Abrir menu principal

Alterações

47 180 bytes adicionados ,  22h38min de 13 de outubro de 2016
Acrescentei da Wikipedia Italiana
Os Saboia inicialmente foram soberanos de um [[condado]], a partir do [[século X]], e detinham o [[título nobiliárquico]] de [[conde]], sendo elevados a [[duque]]s de Saboia em [[1416]], mas continuaram a governar o mesmo território.
 
==História As origens  ==
Os poucos documentos sobre as origens da Casa de Sabóia está sujeita a várias interpretações, e desde o tempo de [[Amedeo VIII di Savoia|Amadeus VIII]] ([[XV secolo|século XV]] ), até o [[XIX secolo|século XIX]] foram sempre concebido de critérios de justificação política, com o apoio de [[Genealogia|genealogistas]]<nowiki/>complacentes.
{{Artigo principal|Condado de Saboia|Ducado de Saboia|Reino da Sardenha|Risorgimento}}
* No início, era necessária para justificar o título de duque obtido precisamente pela Amadeus VIII em [[1416]] : em seguida, ele encontrou um escritor - o ''cronista'' medieval '''Jean d'Ormeville''' , que viveu no [[XV secolo|século XV]] - o que fez descer a Casa de Sabóia pelo imperador [[Ottone II di Sassonia|Otto II de Saxony]] .
[[Ficheiro:Italia 1494-es.svg|miniaturadaimagem|Estados italianos em 1494]]
* No século seguinte, no entanto, os interesses políticos da dinastia estavam ligadas à sua posição dentro de todos "[[Sacro Romano Impero|Império]] e encontrou outros estudiosos ( '''G. Botero''' , '''G. Monod'''e, especialmente, '''Guichenon''' ), mantendo a tradição Saxon, eles fizeram traçar as origens a família até mesmo para[[Vitichindo|Widukind]] , o defensor árduo da independência [[Sassoni|saxões]] contra[[Carlo Magno|Carlos Magno]] .
Em 1720, [[Vítor Amadeu II de Saboia]], tornou-se [[Lista de reis da Sardenha|rei da Sardenha]] assim como a sua descendência. O seu descendente [[Vítor Emanuel II da Itália|Vítor Emanuel II]] tornou-se o primeiro [[Lista de reis da Itália|rei da Itália]] <ref>Os primeiros a usar o título de rei da Itália foram os soberanos [[lombardos]] dos quais deriva a a tradição de coroação em [[Pavia]], então capital do [[reino Lombardo]], com a [[Coroa de Ferro]]. A estes seguiram-se os soberanos [[Dinastia carolíngia|carolíngios]] [[Berengário II da Itália|Berengário]] e [[Arduíno da Itália|Arduíno d'Ivrea]]. Depois o título foi incorporado pelos soberanos do [[Sacro Império Romano-Germânico]] que o associaram ao título imperial. A coração continuou a ser em Pavia. Caído depois em desuso, o título foi novamente usado por [[Napoleão Bonaparte]], que foi coroado com a [[Coroa de Ferro]] na [[Catedral de Milão]], em [[26 de maio]] de [[1805]].</ref>[[Risorgimento|unificada]] em 1861.
* Mais tarde, orientatasi a política Savoy para a " [[Italia|Itália]] , houve interesse em demonstrar a origem italiana da casa Savoy; por vários estudiosos ( [[Gian Francesco Galeani Napione|'''GF Napione''']] no [[XVIII secolo|século XVIII]] , '''[[Luigi Cibrario|Louis Cibrario]]''' no século XIX e outros) virou as suas atenções para o último governante do [[Regno d'Italia (781-1014)|Reino de Itália]] dos ' [[Alto Medioevo|Idade das Trevas]] e, embora com variações de soluções de detalhe, eles encontraram o protótipo em [[Berengario II d'Ivrea|Berengário II d'Ivrea]] . Estes tinham sido deposto por [[Ottone I di Sassonia|Otto I]] em [[961]] , assim que ele foi vítima de que a família a partir do qual uma vez que o Savoy acreditava ou queria descer.
* Uma solução local, Borgonha, criado por '''[[Domenico Carutti]]''' no[[XIX secolo|século XIX]] e com base na existência de um par de Amedeo e Umberto, é igualmente hipotética.
* No [[XX secolo|século XX]] origem em vez foi procurado ou Dynasty [[Provenza|Provençal]]<nowiki/>conectado a um Carolíngio ( '''CW Previte Orton''' , '''baudi de Vesme''' ,'''F. Gabotto''' e outros) ou para uma família de [[Vienne (Francia)|vienense]] descendente na linha feminina, de [[Lotario II di Supplimburgo|Lotário II]] da [[Lotaringia|Lotaríngia]] , mesmo -lhe um carolíngio ( '''G. de Manteyer''' ).
 
== Condes de Savoia ==
O reinado da Casa de Saboia em Itália terminou em 13 de junho de 1946, com um [[referendo]] no qual os italianos escolheram a [[república]] como a sua forma de [[Estado]]. Segundo a constituição da [[Itália|República Italiana]], os descendentes titulares da Casa de Saboia do [[sexo masculino]] ficavam proibidos de entrar em Itália. Só em 2002, essa disposição foi alterada e os membros titulares da família foram autorizados a entrar e permanecer no país.
{| class="wikitable"
|
|''O mesmo tema em detalhe: '''[[Condado de Saboia|Condado de Savoy]]''''' .
|}
Essas supostas origens eram hoje rejeitado pelos principais estudiosos (F. Cognasso, [[Maria José da Bélgica]] , esposa de [[Umberto II di Savoia|Umberto II]] ), bem como suposições. O único ponto de partida da dinastia segura é o [[Conte|conde]] [[Umberto I Biancamano|Humbert I]](d. [[1048]] ), que, já senhor dos municípios de Savoy (1003), de [[Belley]] , [[Sion (Svizzera)|Sion]] e [[Aosta]] , a desintegração do [[Regno di Borgogna|reino de Borgonha]] ( [[1032]] ) é I ficou do lado de [[Corrado II il Salico|Conrad II]] , a obtenção de um prémio County [[Moriana]] em [[Isère|Val d'Isere]] e[[Chiablese]] (cerca de [[1034]] ).
 
Ele foi bem sucedido por seus filhos [[Amedeo I di Savoia|Amedeo eu]] disse Coda (d Ca.. [[1051]] ) e [[Oddone di Savoia|Odo]] (que morreu em [[1060]] , é o fundador do Savoy em [[Italia|Itália]] <sup>[[Casa Savoia#cite note-4|[4]]]</sup> ), que, se casar com [[Adelaide di Susa|Adelaide de Susa]] , a filha e herdeira de [[Olderico Manfredi II|Ulric Manfred II de Turim]] - senhoras de [[Torino]] , [[Susa (Italia)|Susa]] , [[Ivrea]] , [[Pinerolo]] e [[Caraglio]] - expandiu seus domínios em [[Piemonte|Piedmont]] . A partir dele nasceram [[Berta di Savoia|Berta]] ( [[1051]] - [[1087]] ) e [[Adelaide di Susa|Adelaide]] (d. [[1079]] ), respectivamente futuras esposas de [[Enrico IV di Franconia|Henry IV]] e [[Rodolfo di Svevia|Rudolf de Rheinfelden]] , e os sucessores de [[Pietro I di Savoia|Pedro I]] (ca. [[1048]] - [[1078]] ) e [[Amedeo II di Savoia|Amadeus II]] (. D [[1080]] ) que exerceu mas mais do que qualquer outra coisa potência nominal, desde que o governo real do [[Stato|estado]] permaneceu nas mãos firmes de Adelaide até sua morte.
A família Saboia foi a proprietária do [[Santo Sudário]] entre 1453 e 1983. Habitaram vários [[palácio]]s, que foram denominados como as antigas [[residências da Casa de Saboia]].
 
