Diferenças entre edições de "Aleijadinho"

2 bytes removidos ,  21h02min de 21 de agosto de 2016
Desfeita a edição 46507070 de 2804:7F1:1586:530:0:0:0:1
(Desfeita a edição 46507070 de 2804:7F1:1586:530:0:0:0:1)
[[Ficheiro:SFrancis-SJdelRei2-CCBYSA.jpg|thumb|left|Retábulo da capela-mor da Igreja de São Francisco em São João del-Rei]]
 
Como [[talha dourada|entalhador]], é documentada a participação de Aleijadinho em pelo menos quatro grandes [[retábulo]]s, como projetista e executante. Em todos eles seu estilo pessoal se desvia em alguns pontos significativos dos modelos barrocos-rococós então prevalentes. O traço mais marcante nessas complexas composições, de caráter e ao mesmo tempo escultórico e arquitetural, é a transformação do arco de coroamento, já sem [[frontão]], substituído por um imponente grupo estatuário, o que segundo Oliveira sugere a vocação primariamente escultórica do artista. O primeiro conjunto foi o projeto da [[capela-mor]] da [[Igreja de São José (Ouro Preto)|Igreja de São José]] em Ouro Preto, datado de 1772, ano em que entrou para a correspondente Irmandade. As obras foram executadas, contudo, por um artesão pouco qualificado, prejudicando o resultado estético. Ainda apresenta um dossel de coroamento, mas já está desprovido de ornamentos e ostenta um grupo escultórico.<ref name="Oliveira, Myriam pp 259-267"/><ref name="Frade"/>
 
O conjunto mais importante é o retábulo da [[Igreja São Francisco de Assis (Ouro Preto)|Igreja de São Francisco de Assis]] em Ouro Preto, onde a tendência de povoar com figuras o coroamento chega ao seu ponto alto, com um grande conjunto escultórico representando as três pessoas da [[Santíssima Trindade]]. Este grupo não apenas arremata o retábulo, mas se integra eficazmente com a ornamentação da abóbada, fundindo parede e teto num vigoroso impulso ascendente. Toda a talha do retábulo tem uma forte marca escultórica, mais do que meramente decorativa, e realiza um original jogo de planos diagonais através dos seus elementos estruturais, o que se constitui num dos elementos distintivos de seu estilo neste campo, e que se repetiu no outro grande conjunto que ele projetou, para a [[Igreja de São Francisco de Assis (São João del-Rei)|igreja franciscana de São João del-Rei]].<ref name="Oliveira, Myriam pp 259-267">[http://books.google.com/books?id=Cw_po7q15qQC&printsec=frontcover&dq=aleijadinho&hl=pt-BR&ei=wLgrTLeZCYaKlwe0ovGrCQ&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=2&ved=0CCkQ6AEwAQ#v=onepage&q=aleijadinho&f=false Oliveira, Myriam. pp. 259-267]</ref><ref name="Frade">Frade, Gabriel. [http://books.google.com/books?id=PM_zVH5mD68C&pg=PT70&dq=aleijadinho+capela+mor+francisco+preto&hl=pt-BR&ei=QkwvTJuqDsKEuAeekeXnAg&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=5&ved=0CDwQ6AEwBA#v=onepage&q=aleijadinho%20capela%20mor%20francisco%20preto&f=false ''Arquitetura sagrada no Brasil: sua evolução até as vésperas do Concílio Vaticano II'']. Edições Loyola, 2007. pp. 70-71</ref>