Diferenças entre edições de "António José de Ávila"

1 byte adicionado ,  00h57min de 15 de setembro de 2016
m
sem resumo de edição
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m
Após o fim da guerra ([[1834]]), foi eleito pela primeira vez para as [[Cortes]], pelo círculo dos Açores; durante 26 anos consecutivos, foi deputado da Nação ao Parlamento.
 
Em termos ideológicos, Ávila aproximou-se da facção mais conservadora dentro do liberalismo portguêsportuguês, o ''[[Cartista|cartismo]]'', tornado-se oposição ao governo progressista que tomou o poder em Setembro de [[1836]], na sequência da [[Revolução de Setembro]].
 
Com o fim dos ciclo de governos setembristas (com a subida ao poder, pela primeira vez, do cartista [[Joaquim António de Aguiar]], em [[1841]]), Ávila tornou-se ministro das Finanças, cargo que manteve durante os governos de [[António Bernardo da Costa Cabral|Costa Cabral]] e do [[Duque da Terceira]]. Só com a subida ao poder de [[Duque de Saldanha|Saldanha]], abandonou o governo. Em 1857, no primeiro governo do [[Duque de Loulé]], voultou a assumir a pasta da Fazenda.