Diferenças entre edições de "Doença não transmissível"

7 bytes removidos ,  02h19min de 24 de setembro de 2016
m
Foram revertidas as edições de 179.155.231.202 para a última revisão de Belanidia, de 16h42min de 4 de novembro de 2014 (UTC)
(doencas cronicas)
m (Foram revertidas as edições de 179.155.231.202 para a última revisão de Belanidia, de 16h42min de 4 de novembro de 2014 (UTC))
=== Uma '''doença não-transmissível''' ou '''DNT'''; doenças não infecciosas; doenças crônicas não transmissíveis; doenças crônico degenerativas são terminologias usadas para definir grupos de patologias caracterizadas pela ausência de microrganismos, ou seja é uma [[doença]] não [[doença infecciosa|infecciosa]], como também pelo longo curso clínico e irreversibilidade. ===
 
Czeresnia,<ref>Czeresnia, Dina. Do contágio à transmissão, ciência e cultura na gênese do conhecimento epidemiológico. RJ, Fiocruz, 1997</ref> utilizando o conceito de Fabre<ref>Fabre G. La notion de contagio au regard du sida, ou comment intèrferent logiques sociales et catégories médicales. Sciences Sociales et Santé, XI (1):5-32, mars, 1993.</ref> sobre a transmissão de doenças que orienta a formulação de um discurso preventivo assim como a constituição de normas e leis que buscam definir direitos, deveres e argumentos em oposição a atitudes hostis e irracionais contra os doentes e grupos sociais mais atingidos, a exemplo da hanseníase ([[lepra]]) no passado e [[SIDA]] e [[tuberculose]] em nossos dias. Considera que este, ao definir as formas específicas em que um agente etiológico da doença passa de um indivíduo para outro, construiu uma racionalidade capaz de romper com o medo difuso associado à velha noção de contágio incorporando progressivamente as conquistas da epidemiologia, sobre a susceptibilidade dos hospedeiros e constituição epidêmica.