The Crown, em seguida, passou na linha masculina direta:
* [[Umberto II di Savoia (conte)|Umberto II]] do Reinforced (d. [[1103]] que viu usurpar muitos dos territórios piemonteses de rebeldes e pretendentes ao legado de Adelaide);
* [[Amedeo III di Savoia|Amedeo III]] (ca. [[1094]] - [[1148]] ), cuja irmã [[Adelaide di Savoia (1092-1154)|Adelaide]] ( [[1092]] - [[1154]] ) casou-se em [[1115]] o [[Sovrani di Francia|rei francês]] [[Luigi VI di Francia|Louis, o Gordo]] e cuja filha Matilda (ou Mafalda;. M [[1158]] ) era casada com [[Alfonso I del Portogallo|Alfonso I de Portugal]] (cerca de [[1146]] );
* [[Umberto III di Savoia|Umberto III]] Beato ( [[1136]] - [[1189]] ), ferozmente avessos [[Federico Barbarossa|Barbarossa]] e, portanto, colocar aviso do Império;
* finalmente, para [[Tommaso I di Savoia|Thomas I]] ( [[1178]] - [[1233]] ), que, nomeado vigário imperial de [[Federico II di Svevia|Frederick II]] ( [[1225]] ), começou a restaurar os domínios de linhagem em Piedmont e posses expandiu para além dos Alpes.
Com a morte de Tommaso I antagonismos longo sinuoso entre os membros da família levou ( [[1233]] ) para a divisão de bens entre [[Amedeo IV di Savoia|Amedeo IV]] (ca. [[1197]] - [[1253]] ) - que realizou, além do domínio direto sobre mercadorias através dos Alpes, a superioridade feudal e o título de [[Contea di Savoia|conde de Sabóia]] - e [[Tommaso II di Savoia|Tommaso II]] , seu irmão, que recebeu a primeira terra d ' [[Italia|Itália]] de [[Avigliana]] para baixo e assumiu o título de [[Principe di Piemonte#Signori di Piemonte|senhor de Piedmont]] .
 
(. D Antes de Amedeo IV, cuja filha mais velha Beatrice [[1259]] ) tinha casado em [[1247]] [[Manfredi di Sicilia|Manfred de Hohenstaufen]] , em seguida, [[Re di Sicilia|rei da Sicília]] , foi sucedido por [[Bonifacio di Savoia|Boniface]] ( [[1244]] - [[1263]] ), sob a regência de sua mãe Cecilia del Balzoaté [[1259]] ; na sua morte foi sucedido (contra os desejos de seu pai, que tinha estabelecido o sucedeu [[Tommaso II di Savoia|Thomas II]] , filho mais velho de Thomas I) antes de Tio [[Pietro II di Savoia|Pedro II]] disse a Pequena [[Carlo Magno|Charlemagne]] ( [[1203]] - [[1268]] ) e mais tarde[[Filippo I di Savoia|Philip I]] ( [[1207]] - [[1285]] ), irmão do ano anterior.
 
Depois dele veio ao trono em [[1285]] [[Amedeo V di Savoia|Amedeo V]] , o Grande, ( [[1252]] /53 - [[1323]] ), segundo filho de Thomas II, mas a oposição dos parentes contra ele só foram dormente sequência de um acórdão de [[1285]] que levou a uma 'outra divisão dos bens da casa. Por que ele Amedeo V e seus descendentes do sexo masculino estava sendo reconhecido no condado de Sabóia ea superioridade feudal de cada ramo da família; o país de [[Canton Vaud|Vaud]] foi atribuído a seu irmão Amedeo, [[Luigi I di Savoia-Vaud|Ludwig I]] ( [[1250]] - [[1302]] ), que deu origem ao modo de linha [[Savoia-Vaud|-Savoy Vaud]] - morreu em [[1359]], quando [[Caterina di Savoia-Vaud|Catherine]] (d. [[1373]] , filha de) [[Luigi II di Savoia-Vaud|Ludwig II]] (ca . [[1269]] - [[1348]] ), deu dinheiro para os seus cargos na [[Amedeo VI di Savoia|Amedeo VI]] -, e parte do Piemonte (os outros dois terços permaneceu nominalmente para Amedeo V) foi confirmado para o neto de Thomas II, Philip I ( [[1274]] - [[1334]] ), iniciador a linha que foi dito da [[Savoia-Acaia|Savoy-Acaia]] seguir seu casamento ([[1301]] ) com [[Isabella di Villehardouin|Isabel de Villehardouin]] herdeiro do [[Principato d'Acaia|Principado de Achaia]] .
 
Amedeo V foi sucedido por seus dois filhos: antes de [[Edoardo di Savoia|Eduardo, o Liberal]] ( [[1284]] - [[1329]] ) e, em seguida [[Aimone di Savoia (1291-1343)|Aimone do Pacífico]] ( [[1291]] - [[1343]] ), enquanto que uma de suas irmãs, Anna, em [[1326]] ela se casou com a [[Andronico III Paleologo|Andrónico III Paleólogo]] [[Imperatori bizantini|imperador bizantino]] .
 
Após Aimone, cuja segunda filha Bianca em [[1350]] ela se casou com [[Galeazzo II Visconti]] , chegou ao poder em[[1343]] [[Amedeo VI di Savoia|Amedeo VI]] disse que o Conte Verde ( [[1334]] - [[1383]] ), marido de [[Bona di Borbone|Bona de Bourbon]] e político hábil que em[[1359]] conseguiu riannettere terras da Coroa Vaud.
 
== Duques de Savoia ==
{| class="wikitable"
|
|''O mesmo tema em detalhe: '''[[Ducato di Savoia|o Ducado de Sabóia]]''''' .
|}
Os italianos foram em 1494
 
Ele conseguiu direta [[Amadeu VII de Saboia|Amadeu VII]] disse Conte Rosso ( [[1360]] - [[1391]] ), cuja morte trágica provocada lutas violentas entre a mãe ea esposa [[Bona di Berry|Bona de Berry]] ; [[Amedeo VIII di Savoia|Amedeo VIII]] disse o Pacífico ( [[1383]] - [[1451]] ), que finalmente se juntou ao Piedmont para domínios ancestrais após a extinção do ramo da Acaia ( [[1418]] ) e levou o primeiro título do duque de Sabóia ( [[1416]] ), [[Ludovico di Savoia|Ludwig]] ( [[1413]] - [[1465]] ), tenente em nome de seu pai desde [[1434]] e pretendente vão à sucessão de [[Filippo Maria Visconti|Philip Maria Visconti]] , que em[[1428]] tinha casado com sua irmã Maria ( [[1411]] - [[1469]] ); [[Amedeo IX di Savoia|Amedeo IX]] Bendito ( [[1435]] -[[1472]] ), dos quais uma irmã, [[Carlotta di Savoia|Carlotta]] ( [[1445]] - [[1483]] ), casou-se em [[1451]] o [[Delfino (onorificenza)|delfim da França]] , o futuro Rei [[Luís XI de França|Luis XI]] ; e, finalmente, [[Filiberto I di Savoia|Filiberto I]] da Hunter ( [[1465|a 1 465]] - [[1482|1 482]] ) na regência de sua mãe [[Iolanda di Valois|Yolande de Valois]] , irmã de Luís XI; estes era continuamente minada por parentes que assumiu em diversas ocasiões de suas terras.
 
A Filiberto sucedido por seu irmão [[Carlo I di Savoia|Charles I]] do Guerreiro ( [[1468]] - [[1490]] ) que, em [[1485]] , também assumiu o título de [[Re di Cipro|rei de Chipre]] e [[Re di Gerusalemme|rei de Jerusalém]] que lhe foram fornecidas por [[Carlotta di Cipro|Charlotte de Lusignan,]] esposa do irmão de Amadeus IX, Louis de Sabóia.
 
Ele foi sucedido por [[Carlo Giovanni Amedeo di Savoia|Carlo Giovanni Amedeo]] ( [[1489]] - [[1496]] ), que, mesmo filho morto, ele deixou o ducado a seu tio-avô, Conde de [[Bresse]] , [[Filippo II di Savoia|Philip II]] Sem-Terra ( [[1443]] - [[1497]] ), que foi seguido pelas crianças [[Filiberto II di Savoia|Philibert II]] , o Belo ([[1480]] - [[1504]] ), que deixou a administração do estado para o irmão Renato disse que o grande bastardo e [[Carlo II di Savoia|Carlos, o Bom]] ( [[1486]] - [[1553]] ), que perdeu a maior parte de seus bens durante a guerra entre [[Francia|a França]] e [[Spagna|Espanha]] .
 
