Diferenças entre edições de "Fariseus"

4 bytes adicionados ,  20h45min de 25 de agosto de 2016
m (Foram revertidas as edições de 189.127.251.104 (usando Huggle) (3.1.19))
Etiqueta: Edição via aplic. móvel
A origem mais próxima do nome ''fariseu'' está no [[latim]] ''pharisaeus'', que por sua vez deriva do [[língua grega antiga|grego antigo]] ϕαρισαῖος, assentado no hebraico פרושים ''prushim''. Esta palavra vem da raiz ''parash'' que basicamente quer dizer "separar", "afastar". Assim, o nome ''prushim'' ou ''perushim'' é normalmente interpretado como "aqueles que se separaram" do resto da população comum para se consagrar ao estudo da [[Torá]] e das suas tradições. Todavia, sua separação não envolvia um ascetismo, já que julgavam ser importante o ensino à população das escrituras e das tradições dos pais.
 
A origem mais provável dos ''perushim'' é que tenham surgido do grupo religioso judaico chamado [[hassidim]] (''os piedosos''), que apoiaram a revolta dos [[macabeus]] (168-142 a.C.) contra [[Antíoco IV Epifânio]], rei do [[Império Selêucida]], que incentivou a eliminação de toda cultura não-grega através da assimilação forçada e da proibição de qualquer fé particular. Uma parte da aristocracia da época e dos círculos dos sacerdotes apoiaram as intenções de Antíoco, mas o povo em geral, sobem cima a liderança de Yehudah Makkabi ([[Judas Macabeu]]) e sua família revoltou-se.
 
Os judeus conseguiram vencer os exércitos helênicos e estabelecer um reino judaico independente na região entre [[142 a.C.]]- [[63 a.C.]], quando então foram dominados pelos romanos. Durante este período de 142-63 a.C., a família dos macabeus estabeleceu-se no poder e iniciou uma nova dinastia real e sacerdotal, dominando tanto o poder secular como o religioso. Isto provocou uma série de crises e divisões dentro da sociedade israelita da época, visto que pela suas origens os Macabeus (também conhecidos pelo nome de família como ''Asmoneus'') não eram da linhagem de [[Davi]], não podendo assim ocupar o trono de [[Israel]], e também não eram da linhagem sacerdotal araônica.
Utilizador anónimo