali atribui pouca importância ao papel principal de [[Deus]] na prática do yoga. Apesar de, em seu [[yoga-sutras]] (tratado sobre o yoga), Deus éser apresentado com um ser especial, o imortal, aquele que não nasce, o professor supremo e original, em nenhum momento Patanjali afirma que o objeto do yoga é forjar uma ligação mental com esta alma suprema. O yoga é, meramente, colocado como uma forma de concentrar e controlar as várias modificações da mente. Para ele, Deus é apenas uma dos muitos objetos possíveis da concentração.
 
Segundo Patanjali, duas das oito partes que desenvolvem a concentração e que são a meta do yoga são ''[[Asana|ásana]]'' (postura física) e ''[[Pranayama|pránáyáma]]'' (controle da respiração). Contudo, existe uma má conceituação de que, a fim de disciplinar a mente, o indivíduo tenha que, primeiro, disciplinar o corpo e controlar os [[sentidos]]. Para aqueles que praticam Rája Yoga, existe a experiência de que, ao primeiro disciplinar o vaguear da mente e estabilizar-se na consciência da verdadeira identidade do ser, automaticamente há o controle sobre os [[órgãos dodos sentido]]sentidos.
 
É um esforço muito pessoal, já que acontece no nível do ser interior. Assim, pode ser praticado por pessoas de qualquer convicção religiosa e até por aqueles sem nenhuma. Afinal de contas, antes de ser um [[cristão]], [[budista]], [[judeu]] ou [[muçulmano]], cada um simplesmente é um ser. A [[meditação]] Raja Yoga opera no nível do ser e de seu relacionamento com Deus.
 
Uma das raízes possíveis da palavra “meditar”"meditar" está no termo [[latim|latino]] ''medire'', que significa “curar”"curar". Todo o processo da meditação Raja Yoga é uma cura interna que envolve a aquisição de poder para largar tudo o que seja negativo na constituição do ser. Também significa “ser"ser capaz de se conhecer e de dialogar consigo mesmo”mesmo". Através da prática, o indivíduo torna-se capaz de falar com o ser interior e desenvolver uma ligação com o ser supremo para a cura do ser. Entende-se que não existe nenhuma fórmula mágica que possa produzir calma mental, mas é um processo de passo-a-passo com três requisitos básicos: entendimento do conhecimento espiritual, prática desse entendimento por meio da meditação e paciência para esperar que os resultados fiquem aparentes.
 
Para as pessoas que praticam de forma regular a meditação Raja Yoga, o estudo se divide em quatro partes ou áreas principais: conhecimento dos aspectos internos e externos da vida humana; a prática da meditação diária; a assimilação consciente das características e dos valores que fomentam um comportamento de qualidade e não-violento; servir a humanidade.
 
{{quote2|''A vida é um dom. As nossas qualidades naturais, como amor, paz, felicidade e harmonia, devem ser compartilhadas com a comunidade, a família e a escola.”''|BK Mohini Panjabi – diretora para as Américas da OBK}}
BK Mohini Panjabi – diretora para as Américas da OBK}}
 
== Projetos Internacionais ==
* ''Só um Minuto'' ([[2006]]): projeto internacional que promove uma mudança pessoal e global mediante a energia de uma mente calma e pacífica começando com a experiência de apenas um minuto. É um movimento em expansão de pessoas que sentem a necessidade de fazer uma pausa e de refletir em meio ao frenético [[estilo de vida]] moderno. Também traz uma oportunidade a todas as pessoas, organizações e instituições do planeta para conectar com um futuro baseado na [[paz]] e na [[harmonia]] entre [[nações]] e [[religiões]].
* ''Vozes de Paz em Movimento'' ([[2003]]-[[2004]]): ciclo de diálogos dedicados à ''Década Internacional de uma Cultura de Paz e Não- Violência para as Crianças do Mundo''.
* ''Imagens e Vozes de Esperança'' ([[1999]]-[[2007]]): uma iniciativa de diálogo mundial que pretende conectar e ampliar a comunidade de jornalistas, artistas e profissionais dos meios de comunicação que entendem seu trabalho na mídia como uma forma de dar à sociedade esperança para o futuro.
* ''Fórum Mundial de ONGs sobre o Envelhecimento'' ([[Madrid]], de [[5 de abril|5]] a [[9 de abril]] de [[2002]]): uma delegação de 30 membros de vários países da UEMBK participou do fórum. A abordagem da Organização Brahma Kumaris se centrou no tema "''Participação, Bem-estar e Plenitude''".
* ''Cooperação Global por um Mundo Melhor'' ([[1988]]): projeto internacional em que participaram 129 países, teve como objetivo aumentar a comunicação e cooperação entre as nações, entre comunidades e indivíduos.
* ''Um Milhão de Minutos de Paz'' ([[1986]]): dedicado ao ''Ano Internacional da Paz das Nações Unidas''. Foram alcançados mais de um bilhão de minutos de paz procedentes de milhares de pessoas em 88 países.
{{Commons|Category:Raja yoga}}
 
{{Referências}}