Abrir menu principal

Alterações

147 bytes adicionados ,  18h35min de 22 de agosto de 2016
Para garantir que a raiz existe e seja única temos de verificar os seguintes [[teorema]]s:
 
1) Seja <math>f(x) \in C[a,b]</math>. Se <math>f(a)*f(b)< 0</math>, então existe pelo menos um <math>x \in \left]a,b\right[</math> tal que <math>f(x)=0</math>.
 
2) Seja <math>f(x) \in \left[a,b\right]</math>. Se <math>f'(x)</math> existe e tem [[sinal]] constante em ]<math>\left[a,b[\right]</math> então f não pode ter mais de um zero em ]<math>\left[a,b[\right]</math>.
 
Um dos métodos numéricos para o cálculo de zeros num [[intervalo (matemática)|intervalo]] é o método da [[bissecção]]. Este método consiste na divisão do intervalo em dois. Haverá um intervalo em que o zero estará e outro não. Para o localizarmos usamos o teorema 1. Rejeitamos o intervalo que não tem o zero e ficamos com o subintervalo que tem o zero. Repetimos este procedimento o número de vezes necessárias de modo a obtermos um erro inferior ao pretendido.
Utilizador anónimo