Abrir menu principal

Alterações

12 bytes adicionados ,  16h55min de 30 de julho de 2016
sem resumo de edição
'''Poliginia''' (do grego ''polýs'': muitas, e ''gyné'': mulher) é um termo utilizado tanto em [[antropologia social]] como em [[sociobiologia]]. Refere-se à prática de um homem de contrair [[matrimônio]] com mais de uma esposa. O homem tem direito a mais de uma esposa, enquanto que as mulheres só podem ter o homem em questão como relação.
 
A poliginia é sustentada por diversos textos dos livros sagrados de [[judeus]], [[cristãos]] e [[muçulmanos]]. Os cristãos reduziram o número de famílias onde ocorria a poliginia gradativamente após as intervenções da [[igreja católica]], por influencia dos hábitos romanos que eram monogamos. No [[Judaísmo]], a poliginia foi proibida pelos rabinos, não por [[Deus]]. O [[rabino]] Gershom ben Judah recebeu o crédito da proibição da poligamia no [[século]] 11.
 
Em biologia, poliginia é o [[hábito]] de algumas espécies pelo qual o [[macho]] possui mais do que uma parceira [[sexual]].
 
== Referências bíblicas ==
Utilizador anónimo