Abrir menu principal

Alterações

15 bytes adicionados, 01h43min de 30 de agosto de 2016
sem resumo de edição
|ch = macl
}}
D. '''Albino Mamede Cleto''' ([[Manteigas]], [[3 de Março]] de [[1935]] — [[Coimbra]], [[15 de Junho]] de [[2012]]) foi um [[bispo]] [[Igreja Católica|católico]] [[Portugal|português]].
 
== Biografia ==
Foi nomeado [[bispo-auxiliar]] de [[Patriarcado de Lisboa|Lisboa]] a [[6 de Dezembro]] de [[1982]], com o título de [[Diocese de Elvira|Elvira]] pelo [[Papa João Paulo II]]. A sua ordenação espiscopal decorreu a [[22 de Janeiro]] de [[1983]] no [[Mosteiro dos Jerónimos]] onde foi ordenado por D. [[António Ribeiro]], [[Cardeal-Patriarca|cardeal-patriarca]] de [[Patriarcado de Lisboa|Lisboa]], por D. [[João Alves]], [[bispo]] de [[Diocese de Coimbra|Coimbra]] e por D. [[José da Cruz Policarpo]], [[bispo-auxiliar]] de [[Patriarcado de Lisboa|Lisboa]]. A [[29 de Outubro]] de [[1997]] foi nomeado [[Bispo-coadjutor]] de [[Coimbra]], onde tomou posse a [[11 de Janeiro]] de [[1998]] e assumiu o governo da [[Diocese de Coimbra]] e 29.º [[Conde de Arganil]] de juro e herdade a [[14 de Março]] de [[2001]] por resignação de D. João Alves.
 
[[Dom (título)|D.]] Albino Cleto foi também presidente da Comissão Episcopal dos Bens Culturais da Igreja e vogal da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais.
 
Aos [[28 de Abril]] de [[2011]] teve a sua renúncia aceite, por limite de idade, por [[Sua Santidade]] o [[Papa Bento XVI]]<ref>[http://press.catholica.va/news_services/bulletin/news/27320.php?index=27320&po_date=28.04.2011&lang=po], ''Rinunce e Nomine'', 28.04.2011</ref>. Desde essa data foi [[Administrador Apostólico]] da [[diocese de Coimbra]] e a partir de [[10 de Julho]] de [[2011]] tornou-se [[Bispo-emérito|Bispo Emérito]] da [[diocese de Coimbra]]. Continuou a exercer o seu cargo de vogal na Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade.
Utilizador anónimo