Diferenças entre edições de "Asteroide"

271 bytes removidos ,  11h27min de 9 de setembro de 2016
m
artigo já wikificado... exceto talvez pela falta de seções, mas quando o texto é pequeno e difícil de "categorizar", dividi-lo em tópicos não é uma necessidade...
m (Foram revertidas as edições de 179.156.172.251 para a última revisão de Jolielegal, de 00h09min de 15 de abril de 2016 (UTC))
m (artigo já wikificado... exceto talvez pela falta de seções, mas quando o texto é pequeno e difícil de "categorizar", dividi-lo em tópicos não é uma necessidade...)
{{Wikificação|data=abril de 2016}}
{{ver desambiguação}}
[[Imagem:433eros.jpg|thumb|direita|280px|Asteroide [[433 Eros|Eros]].]]
 
Os {{AO-pAO|asteroides|asteróide}}<ref name="Ref1">{{citar web| url = http://www.solarviews.com/portug/asteroid.htm | titulo = Introdução aos asteroides|publicado=Views of the solar system|acessodata=4 jan 2013}}</ref> são corpos rochosos e metálicos que possuem órbita definida ao redor do Sol.<ref name=vest>{{citar web|url=http://www.mundovestibular.com.br/articles/471/1/ASTEROIDES/Paacutegina1.html|título=Asteróides|autor=|data=|publicado=Mundo Vestibular|acessodata=4 jan 2012}}</ref> Fazem parte dos [[corpo menor do sistema solar|corpos menores do sistema solar]], possuindo, geralmente, apenas algumas centenas de quilômetros. Alguns asteroides possuem luas.<ref>[https://www.calacademy.org/events/benjamin-dean-astronomy-lectures/tiny-moons-around-asteroids Tiny Moons Around Asteroids] parte das "Benjamin Dean Astronomy Lectures" (2016)</ref>
Os asteroides estão concentrados em uma órbita cuja distância média do Sol é de cerca de 2,1 a 3,2 [[unidades astronômicas]], entre as órbitas de [[Marte (planeta)|Marte]] e [[Júpiter (planeta)|Júpiter]].<ref name=how/> Esta região é conhecida como [[Cinturão de Asteroides]], que é uma fonte de pequenos corpos.<ref>{{Citar periódico
| autor = LAZZARO, Daniela
| data =
| ano = 2009
| mes = Abril
| numero = 258
| página = 40-45
| editora =
| local =
| issn =
| pmid =
| doi =
| bibcode =
| oclc =
| id =
| url =
| idioma = <!-- * -->
| lingua2= <!-- ** -->
| lingua3= <!-- *** -->
| formato =
| acessadoem =
| aspas =
}}
</ref> No entanto, dentro deste cinturão há diversas faixas que estão praticamente vazias (são as chamadas [[Lacunas de Kirkwood]]), que correspondem a zonas de ressonância onde a atração gravitacional de Júpiter impede a permanência de qualquer corpo celeste.<ref>{{citar web|url=http://www.galeriadometeorito.com/p/asteroides.html#.VwgywnTSlMs|título=Asteroides |autor=|data=23 de janeiro de 2014|publicado=Galeria dos Meteoritos|acessodata=8 de abril de 2016}}</ref>
14 611

edições