Diferenças entre edições de "Graf"

12 bytes removidos ,  23h18min de 18 de setembro de 2016
ajustes
(ajustes)
}}
 
'''''Graf''''' é um [[título de nobrezanobiliárquico]] histórico [[Nobreza alemã|alemão]]germânico, equivalente genérico ao '''[[conde]]''' (derivado do ''[[comes]]'' [[latim|latino]], e com uma história própria) e ao ''[[earl]]'' [[Grã-Bretanha|britânico]] (título [[Anglo-saxões|anglo-saxão]] similar ao ''[[jarl]]'' [[vikings|viking]]). Imediatamente superior a ''[[freiherr]]'' ("[[barão]]") e inferior a ''[[raugrave|raugraf]]'',. suaSua origem é incerta; [[Paulo, o Diácono]] escreveu (em latim) por volta de [[790]]: "o conde dos [[bávaros]], que eles chamam ''gravio'', que governava [[Bolzano|Bauzano]] (''Bauzanum'', atual Bolzano) e outras praças-forte…";<ref>''[[Historia gentis Langobardorum]]'', V.xxxvi</ref> isto leva a crer que o termo seja de origem [[Línguas germânicas|germânica]], embora uma associação com o termo grego ''graphēin'' ("escrever") já tenha sido sugerida.
 
Desde agosto de [[1919]], na [[Alemanha]], ''Graf'' e todos os outros títulos passaram a ser considerados como parte integrante do sobrenome dos titulares e de seus descendentes que ainda residiam na Alemanha.<ref>Segundo o artigo 109 da [[Constituição de Weimar#Seção 1: O Indivíduo|Constituição de Weimar]], criada na fundação da [[República de Weimar]], em decorrência da dissolução do [[Império Alemão]] em 1918.</ref> O título [[conde|condal]] ''Graf'' também era utilizado, então, por falantes do [[Língua alemã|alemão]] (tanto como [[língua oficial]] quanto [[vernáculo]]) na [[Áustria]] e em outras terras dominadas pelos [[Habsburgo]] (como a [[Hungria]] e as terras [[Eslavos|eslavas]]), em [[Liechtenstein]] e boa parte da [[Suíça]].
 
Primeiramente, até o {{séc|XV}}, um ''graf'' obrigatoriamente exercia autoridade ou jurisdição sobre um território conhecido como um ''Grafschaft'', literalmente '''condado''', mas após esta data o título passou a ser usado apenas como grau de [[nobreza]].
 
Os [[Título nobiliárquico|títulos nobiliárquicos]] de ''graf'' (conde) agraciadosconcedidos na primeira metade do [[Sacro Império Romano-Germânico]] (962-1806), frequentemente estavam relacionados à jurisdição ou a autoridade sobre um território, ou ao exercício de alguma função pública e representavam concessões especiais, tanto em termos de autoridade quanto de posição. Após o {{séc|XV}}, membros da [[nobreza]] receberam o título de ''graf'' mas sem que lhe estivesse adstrita qualquer função pública, somente como grau de nobreza. Apenas os títulos nobiliárquicos mais importantes permanecem em uso até a actualidade.
 
'''Gräfin''' é a sua forma no [[feminino]].
=== Landegrave ===
[[Imagem:LandgrafKrone.png|thumb|upright=1.0|Coroa de ''landegrave'']]
''Landegrave'' (do [[Língua alemã|alemão]] ''Landgraf'') foi um título nobiliárquico usado por vários [[Conde|condes]] do [[Sacro Império Romano -Germânico]] desde o {{séc|XII}}. Os landegraves da [[Alta Alsácia|Alta]] e da [[Baixa Alsácia]], assim como os de [[Breisgau]], adquiriram o título porque os seus condados correspondiam aos antigos condados dado época[[Império carolíngiaCarolíngio]]. Havia ainda landegraves da [[Turíngia]] e de [[Hesse]]. Dava-se ainda o título de ''landegrave'', a magistrados que faziam justiça em nome do [[Anexo:Lista de imperadores do Sacro Império Romano-Germânico|imperador]].
 
Os termos originais latinos eram ''comes provincialis'', ''comes patriae'', ''comes terrae'', ''comes magnus''.
 
=== ''Reichsgraf'' e ''Gefürsteter Graf'' ===
Um ''Reichsgraf'' era um nobre cujo título de "conde" era conferido ou confirmado pelo [[Anexo:Lista de imperadores do Sacro Império Romano-Germânico|imperador]] do [[Sacro Império Romano-Germânico]], e significa "conde imperial", i.e., um conde do Sacro Império. Desde a época [[Feudalismo|feudal]] qualquer conde cujo território estava dentro do império e sob a jurisdição imediata (''Reichsfreiheit'') do imperador com um voto compartilhado no [[Reichstag (Sacro Império)|Reichstag]] veio a serfoi considerado membro da nobreza superior (''Hochadel'') na Alemanha, entre os príncipes (''Fürsten'') duques (''Herzog|Herzöge''), [[Príncipe-eleitor|eleitores]], e o próprio imperador.<ref name="Velde">{{cite web|url= http://www.heraldica.org/topics/national/hre.htm#Evolution|title= Heraldica.org|accessdate= 2008-03-04|last= Velde|first= François|date= 2008-02-13|work= The Holy Roman Empire}}</ref> Um conde que não era um ''Reichsgraf'' era provavelmente um dono legal de um [[feudo]] (''Afterlehen'') - ele estava sujeito à autoridade imediata de um príncipe do império, tal como um duque ou príncipe eleitor.
 
Porém, os imperadores ocasionalmente outorgavam o título de ''Reichsgraf'' a súditos e estrangeiros que não possuíam e não recebiam territórios imediatos - ou, às vezes, território algum.<ref name="Velde"/> Tais títulos eram puramente honoríficos.
 
Em português, ''Reichsgraf'' é usualmente traduzido simplesmente como "conde" e é combinado com um sufixo territorial (ex.: [[Conde da Holanda]], [[Reuss (estado)|Conde Reuss]]), ou um sobrenome [[Fugger|Conde Fugger]], [[Maximilian Ulysses Browne|Conde von Browne]]. Mas, mesmo depois da abolição do Sacro Império Romano-Germânico em 1806, os ''Reichsgrafen'' mantiveram procedência acima dos demais condes na Alemanha. Aqueles que tiveram [[imediatidade imperial]] sob a [[Mediatização Alemã]] retiveram, até 1918, status e privilégios equivalente aos membraos da [[dinastia]] reinante.
 
Um ''gefürsteter Graf'' ("conde principesco") é um ''Reichsgraf'' de nível principesco, mas não de título, pelo imperador.
Notáveis ''Reichsgrafen'':
* [[County of Castell|Castell]]
* [[Fugger (família)|Fugger]]
* [[Conde de Henneberg|Henneberg]], um título incorporado à dignidade imperial
* [[Casa de Leiningen|Leiningen]]
* [[Casa de Nassau-Weilburg|Nassau-Weilburg]] desde 26 de setembro de 1366 (previamente apenas ''Graf'')
* [[Pappenheim (state)|Pappenheim]]
* [[CoondeConde de Stolberg|Stolberg]]
* [[Tirol (estado)|Conde de Tirol]] como domínio da coroa [[Império Austríaco|austríaca]]
 
Uma lista completa de ''Reichsgrafen'' em 1792 pode ser encontrada na [[Anexo:Lista de participantes do Reichstag (1792)|Lista de participantes do Reichstag (1792)]].
 
=== Rhinegrave ===
40 101

edições