Abrir menu principal

Alterações

365 bytes removidos ,  20h46min de 18 de novembro de 2016
Desfeita a edição 47248357 de André Koehne De novo vandalismo, que retirou tudo o que muitos outros escreveramm.
'''Axel Bergstedt''' ([[Bleckede]], [[2 de abril]] de [[1962]]) é um [[maestro]], e [[compositor]] e criminoso [[Alemanha|alemão]] radicado no [[Brasil]], para onde se mudou como fugitivo após o assassinato da esposa no país natal, em 1994. Ganhou notoriedade com nova prisão em 2016 por envolvimento em [[pedofilia]].
 
== Carreira musical, assassinato da esposa e prisõesartística ==
[[Imagem:Hamburger Bachorchester, maestro Axel Bergstedt.jpg|thumb|direita|350px| Maestro Axel Bergstedt rege a Orquestra "Johann Sebastian Bach" de Hamburgo, Alemanha]]O maestro e compositor Axel Bergstedt nasceu na Alemanha, participando na congregação [[evangélica]]-[[luterana]] da [[catedral]] de [[Ratzeburg]], perto do [[mar báltico]]. Lá existe um centro de [[música sacra]] formado pelo excelente maestro [[Neithard Bethke]], que se tornou professor de Axel por vários anos. Mais tarde Axel estudou Música sacra, Música geral e Regência de [[coral]] e [[orquestra]], principalmente em [[Hamburgo]], com Klauspeter Seibel<ref>[http://de.wikipedia.org/wiki/Klauspeter_Seibel Klauspeter Seibel]</ref>, Klaus Vetter e [[Heinz Wunderlich]]. Seu instrumento principal foi o antigo [[Órgão (instrumento musical)|órgão]] das igrejas (órgão de tubos), segundo instrumento [[piano]].
[[Ficheiro:Axel Bergstedt família Alemanha.jpg|miniaturadaimagem|Na Alemanha, Bergstedt posa com os filhos e a esposa, que matou a machadadas.]]
Bergstedt tinha uma bem sucedida carreira musical na Alemanha, havendo feito as composições do musical infantil ''Ronja''; em 1994, após uma discussão, assassinou a esposa com um machado e enterrou seu corpo no jardim da casa em que moravam, em [[Rahlstedt]].<ref name=welt>{{citar web|arquivourl=https://web.archive.org/web/20140521185207/http://www.welt.de/print-welt/article370591/Fluechtiger-Haeftling-nach-einem-Jahr-in-Brasilien-gefasst.html |arquivodata=21/5/2014|url=https://www.welt.de/print-welt/article370591/Fluechtiger-Haeftling-nach-einem-Jahr-in-Brasilien-gefasst.html|título=Flüchtiger Häftling nach einem Jahr in Brasilien gefasst |autor=|data=26/1/2002|publicado=Die Welt |acessodata=17/11/2016}}</ref>
 
Trabalhou vários anos como músico na igreja evangélica luterana de Farmsen (Hamburgo), antes de tornar-se regente da orquestra [[Johann Sebastian Bach]] de Hamburgo e de seu coral e coral infantil. