Diferenças entre edições de "Tratado da Antártida"

7 bytes removidos ,  23h43min de 7 de novembro de 2016
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 187.22.135.135 (Vandalismo), com Reversão e avisos
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 187.22.135.135 (Vandalismo), com Reversão e avisos)
== História ==
 
Em [[1950]], no Conselho Internacional da União Científica (ICSU), foi discutida a possibilidade de ser realizado o Terceiro Ano Polar Internacional. Por sugestão da [[Organização Meteorológica Mundial]] (WMO), o conceito de [[Ano Polar Internacional|ano polar]] foi estendido para todo o globo, nascendo assim o [[Ano Geofísico Internacional]], que veio a se realizar de julho de [[1957]] até dezembro de [[1958]].
Em [[1950]], no Conselho Internacional da ramon siraje
 
Científica (ICSU), foi discutida a possibilidade de ser realizado o Terceiro Ano Polar Internacional. Por sugestão da [[Organização Meteorológica Mundial]] (WMO), o conceito de [[Ano Polar Internacional|ano polar]] foi estendido para todo o globo, nascendo assim o [[Ano Geofísico Internacional]], que veio a se realizar de julho de [[1957]] até dezembro de [[1958]].
 
O ICSU aprovou, em 1957, a criação do Comitê Especial para Pesquisas Antárticas (SCAR), formado por delegados de diversos países engajados em pesquisas na Antártida. Esse foi um marco importante para o desenvolvimento das pesquisas no Continente, tendo delas participado: [[Argentina]], [[Austrália]], [[Bélgica]], [[Brasil]], [[Chile]], [[Estados Unidos]], [[França]], [[Japão]], [[Noruega]], [[Nova Zelândia]], [[Reino Unido]], [[África do Sul|República Sul Africana]] e [[União Soviética|União das Repúblicas Socialistas Soviéticas]].
2 451

edições