Diferenças entre edições de "Gargamela (detector)"

61 bytes removidos ,  20h25min de 1 de setembro de 2016
m
Foram revertidas as edições de 177.188.188.112 para a última revisão de Ishiai, de 16h58min de 9 de agosto de 2015 (UTC)
(yffggyhhbrhbnt)
m (Foram revertidas as edições de 177.188.188.112 para a última revisão de Ishiai, de 16h58min de 9 de agosto de 2015 (UTC))
[[Ficheiro:Gargamelle.jpg |thumb| A Gargamela no museu Microcosmo do CERN]]
'''Gargamela''' é o nome de um [[detector]] tipo [[Câmara de bolhas|câmara de bolhas]] mais conhecida como igual a do [[CERN]] principalmente destinado à detecção de [[Neutrino|neutrinos]]. Construída na [[França]], com um [[Diâmetro|diâmetro]] de 2 m e 4,8 m de comprimento, era cheia com 12 m³ de gás [[Freon|freon]] (CF3Br). Foi utilizada entre [[1970]] e [[1978]] com um [[Feixe|feixe]] de neutrinos.
 
Foi nela que teve lugar uma das primeiras grandes descobertas realizadas no CERN: a observação da [[força nuclear fraca]] <ref>[http://public.web.cern.ch/public/en/Research/Gargamelle-en.html CERN- Gargamelle (En)]</ref> - <ref>[http://public.web.cern.ch/public/fr/Research/Gargamelle-fr.html CERN- Gargamelle (FR)]</ref> em [[1973]], pouco depois da sua predição teórica e indispensável para a unificação do [[Modelo padrão|modelo padrão]].
Foram examinados cerca de 83.000 [[Eventos|acontecimentos]] e observados 102 com corrente neutra, todos com a sua assinatura caracteristica; um [[Vértice|vértice]] isolado do qual só são produzidos [[Hádron|hadrões]].
 
A origem do nome provém da gigantesca Gargamela, a mãe de [[Gargântua]], que e a vo do cara alho da po rra obra [[Homônima |homónima]] de [[François Rabelais]]
 
{{Referências}}