Um dos irmãos do último, [[Filippo di Savoia-Nemours|Philip]] ( [[1490]] - [[1533]] ), foi atingida por [[Francesco I di Francia|Francisco I de França]] Ducado do [[Nemours]] ([[1528]] ) e começou o ramo da [[Savoia-Nemours|Savoy-Nemours]] , que ficou famoso por Giacomo e Enrico e ela foi extinto em [[1659]]<nowiki/>com o seu sobrinho Henry ( [[1625]] - [[1659]] ).
 
A Charles II foi sucedido por seu filho [[Emanuele Filiberto I di Savoia|Emanuele Filiberto disse Iron Head]] ( [[1528]] - [[1580]] ), marido de [[Margherita di Valois (1523-1574)|Marguerite de Valois]] e restaurador do [[Regno di Sardegna (1720-1861)|Estado Savoy]] . Após a sua morte era o ducado de [[1580]] , seu filho [[Carlo Emanuele I di Savoia|Carlo Emanuele I]] ([[1562]] - [[1630]] ) a partir do qual eles nasceram, entre outros, Filippo Emanuele ( [[1586]] - [[1605]] ), morreu prematuramente; [[Vittorio Amedeo I di Savoia|Vittorio Amedeo I]] ( [[1587]] - [[1637]] ), o seu sucessor a partir de [[1630]] ; Filiberto (1588-1624), general valente no serviço da Espanha, que em 1614 frustrou a tentativa de desembarque na Sicília dos turcos;[[Maurizio di Savoia|Maurizio]] , [[Cardinale|Cardeal]] ; e [[Tommaso Francesco di Savoia|Thomas Francis]] , fundador das linhas da [[Savoia-Carignano|Casa de Sabóia-Carignan]] e [[Savoia-Soissons|Savoy-Soissons]] .
 
Com a morte de Vittorio Amedeo I, que o deixou Estado praticamente [[Vassallo|vassalo]] de [[Luigi XIII di Francia|Luís XIII]] , realizada a viúva do regência [[Cristina di Borbone-Francia|Cristina de Bourbon-France]] disse verdadeira Madama, que teve que lutar ferozmente com Maurice e Thomas Francis para preservar a Coroa a seus filhos [[Francesco Giacinto di Savoia|Francesco Giacinto]] ( [[1632]] - [[1638]] ) e [[Carlo Emanuele II di Savoia|Carlo Emanuele II]] ([[1634]] - [[1675]] ).
 
Duke [[Vittorio Amedeo II di Savoia|Vittorio Amedeo II]] , juntamente com a duquesa de Sabóia[[Anna Maria di Borbone-Orléans|Anna Maria de Orléans]] vela de[[Nizza|agradável]] para [[Palermo]] 3 de Outubro de [[1713]] para ser coroado rei da Sicília.
 
== Rei da Sicília ==
{| class="wikitable"
|
|''O mesmo tema em detalhe: '''[[Storia della Sicilia piemontese|História da Piedmont Sicília]]''''' .
|}
O Savoy há muito ansiava por título real. Embora o fim do século XV, reivindicou a coroa de [[Regno di Cipro|Chipre]] , [[Regno di Gerusalemme|Jerusalém]] e [[Regno armeno di Cilicia|Armenia]] , tendo herdado formalmente estes domínios da [[Lusignano|Casa de Lusignan]] , a oportunidade real para transformar o ducado na United mostrou apenas com [[Vittorio Amedeo II di Savoia|Victor Amadeus II]] ( [[1666]] - [[1732]] ), filho e sucessor de Carlo Emanuele II, que, através da participação na [[Guerra di successione spagnola|guerra de sucessão espanhola]] reforçou seus domínios.
 
Em [[1713]] como [[Filippo V di Spagna|Filipe V de Espanha]] (Filipe IV da Sicília) deu o [[Regno di Sicilia|reino da Sicília]] para o Duque de Sabóia [[Vittorio Amedeo II di Savoia|Victor Amadeus II]] . Em 27 de julho, Vittorio Amedeo II, prestes a sair para a Sicília, ele indicou seu filho Carlo Emanuele, Príncipe de Piemonte, tenente dos Estados para o continente;mas o menino tinha apenas dezesseis anos e, portanto, foi assistida por um Conselho de Regência. Em 23 de Outubro, o novo rei chegou em [[Palermo]] , e 24 de dezembro, após uma cerimônia na [[Cattedrale di Palermo|Catedral de Palermo]] , Vittorio Amedeo II e sua esposa [[Anna Maria di Borbone-Orléans|Anna Maria de Orléans]] recebeu a coroa de[[Re di Sicilia|rei da Sicília]] . Eles permaneceram na Sicília até de Setembro de 7 [[1714]] e voltou para Turim. De Viena, entretanto, veio a proposta de aderir ao assinado agora [[Guerra della Quadruplice Alleanza|a Quádrupla Aliança]] em troca do título de Rei da Sardenha. Com a Convenção de 29 de Dezembro [[1718]] para que ele trocou Sicília com Sardenha.
 
== Rei da Sardenha ==
Os italianos foram em 1796
 
Não foi até [[1720]] que o herdeiro da Casa de Sabóia poderia tomar posse da ilha e estão coroado [[Regno di Sardegna|rei da Sardenha]] . No entanto, a capital das possessões dinastia permaneceu [[Torino|Turim]] <sup>[[Casa Savoia#cite note-5|[5]]]</sup> e o centro de gravidade do estado em [[Piemonte|Piedmont]] .
 
Vittorio Amedeo também adotada pela Casa de Sabóia lema [[FERT]] . Depois de sua abdicação em [[1730]] , foi sucedido no trono [[Carlo Emanuele III di Savoia|Charles Emmanuel III]] ( [[1701]] - [[1773]] ), que ampliou as fronteiras do estado até o [[Ticino (fiume)|Ticino]] e cujas irmãs [[Maria Adelaide di Savoia|Adelaide]] ( [[1685]] -[[1712]] ) e [[Maria Luisa di Savoia|Maria Luisa Gabriella]] ( [[1688]] - [[1714]] ) respectivamente casado [[Luigi di Borbone-Francia (1682-1712)|Louis, duque de Borgonha]] ( [[1697]] ) e [[Filippo V di Spagna|Philip V]] [[Sovrani di Spagna|Rei de Espanha]] ( [[1701]] ).
 
O novo rei, desde [[1773]] [[Vittorio Amedeo III di Savoia|Victor Amadeus III]] ( [[1726]] - [[1796]] ), que foi derrotado por[[Napoleone Bonaparte|Napoleão]] e teve que submeter-se a humilhante [[Armistizio di Cherasco|armistício de Cherasco]] , em seguida, assumiu uma após as outras crianças [[Carlo Emanuele IV di Savoia|Charles Emmanuel IV]] ( [[1751]] - [[1819]]), privados de todos os bens, exceto para a Sardenha, [[Vittorio Emanuele I di Savoia|Vittorio Emanuele I]] ( [[1759]] - [[1824]] ), que foi forçado a abdicar pelos movimentos revolucionários liberais em [[1821]] , e [[Carlo Felice di Savoia|Carlo Felice]] ( [[1756]] - [[1831]] ), reinando de [[1821]] , último governante do ramo direto.
 
As princesas deste período, no entanto, distinguiram-se por casamentos ilustres. Entre as filhas de Victor Amadeus III, de fato, [[Maria Giuseppina di Savoia|Maria Giuseppina]] ( [[1753]] - [[1810]] ) casou-se ( [[1771]] ), o [[Contea di Provenza|Conde de Provença]] , então [[Sovrani di Francia|rei da França]] sob o nome de [[Luigi XVIII di Francia|Luís XVIII]] , e [[Maria Teresa di Savoia|Maria Teresa]] ( [[1756]] - [[1805]] ) foi a sua esposa ( [[1773]] ) o [[Conti d'Artois|conde de Artois]] e[[Carlo X di Francia|Charles X]] ; enquanto as filhas de Vittorio Emanuele I, [[Maria Beatrice di Savoia (1792-1840)|Maria Beatrice Vittoria]] ( [[1792|o 1792]] - [[1840]] ), [[Maria Anna di Savoia|Maria Anna]] ( [[1803|o 1803o]] - [[1884|1884a]] ) e [[Maria Cristina di Savoia|Maria Cristina]] ( [[1812|em 1812]] - [[1836]] ), respectivamente casado [[Francesco IV di Modena|Francis IV]] [[Ducato di Modena e Reggio|, Duque de Modena]] ([[1812]] ), [[Ferdinando I d'Austria|Ferdinand I]] [[Imperatore d'Austria|, Imperador da Áustria]] ( [[1831]] ) e [[Ferdinando II delle Due Sicilie|Fernando II de Bourbon]] [[Regno delle Due Sicilie|rei das Duas Sicílias]] ( [[1832]] ). A filha mais nova, Maria Teresa, casado Charles II [[Ducato di Lucca|, Duque de Lucca]] e depois [[Duca di Parma|Parma]] .
 
