Abrir menu principal

Alterações

1 606 bytes adicionados ,  15h24min de 29 de julho de 2016
adição da seção TGV
 
=== O primeiro carro com motor turbo ===
Em 1952 a [[Cummins]] inscreveu nas [[500 Milhas de Indianápolis]] um carro de corridas com motor turbodiesel. Como na época as 500 Milhas faziam parte do calendário da [[Fórmula 1]], pode-se dizer que ele foi o primeiro (e único) carro diesel na Fórmula 1 até hoje. O Cummins Diesel Special não venceu a corrida, mas percorreu todas as 500 milhas sem parar nos [[Pit stop|pit stops]]. <ref name="flatout1"></ref><ref name"f1 dicionario">{{cite web|url=http://www.formula1-dictionary.net/turbocharger.html|title=Turbocharger|author=SEAS|publisher=|accessdate=17 de abril de 2016}}</ref>
 
== Funcionamento ==
As blow off valves são ligadas na saída do compressor (lado frio), e são acionadas quando há uma grande mudança na admissão, ou seja quando há uma desaceleração brusca, o acionamento ocorre para que o turbocompressor não sofra uma parada brusca danificando o componente ou a borboleta de aceleração.
Esse tipo de válvula produz o característico apito que veículos preparados produzem quando desaceleram. <ref name="Blowoff1">{{citar web|URL= http://bestcars.uol.com.br/ct2/valvulas.htm |título= Válvula: entenda a função das usadas com turbo |autor= Cartaxo, Iran|data= 13 de julho, 2014|publicado= bestcars.uol.com.br/|acessodata=06/06/2016}}</ref><ref name="deifferentvalves"></ref>
 
== Geometria variável ==
[[File:Geometria variável.gif|thumb|Funcionamento de um turbina de geometria variável]]
A geometria variável é um mecanismo que permite a variar o tamanho interno do compressor (carcaça fria) de forma que a quantidade de ar admitida seja compatível com a faixa de rotação a ser aplicada, essa variação permite reduzir o ''turbo lagging'', por exemplo em baixas rotações o mecanismo fica total ou parcialmente fechado permitindo que o sistema seja pressurizado rapidamente, fazendo com que o carro tenha uma [[aceleração]] rápida em baixas rotações, já em altas rotações o mecanismo fica quase que todo aberto permitindo que a quantidade de ar admitido seja maior evitando uma "[[Limite explosivo|mistura muito rica]]". O sistema é montado sobre um prato ou [[Coroa (engrenagem)|coroa]] que variam a posição de pequenas [[aletas]], essas por sua vez variam o tamanho da câmara de compressão. <ref name="TGV1">{{citar web|URL= http://tudosobreautomoveis.blogs.sapo.pt/9143.html |título= Como funciono o Turbo de Geometria Variável? |autor= |data= 1 de maio, 2010 |publicado= tudosobreautomoveis.blogs.sapo.pt|acessodata= 28/06/2016}}</ref> Esse tipo de mecanismo é geralmente encontrado em motores a [[diesel]], onde a temperatura dos gases de escapamento são menores que a de um [[Ciclo otto|motor a gasolina]], que chegam até 1350° [[Grau Celsius|C]].<ref name="TGV1"></ref>
 
=={{Ver também}}==
412

edições