Diferenças entre edições de "Concílio de Constança"

1 byte adicionado ,  23h39min de 31 de julho de 2016
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 193.236.38.65 para a última revisão de Zoldyick, de 17h43min de 11 de novembro de 2013 (UTC))
Quando o concílio foi convocado, havia três papas, todos clamando legitimidade. Alguns anos antes, em um dos primeiros golpes que afectaram o movimento conciliador, os bispos do [[concílio de Pisa]] tinham deposto ambos os papas anteriores e elegido um terceiro papa, argumentando que, em tal situação, um concílio de bispos tem mais autoridade do que um Papa. Isto apenas contribuiu para agravar o cisma.
 
Com o apoio de [[Sigismundo, do Sacro ImperadorImpério Romano-Germânico|Sigismundo]], sacro Imperador romano, o concílio de Constança recomendou que todos os três papas abdicassem, e que um outro fosse escolhido.<ref name="Keeler">Keeler, Helen; Grimbly, Susan. ''101 Coisas Que Todos Deveriam Saber Sobre O Catolicismo''. Editora Pensamento. pp. 48. ISBN 8531514835</ref>
 
Em parte por causa da presença constante do imperador, outros monarcas exigiram que tivessem uma palavra a dizer na escolha do papa. Grande parte da discussão no conselho foi ocupada na tentativa de acalmar monarcas seculares, mais do que em efectuar uma reforma da igreja e da sua hierarquia.