Após a morte de [[Carlo Felice di Savoia|Carlo Felice]] que, como já foi mencionado, ele não deixou descendentes, a sucessão ao trono passou para a linha lateral mais próxima ou seja, que de Carignano representado por [[Carlo Alberto di Savoia|Carlo Alberto]] ( [[1798]] - [[1849]]) que abdicou após a [[Prima guerra d'indipendenza italiana|primeira guerra d 'independência]] contra a " [[Austria|Áustria]] , enquanto sua irmã [[Maria Elisabetta di Savoia-Carignano|Maria Elizabeth]] ([[1800|um mil, oitocentos]] - [[1856]] ) tinha casado em [[1820]] o arquiduque [[Ranieri Giuseppe d'Asburgo-Lorena|Ranieri José de Habsburg-Lorraine]] vice-rei da Lombardo-Vêneto.
 
== A unidade italiana e o Rei da Itália ==
{| class="wikitable"
|
|''O mesmo tema em detalhe: '''[[Reino de Itália (1861–1946)|o Reino da Itália (1861-1946)]]''''' .
|}
Unificação dos estados italianos em 1860
 
A [[Carlo Alberto di Savoia|Carlo Alberto de Sabóia]] seguido em linha directa:
* [[Vittorio Emanuele II di Savoia|Vittorio Emanuele II]] ( [[1820]] - [[1878]] ), casado com a Princesa [[Maria Adelaide d'Asburgo-Lorena|Maria Adelaide de Habsburgo-Lorena]] , único rei da Sardenha até [[1861]] ea partir desse ano também o primeiro [[Re d'Italia|rei da Itália]] unida; que deu origem a: <sup>[[Casa Savoia#cite note-6|[6]]]</sup>
* [[Umberto I di Savoia|Umberto I]] ( [[1844]] - [[1900]] ), cuja irmã [[Maria Clotilde di Savoia|Clotilde]] , Moncalieri condessa casar ( [[1859]] )[[Napoleone Giuseppe Carlo Paolo Bonaparte|Jerome Napoleão Bonaparte]] , e cujo irmão [[Amedeo I di Spagna|Amedeo Ferdinando Maria]] ( [[1845]] -[[1890]] ), tendo como sua esposa [[Maria Vittoria dal Pozzo della Cisterna|Maria Vittoria dal Pozzo]] ( [[1867]] ), deu origem ao ramo do [[Savoia-Aosta|duque de Aosta]] e também foi rei de Espanha (1870-1873), a outra irmã[[Maria Pia di Savoia|Maria Pia]] de Portugal casou com o rei [[Luigi del Portogallo|Luís I]] ; casado Princesa [[Margherita di Savoia|Margherita de Sabóia-Genoa]] ; a partir do qual ele nasceu:
* [[Vittorio Emanuele III di Savoia|Vittorio Emanuele III]] (1869-1947), [[Re d'Italia|rei da Itália]] ( [[1900|1900a]] - [[1946|1946a]] ), [[Negus|imperador da Etiópia]] ( [[1936]] - [[1945]] ) e [[Re d'Albania|Rei da Albânia]] ( [[1939|a 1939a]] - [[1945|1945o]] ), casado com a princesa [[Elena del Montenegro|Elena de Montenegro]] , de onde eles nasceram :
** [[Iolanda Margherita di Savoia|Iolanda]] ( [[1901|o 1901]] - [[1988]] ), casada com o conde [[Giorgio Carlo Calvi di Bergolo|George Charles Calvi de Bergolo]] ,
** [[Mafalda di Savoia|Mafalda]] ( [[1902]] - [[1944|em 1944]] ), casada com o príncipe [[Filippo d'Assia|Filipe de Hesse]] ,
** [[Umberto II di Savoia|Umberto II]] ( [[1904]] - [[1983|de 1983,]] ), tenente do reino a partir de Junho de 5 [[1944]] a 9 de Maio, [[1946]] , o último[[Re d'Italia|rei da Itália]] a partir de 9 maio - 18 junho, [[1946]] , casado com [[Maria José del Belgio|Maria José da Bélgica]] ( [[1906]] - [[2001|de 2001]] )
** [[Giovanna di Savoia (1907-2000)|Giovanna]] ( [[1907|1907a]] - [[2000|2000th]] ), casada com o czar da Bulgária [[Boris III di Bulgaria|Boris III]] ,
** [[Maria Francesca di Savoia|Maria]] ( [[1914]] - [[2001|em 2001]] ), casada com o príncipe Louis de Bourbon-Parma.
 
== Após o nascimento da República Italiana ==
Por Umberto II e Maria José nasceram:
* [[Maria Pia di Savoia (1934)|Maria Pia]] (n. [[1934]] ), casada com [[Alessandro Karađorđević|Alexander Karađorđević]] e mãe de Dimitri e Michael ( [[1958]] ) e Elena e Sergio ( [[1963]] ); com o segundo casamento casou com o príncipe Michael de Bourbon-Parma;
* [[Vittorio Emanuele di Savoia|Vittorio Emanuele]] (n. [[1937]] ), casado com [[Marina Ricolfi Doria|Marina, princesa de Nápoles]] e pai de:
** [[Emanuele Filiberto di Savoia (1972)|Emanuele Filiberto]] (n. [[1972]] ), casado com [[Clotilde Courau]] e pai de Vitória ( [[2003]] ) e Louise ( [[2006]] );
* [[Maria Gabriella di Savoia|Maria Gabriella]] (n. [[1940]] ), casada com o financista Robert de Balkany e mãe de Mary Elizabeth ;
* [[Maria Beatrice di Savoia (1943)|Maria Beatrice]] (b. [[1943]] ), casada com o diplomata mexicano Luis Reyna e mãe de Raphael ( [[1971|de 1971,]] - [[1994|de 1994]] ) e Asaea ( [[1973]] ).
 
