Concertina: diferenças entre revisões

600 bytes adicionados ,  12h31min de 15 de setembro de 2016
Existia uma opinião mal formada e um facto explicado de uma forma básica, com um desconhecimento parcial da realidade face ao artigo.
(rearranjo de informações)
(Existia uma opinião mal formada e um facto explicado de uma forma básica, com um desconhecimento parcial da realidade face ao artigo.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
 
A concertina é um instrumento diatónico no qual, ao abrirmos o fole pressionando um botão, obtemos uma [[nota musical]] e, ao carregar no mesmo botão mas a fechar o fole, teremos outra nota.
Em Portugal, este instrumento é predominante no foclore nacional. De facto existem varios métodos de ensino da concertina, mas há opiniões diversas acerca destes. O ensino recorrendo a pautas musicais é cada vez mais usado, mas predomina ainda um ensino mais tradicional, passado de geração em geração, onde também o tocador utiliza canções que já ouvira antes ou gravações de [[música folclórica]].
Em Portugal, há vários métodos de ensino da concertina, há quem diga até que a concertina não se pode aprender com notas musicais, opinião esta que está completamente errada, porque a concertina contém maioria das sonoridades reproduzidas pelas notas musicais.
A concertina contém maioria das sonoridades reproduzidas pelas notas musicais, pelo que é possível tocar as mais diversas pautas musicais, mas grande parte das peças musicais foclóricas não estão registradas em pautas. Também existem certas músicas que são próprias de uma certa região e variações nas próprias, ficando algumas ao critério do tocador ou grupo musical escolher qual ou quais para incluir nas suas músicas e reportório.
 
== Origem da concertina ==
Utilizador anónimo