Diferenças entre edições de "Girondino"

100 bytes adicionados ,  17h41min de 18 de outubro de 2016
sem resumo de edição
Em um clima dominado pela guerra civil, Robespièrre com a ajuda da '''La Montagne''', e apoio dos '''Sans-culottes''' (proletários parisienses) instituiu o regime do '''Terror''', período caracterizado por processos sumários de condenação à morte na guilhotina, envolvendo na maioria das vezes personalidades políticas opostas aos Jacobinos, que culminou na eliminação dos líderes '''girondinos''' em outubro de 1793.
 
Os girondinos eram os deputados de um departamento no interior da França, a Gironda, área próspera da costa atlântica, tendendo a representar os interesses comerciais e a visão de mundo da burguesia ilustrada,guil que oscilava entre a monarquia constitucional e a república. A posição deles a favor da conciliação com a monarquia os levou à perdição quando a França foi invadida e encontraram-se os documentos comprometedores da ação do rei. Os mais representativos deles eram o deputado Brissot e o Ministro Roland, em cuja casa, o salão da mme. Roland, reunia-se à elite dos Girondinos e dos Jacobinos. Os girondinos eram conhecidos como "matadores de pobres", pois executavam assassinatos a vários camponeses e sans-cullote
 
{{Referências}}
Utilizador anónimo