== Outros ramos ==
O Savoy Aosta
 
=== Savoy-Carignan - Savoy-Soissons - Savoy-Villafranca ===
Além das linhas já foi mencionado o [[Savoia-Acaia]] , o [[Savoia-Vaud|Savoy-Vaud]] e[[Savoia-Nemours|Savoy-Nemours]] deve mencionar outros ramos importantes da família.Citado por [[Tommaso Francesco di Savoia|Thomas Francis]] ( [[1595]] - [[1656]] ), filho de [[Carlo Emanuele I di Savoia|Charles Emmanuel I]]<nowiki/>e irmão de [[Vittorio Amedeo I di Savoia|Vittorio Amedeo I]] , para baixo o ramo dos princípios da Carignano e o de contas de Soissons. O primeiro originado de [[Emanuele Filiberto di Savoia-Carignano|Emanuele Filiberto]] ( [[1628]] - [[1709]] ) e através de [[Vittorio Amedeo I di Savoia-Carignano|Vittorio Amedeo I]] ( [[1690|em 1690]] - [[1741]]), [[Luigi Vittorio di Savoia-Carignano|Luigi Vittorio]] ( [[1721]] - [[1778]] ), [[Vittorio Amedeo II di Savoia-Carignano|Vittorio Amedeo]] ( [[1743]] - [[1780|em 1780]] ), [[Carlo Emanuele di Savoia-Carignano|Carlo Emanuele]] e [[Carlo Alberto di Savoia|Carlo Alberto]] ( [[1798|em 1798]] - [[1849]] ), ele veio com [[Vittorio Emanuele II di Savoia|Vittorio Emanuele II]] ( [[1820]] - [[1878|em 1878]] ) e seus descendentes para a Coroa da Itália; o segundo, no entanto, foi iniciada por [[Eugenio Maurizio di Savoia-Soissons|Eugene Maurice]] ( [[1634]] -[[1673]] ) irmão de Emanuele Filiberto e que ficou famosa por [[Eugenio di Savoia|Eugene de Savoy]] o ''grande capitão'' , um general famoso para o império, extinguiram-se com [[Eugenio Giovanni Francesco di Savoia-Soissons|Eugenio Giovanni Francesco]] ([[1714]] - [[1734]] ), filho de [[Emanuele Tommaso di Savoia-Soissons|Emmanuel Thomas]] ( [[1687|o 1687]] - [[1729]] ) sobrinho ''ex Patre'' previu [[Eugenio Maurizio di Savoia-Soissons|Eugene Maurice]] ; por[[Eugenio Ilarione di Savoia-Carignano|Eugenio Ilarione]] ( [[1753]] - [[1785]] ), conde de Villafranca, o segundo filho do referido [[Luigi Vittorio di Savoia-Carignano|Luigi Vittorio de Carignano]] , havia também originou um ramo adicional, o de [[Savoia-Villafranca|Savoy-Villafranca]] ao qual pertencia o neto [[Eugenio Emanuele di Savoia-Villafranca|Eugenio]] ( [[1816]] - [[1888]]), que foi comandante geral da Marinha pela guerra da Sardenha e tenente-general do [[Regno di Sardegna|Reino de Sardenha]] , durante os três guerras de independência.
 
=== Savoy-Génova ===
Por [[Ferdinando di Savoia-Genova (1822-1855)|Ferdinando de Sabóia]] , o segundo filho de [[Carlo Alberto di Savoia|Charles Albert]] , pai de [[Margherita di Savoia|Margaret]] ( [[1851]] - [[1926]] ), primeira rainha da Itália, e pai de [[Tommaso di Savoia-Genova|Thomas de Sabóia-Génova]] , segundo duque de Génova ( [[1854]] - [[1931]] ), originou a linha Savoy -Genova, continuou pelos muitos filhos de Thomas [[Ferdinando di Savoia-Genova (1884-1963)|Ferdinand, o terceiro duque de Génova]] ( [[1884|o 1884o]] - [[1963|1963a]] ),[[Filiberto di Savoia-Genova|Filiberto, quarto duque de Génova]] ( [[1895]] - [[1990]] ), [[Maria Bona di Savoia-Genova|Maria Bona]] ( [[1896|o 1896]] - [[1971]] ), [[Adalberto di Savoia-Genova|Adalbert, duque de Bergamo]] ([[1898]] - [[1982]] ), [[Maria Adelaide di Savoia-Genova|Maria Adelaide]] ( [[1904]] - [[1979]] ), [[Eugenio di Savoia-Genova|Eugene, o quinto duque de Génova]] ( [[1906]] - [[1996|de 1996]] ). a morte deste último, porque ele tinha acabado de ter uma filha e uma vez que a Casa de Sabóia nos títulos não são transmitidas através do sexo feminino, o ramo ducal tornou-se extinto.
 
=== Duque de Aosta ===
Por [[Amedeo I di Spagna|Amedeo Ferdinando Maria]] ( [[1845]] - [[1890]] ), Duque de Aosta e [[Sovrani di Spagna|Rei de Espanha]] a partir [[1870]] para [[1873]] , filho de [[Vittorio Emanuele II di Savoia|Vittorio Emanuele II]] , finalmente veio a linha do Duque de Aosta. A partir dele nós nascemos [[Emanuele Filiberto di Savoia-Aosta|Emanuele Filiberto]] ( [[1869]] - [[1931]] ), [[Vittorio Emanuele di Savoia-Aosta]] , Conde de Turim ( [[1870]] - [[1946]] ), comandante geral da arma de cavalaria na guerra [[1915]] - [[1918]] , [[Luigi Amedeo di Savoia-Aosta|Luigi Amedeo, Duque de Abruzzo]] , e [[Umberto di Savoia-Aosta|Umberto, Conde de Salemi]] ([[1889]] - [[1918]] ). Em [[1895]] Emanuele Filiberto casou [[Elena d'Orléans|Helena de Orleans]] , com quem teve [[Amedeo di Savoia-Aosta (1898-1942)|Amedeo]] , Duque de Aosta e [[Viceré d'Etiopia|vice-rei da Etiópia]] desde [[1937]] , e [[Aimone di Savoia-Aosta (1900-1948)|Aimone]] ( [[1900]] - [[1948]] ), primeiro duque de [[Duchi di Spoleto|Spoleto]] e depois ( [[1942]] ) Aosta, nominalmente [[Bani di Croazia|Rei da Croácia]] a partir [[1941]] para [[1943]] , ele casou com a princesa [[Irene di Grecia|Irene da Grécia]] e pai de[[Amedeo di Savoia-Aosta (1943)|Amedeo]] (nascido em [[1943]] , em primeiro lugar casado com Claudia da França e sua segunda esposa Silvia Paternò de Regiovanni Marquis). Amedeo tem um filho, [[Aimone di Savoia-Aosta (1967)|Aimone]] , nascido em [[1967]] , e casado com a Princesa[[Olga di Grecia (1971)|Olga da Grécia]] , que deu [[Umberto di Savoia-Aosta (2009)|Umberto]] nasceu em [[Parigi|Paris]] em 7 de Março [[2009]] , Amedeo nasceu em [[Parigi|Paris]] em 24 de maio [[2011]] , e Isabella, nascida em [[Parigi|Paris]] em 14 de de Dezembro de [[2012]] .
 
=== Ramos menores ===
Também não se deve esquecer citadas pelo menos alguns dos muitos ramos ilegítimos da família. De Lantelmo(Sec. XIV) filho natural de Filipe I de Achaia começou o ramo Collegno, que morreu em [[1598]] ; por [[Renato di Savoia-Villars|Renato]] disse o Grande Bastardo (ca. [[1470]] - [[1525]] ), filho adúltera de [[Filippo II di Savoia|Philip II]] Sem-Terra ( [[1443]] - [[1497]] ), originou-se os ramos de[[Savoia-Villars|contas Villars]] e as contas da tenda, que ficou famosa por Claudio ( [[1507]] - [[1566]] ), o capitão a serviço dos franceses distinguiu-se na batalha de [[Pavia]] ( [[1525]] ), na defesa de [[Provenza|Provence]] ( [[1536]] ) e todos ' [[Assedio di Nizza (1543)|cerco de Nice]] ([[1543]] ). O casamento morganatic entre [[Vittorio Emanuele II di Savoia|Vittorio Emanuele II de Sabóia]] ( [[1820]] - [[1878]] ) e Condessa de Mirafiori,[[Rosa Vercellana]] , finalmente desceu do comitale ramo da Mirafiori e Fontanafredda.
 
