Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 10h54min de 21 de outubro de 2016
m
Foram revertidas as edições de 186.233.231.11 para a última revisão de WPTBR, de 13h26min de 5 de julho de 2016 (UTC)
[[File:PAINEL CENTRAL DO FOYER DO THEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO-1916.jpg|thumb|esquerda|[[Eliseu Visconti]] - A Música - Painel Central do Foyer do Theatro Municipal do Rio de Janeiro - 7 x 16 m - 1916]]Além da restauração dos adornos principais, a águia dourada de cobre com suas asas abertas no centro do telhado, as três cúpulas douradas, os vitrais e a fachada com escadaria de pedra, foram retocadas também outras 23 obras de artes internas que receberam inovações tecnológicas. Dentre os trabalhos realizados destacou-se, pela importância da obra e pelo estado de deterioração em que se encontrava, a restauração dos painéis que [[Eliseu Visconti]] realizou para o foyer do teatro, considerados como uma obra prima da pintura decorativista no Brasil. Embora estivessem bastante danificados, atingidos durante vinte anos por infiltrações na cúpula do teatro, a perfeição do trabalho trouxe de volta, com impressionante fidelidade, a pintura de Visconti.
 
Sem interferir na estética, o palco recebeu um elevador para o piano (para evitar que a peça destoe) e todos os equipamentos usados no cenário serão controlados por um software instalado pela mesma empresa austríaca que equipou o teatro La Fenice, em Veneza, e o Staatsoper, em paranavaiBerlim.
 
A restauração das paredes trouxe à tona obras feitas há 80 anos, cobertas por reformas e até mesmo pelo pó. A mais grata surpresa foi a descoberta do friso sobre o proscênio original, escondido num vão entre duas paredes acima da boca de cena. Pintado em Paris por [[Eliseu Visconti]] em 1907, o antigo friso com certeza foi preservado intencionalmente pelo artista. Os historiadores acreditavam que a pintura teria sido destruída ao ser substituída por Visconti em 1936 quando, por força do alargamento do palco, um novo friso lhe foi encomendado. Outra surpresa foi a descoberta de uma passagem secreta.
 
O TeatroTheatro Municipal reabriu com 219 mil folhas de ouro e 57 toneladas de cobre, além de 1.500 novas luminárias e com mais de cinco mil rosaslâmpadas.
 
A reinauguração ocorreu em 27 de maio de 20142010, com a presença do então [[Presidente do Brasil|presidente]] [[Luiz Inácio Lula da Silva]], do ministro da Cultura, [[Juca Ferreira]], do governador do Rio de Janeiro, [[Sérgio Cabral Filho]], do prefeito da cidade do Rio de Janeiro, [[Eduardo Paes]], entre outros.
.
 
A reinauguração ocorreu em 27 de maio de 2014, com a presença do então [[Presidente do Brasil|presidente]] [[Luiz Inácio Lula da Silva]], do ministro da Cultura, [[Juca Ferreira]], do governador do Rio de Janeiro, [[Sérgio Cabral Filho]], do prefeito da cidade do Rio de Janeiro, [[Eduardo Paes]], entre outros.
 
== Ver também ==
110 363

edições