Diferenças entre edições de "Terceira Guerra Púnica"

2 bytes removidos ,  19h20min de 12 de outubro de 2016
(fontes)
Entre 149 e 147 a.C. os romanos foram incapazes de vencer os cartagineses: as muralhas da cidade eram muito altas para serem escaladas, por isso os romanos tiveram que abrir fendas, nas quais eram surpreendidos por um enorme contingente de soldados cartagineses.
 
Entretanto, no ano 147 a.C. um novo general foi designado para a guerra na África: Públio Cornélio Cipião Emiliano, considerado um dos melhores generais da época e neto adotivo de Cipião, o Africano, que tinha derrotado '''[[Aníbal''']] na 2ª Guerra Púnica.
 
Cipião Emiliano cercou completamente a cidade de Cartago, impedindo seu abastecimento: os cartagineses, sem acesso a alimentos e água, começaram a adoecer. Sem forças para proteger as fendas abertas em suas muralhas pelos aríetes romanos, Cartago foi invadida pelas tropas romanas na primavera de 146 a.C. Mesmo assim, por quase uma semana os habitantes de Cartago resistiram aos romanos.