== Os Savoia e a República Italiana ==
A relação entre o Estado italiano e os antigos reis da Itália foi sancionada pelo [[Italia, Repubblica - Costituzione#cite ref-107|XIII disposição transitória e final da Constituição]] da República Italiana, aprovado pela ' [[Assemblea Costituente della Repubblica Italiana|Assembleia Constituinte]] em 5 de dezembro [[1947]] , com 214 votos a favor e 145 contra cerca de 359 eleitores. Esta disposição foi redigida:
{| class="wikitable"
|"1. Os membros e os descendentes da Casa de Sabóia não será eleitores e que não pode exercer funções públicas ou escritórios eleitos. 
2. Os ex-reis da Casa de Sabóia, aos seus cônjuges e seus descendentes do sexo masculino deve ser proibido o acesso e permanência no território nacional. 
3. Os ativos existentes no território nacional, dos ex-reis da Casa de Sabóia, de seus cônjuges e dos seus descendentes do sexo masculino devem reverter para o Estado. Transferências e o estabelecimento de direitos reais sobre disse património que ocorreu após 02 de junho de 1946, são nulas. »
|-
|( <small>[[Costituzione della Repubblica Italiana|Constituição da República Italiana]]</small> )
|}
Em [[1987]] o [[Conselho de Estado]] aceitou o pedido de [[Maria José da Bélgica|Maria José]] não voltar para [[Italia|a Itália]] , vendo-o não como "cônjuge", mas "viúva" de um antigo rei, enquanto que em [[2002]] [[Câmara dos Deputados (Itália)|a Câmara dos Deputados]] e [[Senado da República (Itália)|do Senado]] aprovou a [[lei constitucional]] 23 de outubro de 2002 n . 1, esgotando os efeitos jurídicos dos dois primeiros parágrafos deste XIII disposição transitória e final. Em novembro de [[2007]] , os advogados da Casa de Savóia enviado ao Presidente da República [[Giorgio Napolitano]] e o primeiro-ministro [[Romano Prodi]] um pedido de exílio de cerca de 260 milhões de [[euro]] <sup>[[Casa Savoia#cite note-7|[7]]]</sup> . Emanuele Filiberto declarou que a totalidade da soma seria usado para criar uma fundação, uma vez a ajuda dos necessitados. Duque Amadeu de Savóia-Aosta, que não tinha sido afetada do exílio, declarou-se contrário à iniciativa, dissociação. Posteriormente, o ramo mais velho reconheceu a inadequação da iniciativa. É, na verdade foi baseado na [[Convenção Europeia dos Direitos Humanos]] , que proíbe, entre outras coisas, a pena de exílio e que haviam formado a base jurídica para pedidos semelhantes, juiz legítimo; No entanto, no caso da Itália, a norma relevante não seria aplicável porque a República Italiana aderiu à Convenção com a reserva expressa de que não era aplicável sobre a proibição de exílio no caso específico do Savoia <sup>[[Casa Savoia#cite note-8|[8]]]</sup> .
 
== Linha de sucessão ==
 
=== Condes de Savoia ===
; Ramo principal
; [[Branca comitale dei Savoia|Branca comitale]]
* [[1003]] - [[1047]] ou [[1048]] [[Umberto I Biancamano|Humbert I]]
* [[1048]] - [[1051]] ou [[1056]] [[Amedeo I di Savoia|Amadeus I]]
* [[1051]] ou [[1056]] - [[1060]] [[Oddone di Savoia|Oddone]]
* [[1060]] -  [[1078]] [[Pedro I de Saboia|Pedro I]]
* [[1078]] - [[1080]] [[Amadeu II de Saboia|Amadeu II]]
* [[1080]] - [[1103]] [[Humberto II de Saboia|Humberto II]]
* [[1103]] - [[1148]] [[Amadeu III de Saboia|Amadeu III]]
* [[1148]] - [[1189]] [[Humberto III de Saboia|Humberto III]]
* [[1189]] - [[1233]] [[Tommaso I di Savoia|Thomas I]]
* [[1233]] - [[1253]] [[Amadeu V de Saboia|Amedeo IV]]
* [[1253]] - [[1263]] [[Bonifacio di Savoia|Bonifacio]]
* [[1253]] - [[1259]] [[Tommaso II di Savoia|Thomas II]]
* [[1263]] - [[1268]] [[Pedro II de Saboia|Pedro II]]
* [[1268]] - [[1285]] [[Filippo I di Savoia|Philip I]]
; [[Branca ducale dei Savoia|Branca ducal]]
* [[1285|O 1285o]] - [[1323]]  [[Amadeu V de Saboia|Amedeo V]]
* [[1323]] - [[1329]] [[Edoardo di Savoia|Edward]]
* [[1329|Mil 329]] - [[1343]] [[Aimone di Savoia (1291-1343)|Aimone]]
* [[1343]] - [[1383]] [[Amadeu VI de Saboia|Amedeo VI]]
* [[1383]] - [[1391|a 1391]] [[Amedeo VII di Savoia|Amedeo VII]]
* [[1391|391 1]] - [[1416]] [[Amedeo VIII di Savoia|Amadeus VIII]]
 
=== Duques de Savoia ===
* [[1416]] - [[1440]] [[Amedeo VIII di Savoia|Amadeus VIII]]
* [[1440]] - [[1465]] [[Ludovico di Savoia|Ludovico]]
* [[1465]] - [[1472|1.472]] [[Amedeo IX di Savoia|Amedeo IX]]
* [[1472]] - [[1482|a 1482]] [[Filiberto I di Savoia|O Filiberto]]
* [[1482]] - [[1490|1 490]] [[Carlo I di Savoia|Charles I]]
* [[1490]] - [[1496]] [[Carlo Giovanni Amedeo di Savoia|Charles II]]
; [[Savoia-Bresse|Branca Bresse]]
* [[1496]] - [[1497]] [[Filippo II di Savoia|Philip II]]
* [[1497]] - [[1504]] [[Filiberto II di Savoia|Philibert II]]
* [[1504]] - [[1553|1 553]] [[Carlo II di Savoia|Charles III]]
* [[1553]] - [[1580|1 580]] [[Emanuele Filiberto I di Savoia|Emanuele Filiberto]]
* [[1580]] - [[1630]] [[Carlo Emanuele I di Savoia|Charles Emmanuel I]] <sup>[[Casa Savoia#cite note-9|[9]]]</sup>
* [[1630]] - [[1637]] [[Vittorio Amedeo I di Savoia|Victor Amadeus I]]
* [[1637]] - [[1638]] [[Francesco Giacinto di Savoia|Francesco Giacinto]]
* [[1638]] - [[1675]] [[Carlo Emanuele II di Savoia|Carlo Emanuele II]]
* [[1675]] -  [[1713]] [[Vittorio Amedeo II di Savoia|Vittorio Amedeo II]]
 
=== Rei da Sicília ===
* [[1713|Em 1713]] - [[1720]] [[Vittorio Amedeo II di Savoia|Vittorio Amedeo II]]
 
=== Rei da Sardenha ===
* [[1720]] - [[1730]] [[Vittorio Amedeo II di Savoia|Vittorio Amedeo II]]
* [[1730]] - [[1773]] [[Carlo Emanuele III di Savoia|Carlo Emanuele III]]
* [[1773]] - [[1796]] [[Vittorio Amedeo III di Savoia|Victor Amadeus III]]
* [[1796]] - [[1802|1 802]] [[Carlo Emanuele IV di Savoia|Carlo Emanuele IV]]
* [[1802|O 1802]] - [[1821]] [[Vittorio Emanuele I di Savoia|Vittorio Emanuele I]]
* [[1821|O 1821]] - [[1831]] [[Carlo Felice di Savoia|Carlo Felice]] <sup>[[Casa Savoia#cite note-10|[10]]]</sup>
; Filial [[Savoia-Carignano|Casa de Sabóia-Carignan]]
* [[1831]] - [[1849|em 1849]] [[Carlo Alberto di Savoia|Carlo Alberto]]
* [[1849|1849a]] - [[1861|1861a]] [[Vittorio Emanuele II di Savoia|Vittorio Emanuele II]]
 
=== Rei da Itália ===
* [[1861]] - [[1878|o 1878]] [[Vittorio Emanuele II di Savoia|Vittorio Emanuele II]]
* [[1878|Mil centena de seventy-de oito de oito]] - [[1900|dezenove anos centena de]] [[Umberto I di Savoia|Umberto I]]
* [[1900]] - [[1946]] [[Vittorio Emanuele III di Savoia|Vittorio Emanuele III]]
* [[1946]] [[Umberto II di Savoia|Umberto II]] <sup>[[Casa Savoia#cite note-11|[11]]]</sup>
 
== Títulos ==
Os títulos da Casa de Sabóia acumulado ao longo dos séculos e tomado a partir do último chefe da casa dominante, [[Umberto II di Savoia|Umberto II]] <sup>[[Casa Savoia#cite note-12|[12]]]</sup> , são as seguintes: 
 
