Diferenças entre edições de "Vértice (teoria dos grafos)"

1 byte adicionado ,  21h06min de 29 de agosto de 2016
Legenda da Imagem, O vértice pendente é o da estrema esquerda e não direita (Vértice pendente é o vértice de numero 6 )
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(Legenda da Imagem, O vértice pendente é o da estrema esquerda e não direita (Vértice pendente é o vértice de numero 6 ))
{{nota:|Para outros usos veja [[Vértice]]}}
 
[[Ficheiro:6n-graf.svg|thumb|Um grafo com 6 vértices e 7 arestas onde o vértice da extrema-direitaesquerda é um '''vértice-folha''' ou um '''vértice-pendente'''.]]
 
Em [[teoria dos grafos]], um '''vértice''' (plural '''vértices''') ou '''nó''' é a unidade fundamental da qual os grafos são formados: um [[Grafo|grafo não dirigido]] consiste de um conjunto de vértices e um conjunto de arestas (pares de vértices não ordenados), enquanto um [[Quiver|digrafo]] é constituído por um conjunto de vértices e um conjunto de arcos (pares ordenados de vértices). Do ponto de vista da teoria dos grafos, vértices são tratados como objetos inexpressivos e indivisíveis, embora possam ter uma estrutura adicional, dependendo da aplicação a partir da qual surge o grafo; por exemplo, uma [[rede semântica]] é um grafo no qual os vértices representam conceitos ou classes de objetos.
Utilizador anónimo