Princípio da dignidade da pessoa humana: diferenças entre revisões

Desfeita a edição 46899407 de MARCELO GOES
(Desfeita a edição 46899407 de MARCELO GOES)
[[Categoria:Princípios do direito]]
 
 
 
 
 
Em outubro de 2012 uma mulher brasileira de 61 anos, casada com um homem de
55 anos, deu a luz a um casal de gêmeos em Santos (SP). A mulher desde 1992 era
acompanhada pelo médico Orlando de Castro Neto e tentava engravidar sem
sucesso. Inicialmente tentou engravidar pelos métodos naturais, mas não conseguiu.
Após, foi submetida a duas tentativas de reprodução assistida que também restaram
frustradas. Chateada, resolveu candidatar-se à adoção, mas foi rejeitada em razão
da idade. Então, ainda em busca do sonho de ser mãe, passados dez anos, submeteuse
novamente a uma das técnicas de fertilização ?in vitro? (utilizando embriões
excedentes da primeira tentativa) que, desta vez, foi realizada com sucesso.
[[de:Menschenwürde]]
[[es:Dignidad humana]]
16 468

edições