Sua Majestade ( ''nome'' ), pela graça de Deus ea vontade da nação,
* [[Rei da Itália]] ,
* [[Rei da Sardenha]] ,
* [[Re di Cipro|Rei de Chipre]] , de [[Re di Gerusalemme|Jerusalém]] e [[Sovrani della Cilicia armena|Armenia]] ,
* [[Duchi di Savoia|Duque de Sabóia]] ,
* [[Principe di Carignano|Prince de Carignano]] ,
* [[Principe di Piemonte|Príncipe de Piemonte]] ,
* Prince of [[Oneglia]] ,
* Prince of [[Poirino]] ,
* Prince of [[Trino]] ,
* Príncipe e vigário perpétua do [[Sacro Romano Impero|Sacro Império Romano]] ,
* Prince of [[Carmagnola]] ,
* Prince of [[Montmélian]] com [[Arbin]] e [[Francin]] ,
* Príncipe oficial de justiça do Ducado de [[Aosta]] ,
* Prince of [[Chieri]] ,
* Prince of [[Dronero]] ,
* Prince of [[Crescentino|Creswell]] ,
* Prince of [[Riva presso Chieri|Riva perto de Chieri]] e Banna,
* Príncipe de [[Busca]] ,
* Príncipe Bem, príncipe de [[Bra]] ,
* [[Savoia-Genova|Duque de Génova]] ,
* Duque de [[Monferrato]] ,
* Duque d ' [[Aosta]] ,
* Duque de [[Chiablese|Chablais]] ,
* Duque de [[Canton Ginevra|Genevois]] ,
* Duque de [[Brescia]] ,
* Duque de [[Piacenza]] ,
* Duque de Carignano Ivoy ,
* [[Marca d'Ivrea|Marquês de Ivrea]] ,
* [[Marchesi di Saluzzo|Marquês de Saluzzo]] ,
* Marquês de [[Susa (Italia)|Susa]] , o Marquês [[Ceva]] ,
* Marquês de Maro, Marquês de [[Oristano]] ,
* Marchese di [[Cesana Torinese|Cesana]] ,
* Marquês de [[Savona]] ,
* Marquês de [[Tarantasia|Tarentaise]] ,
* Marquês de [[Borgomanero]] e [[Cureggio]] ,
* Marquês de [[Caselle Torinese|Caselle]] ,
* Marquês de [[Rivoli]] ,
* Marquês de [[Pianezza]] ,
* Marquês de [[Govone]] ,
* Marquês de [[Salussola]] ,
* Marquês de [[Racconigi]] , com Tegerone , [[Migliabruna]] e Motturone ,
* Marquês de [[Cavallermaggiore]] ,
* Marquês de [[Marene]] ,
* Marquês de [[Modane]] e [[Lanslebourg-Mont-Cenis|Lanslebourg]] ,
* Marquês de [[Livorno Ferraris]] ,
* Marquês de [[Santhià|Santhia]] ,
* Marquês de [[Agliè|Aglie]] ,
* Marquês de [[Barge]] ,
* Marquês de [[Centallo]] e [[Demonte]] ,
* Marquês de [[Desana]] ,
* Marquês de [[Ghemme]] ,
* Marquês de [[Vigone]] ,
* Marquês de [[Villafranca d'Asti|Villafranca]] ,
* Contagem de [[Moriana]] ,
* Contagem de [[Ginevra|Genebra]] ,
* Comte de [[Nizza|Nice,]] , Conde de [[Tenda (Francia)|Tenda]] ,
* Contagem de [[Romont (Francia)|Romont]] , [[Conte di Asti|Conde de Asti]] ,
* Contagem de [[Alessandria|Alexandria]] ,
* Contagem de [[Goceano]] ,
* Contagem de [[Novara]] ,
* Contagem de [[Tortona]] ,
* Contagem de [[Bobbio]] ,
* Contagem de [[Soissons]] ,
* Francês Conde Império,
* Contagem de [[Sant'Antioco (Italia)|Sant'Antioco]] ,
* Contagem de [[Pollenzo]] ,
* Contagem de [[Roquebrune-Cap-Martin|Roccabruna]] ,
* Contagem de [[Tricerro]] ,
* Contagem de [[Bairo]] ,
* Contagem de [[Ozegna]] ,
* Contagem de Apertole ,
* [[Barone di Vaud|Barão de Vaud]] e [[Faucigny (Alta Savoia)|Faucigny]] ,
* cavalheiro alto do [[Principato di Monaco|Mónaco]] e [[Mentone|Menton]] ,
* senhor de [[Vercelli]] ,
* senhor de [[Pinerolo]] ,
* senhor da [[Lomellina]] e Vale Sesia ,
* homo nobre patrício Veneto ,
* patrícia de [[Ferrara]]
 
=== Títulos dos reis de Itália ===
O rei da Itália deu os seguintes títulos:
* Rei da Itália,
* [[Re di Sardegna|Rei da Sardenha]] ,
* [[Re di Gerusalemme|Rei de Jerusalém]] , de [[Cipro|Chipre]] e de d ' [[Armenia]] ,
* Duque de Sabóia, d ' [[Aosta]] , de [[Genova|Génova]] , de [[Monferrato]] , de [[Piacenza]] , o [[Chiablese]] , de Genevois eCarignano Ivoy ,
* Príncipe e Perpétuo Vigário do [[Sacro Romano Impero|Santo Império Romano]] ,
* Príncipe de [[Carignano]] , de [[Piemonte]] , de [[Oneglia]] , de [[Poirino]] , para [[Trino]] , de [[Carmagnola|Carmarthen]] , para [[Montmélian|Montmelian]] , de [[Arbin]] , de [[Francin]] , de [[Crescentino|Creswell]] , de [[Dronero]] , em [[Chieri]] , de [[Riva presso Chieri|Riva perto de Chieri]] , Banna, o [[Bene Vagienna|Bem]] , de [[Bra]]<nowiki/>e [[Busca]] ,
* Príncipe [[Balivo|conselheiro municipal]] do Ducado de Aosta,
* Susa Marquês de [[Ivrea]] , de [[Saluzzo]] , de [[Ceva]] , Maro, de [[Cesena]] , de [[Savona]] , na [[Tarantasia|Tarentaise]] , o[[Borgomanero]] , de [[Cureggio]] , a [[Oristano]] , de [[Caselle Torinese|Caselle]] , de [[Rivoli]] , de [[Pianezza]] , de [[Govone]] , de [[Salussola]] , a[[Racconigi]] com Tegerone de [[Migliabruna]] de Motturone de [[Cavallermaggiore]] , para [[Marene]] , de [[Modane]] , oLandesburgo de [[Livorno Ferraris]] , de [[Santhià|Santhia]] , de [[Agliè]] , de [[Centallo]] , para [[Demonte]] , o [[Desana]] , de[[Ghemme]] , de [[Vigone]] e [[Villafranca d'Asti|Villafranca]] ,
* Marquês na Itália,
* [[Conte di Asti|Contagem de Asti]] , o [[Moriana|Maurienne]] , a barcaça , Villafranca, de [[Nizza|agradável]] , de [[Tenda (Francia)|cortina]] , de [[Ginevra|Genebra]] , um [[Bairo]] , o Oregno , de [[Alessandria|Alexandria]] , de [[Novara]] , em [[Romont (Francia)|Romont]] , em [[Tortona]] , de [[Bobbio]] , de [[Soissons]] , de [[Sant'Antioco (Italia)|Sant'Antioco]]<nowiki/>de [[Pollenzo]] , de [[Roccabruna (Italia)|Roccabruna]] , o [[Tricerro]] , Bairo, o Oregno e Apertole ,
* Contagem de [[Goceano]] e ' Apertole ,
* Barão de [[Faucigny (Alta Savoia)|Faucigny]] e [[Canton Vaud|Vaud]] ,
* Senhor do Alto [[Principato di Monaco|Monaco]] , Roquebrune e 11/12 de [[Mentone]] ,
* Lord of [[Vercelli]] , de [[Pinerolo]] ea [[Valsesia]] ,
* Noble Homem e Patrizio di [[Venezia]] ,
* Patrizio di [[Ferrara]] ,
* Comandante da Real Comenda Gerosolimitana de [[Sovrano militare ordine di Malta|SMOM]] de [[Modica]] e [[Randazzo]] . <sup>[[Casa Savoia#cite note-13|[13]]]</sup>
 
== Os líderes da Câmara e governantes de outras nações ==
 
=== Chefes da Casa de Sabóia ===
* [[1946]] - [[1983]] [[Umberto II di Savoia|Umberto II]]
* [[1983]] - [[Vittorio Emanuele di Savoia]] e [[Amedeo di Savoia-Aosta (1943)|Amedeo di Savoia]] ( [[Linea di successione al trono d'Italia|disputa dinástica]] )
 
=== Governantes de outras nações ===
* [[1459]] - [[1460]] [[Luís de Savoia, conde de Genebra|Luís de Savoia]] [[Regno di Cipro|reis de Chipre]]
* [[1871|871 1]] - [[1873]] [[Amedeo I di Spagna|Amedeo I]] [[Sovrani di Spagna|Rei de Espanha]] (filho de [[Vittorio Emanuele II di Savoia|Victor Emmanuel II de Itália]] , fundador do ramo [[Savoia-Aosta|Duque de Aosta]] )
* [[1941]] - [[1943]] [[Aimone di Savoia-Aosta (1900-1948)|Tomislav II]] [[Stato Indipendente di Croazia|Rei da Croácia]] (neto de [[Amadeu I de Espanha]] )
 
== Imperatrizes e rainhas da Casa de Sabóia ==
 
=== Imperatrizes ===
* [[Berta di Savoia|Bertha de Sabóia]] (21 de setembro de 1051 - [[Magonza|Mainz]] , 27 de dezembro de 1087), esposa de [[Enrico IV di Franconia|Henry IV, imperador romano santamente]] , rei da Alemanha, Rei da Itália e Duque de Franconia.
* [[Anna di Savoia|Giovanna de Sabóia]] (1306 - [[Salonicco|Thessaloniki]] , 1359/1360), esposa de [[Andronico III Paleologo|Andronicus III Paleólogo]] , imperador bizantino.
* [[Maria Anna di Savoia|Maria Anna de Sabóia]] ( [[Roma]] , 19 de setembro de 1803 - [[Praga]] , 04 de maio de 1884), esposa de [[Ferdinando I d'Austria|Fernando I de Habsburgo-Lorena]] , Imperador da Áustria, Rei da Hungria e Bohemia.
 
=== Rainhas ===
* [[Adelaide de Savoia (1092-1154)|Adelaide de Sabóia]] (1092 - [[Montmartre]] , 18 de novembro de 1154), esposa de [[Luís VI de França|Luís VI, o Gordo]] , rei da França.
* [[Mafalda de Savoia (1125-1157)|Mafalda di Savoia]] (1125 - [[Coimbra]] , 04 de novembro de 1157), esposa de [[Alfonso I del Portogallo|Alfonso I, o Conquistador]] , rei de Portugal.
* [[Carlotta di Savoia|Savoy Carlotta]] (11 de novembro de 1441 - [[Amboise]] , 01 de dezembro de 1483), esposa de [[Luís XI de França|Luís XI]] , rei da França.
* [[Maria Francesca di Savoia-Nemours|Maria Francesca de Sabóia-Nemours]] ( [[Paris]] , 22 de junho de 1646 - [[Lisboa]] , 27 de dezembro, 1683), esposa de [[Alfonso VI del Portogallo|Alfonso VI de Portugal]] e depois de 1683 [[Pietro II del Portogallo|Pedro II de Portugal]] .
* [[Maria Luisa di Savoia]] ( [[Torino|Turim]] , 17 de setembro de 1688 - [[Madrid]] , 14 de fevereiro 1713), esposa de [[Filippo V di Spagna|Philip V de Bourbon]] , rei da Espanha
* [[Maria Giuseppina di Savoia|Maria Josefa Luisa di Savoia]] ( [[Torino]] 02 de setembro de 1753 - Hartwell 13 de novembro de 1810), esposa de [[Luigi XVIII di Francia|Luís XVIII]] , Rei da França e Navarra (proprietário 1795/1814).
* [[Maria Cristina di Savoia]] ( [[Cagliari]] , 14 de novembro de 1812 - [[Napoli|Nápoles]] , 21 de janeiro, 1836) esposa de[[Ferdinando II delle Due Sicilie|Ferdinand II das Duas Sicílias]]
* [[Maria Pia di Savoia|Maria Pia de Sabóia]] ( [[Torino|Turim,]] 16 de outubro de 1847 - [[Stupinigi]] , 05 de julho de 1911), esposa de [[Luigi del Portogallo|Luís I de Saxe-Coburg-Gotha Bragança]] , Rei de Portugal.
* [[Margherita di Savoia|Margherita di Savoia Genova]] ( [[Torino|Turim,]] 20 de novembro de 1851 - [[Bordighera]] 4 de janeiro de 1926), esposa de[[Umberto I di Savoia|Umberto I de Sabóia]] , rei da Itália.
* [[Giovanna di Savoia (1907-2000)|Giovanna de Sabóia]] ( [[Roma]] 13 de novembro de 1907 - [[Estoril]] 26 de fevereiro de 2000), esposa de [[Boris III di Bulgaria|Boris III de Saxe-Coburgo-Gota]] , czar dos búlgaros.
 
=== Vicerainhas [ mudança | mudança wikitext ] ===
* [[Margherita di Savoia (1589-1655)|Margherita de Sabóia (1589-1655)]] , rainha Portugal 1635-1640
 
=== Regentes [ mudança | mudança wikitext ] ===
* [[Bona di Savoia|Bona de Sabóia]] (1449-1503) foi um regente do [[Ducato di Milano|ducado de Milão]] para seu filho [[Gian Galeazzo Maria Sforza]]1476-1480
* [[Luisa di Savoia|Louise de Sabóia]] (1476-1531) foi um regente do [[Regno di Francia|Reino da França]] para seu filho [[Francesco I di Francia|Francisco I]] em 1515 e novamente em 1525-1526
 
== Encomendas e honras ==
Abaixo ordens dinásticas da cavalaria e honrarias conferidas fundado e pela Casa de Sabóia
; ordens dinásticas
* [[Ordine supremo della Santissima Annunziata|Suprema Ordem da Santíssima Anunciação]]
* [[Ordine dei Santi Maurizio e Lazzaro|Ordem dos Santos Maurício e Lázaro]]
; honras
* [[Ordem Militar de Saboia|Ordem Militar de Savoy]]
* [[Ordine civile di Savoia|Ordem Civil de Sabóia]]
* [[Ordine della Corona d'Italia|Ordem da Coroa da Itália]]
* [[Ordine al merito del lavoro|Ordem do Mérito do Trabalho]]
* [[Ordine coloniale della Stella d'Italia|Ordem Colonial da Estrela de Itália]]
 
== Em honra da Casa ==
 
=== Cidade ===
* [[Sabaudia]] , Lazio comum
* [[Savoia di Lucania]] , a cidade Basilicata
* [[Margherita di Savoia (Italia)|Margherita di Savoia]] , cidade Puglia em honra da [[Margherita di Savoia|primeira rainha da Itália]]
* [[Mafalda (Italia)|Mafalda]] , cidade Molise em honra da princesa [[Mafalda di Savoia]]
* [[Jolanda di Savoia (Italia)|Jolanda di Savoia]] , o município de Ferrara em homenagem a Princesa [[Iolanda Margherita di Savoia|Yolanda Margherita di Savoia]]
 
=== Nomes de lugares ===
* [[Punta Margherita (Grandes Jorasses)|Punta Margherita]] e [[Punta Elena]] , picos de uma cadeia de montanhas de Valle d'Aosta. Em honra, respectivamente, para as rainhas da Itália [[Margherita di Savoia|Margherita]] e [[Elena del Montenegro|Elena]]
* [[Lago Margherita|Margaret Lake]] , lago na Etiópia
 
=== Monumentos ===
* O [[Vittoriano]] , também conhecido como o ' ''altar da pátria'' em Roma em homenagem a [[Vittorio Emanuele II]]
* O [[Galleria Vittorio Emanuele]] , em Milão, em homenagem a [[Vittorio Emanuele II]]
 
=== Gastronomia ===
* [[Pizza Margherita]] , pizza
* [[Savoiardi|Ladyfingers]] , biscoitos Piemonte
* Margherita torta, bolo
* Mafalda pão, pão siciliano
* Margaridas, biscoitos Stresa
 
=== Provérbios ===
* " ''Mesmo Queen Margaret come frango empanado'' " <sup>[[Casa Savoia#cite note-14|[14]]]</sup>
 
==Brasões==
Utilizador anónimo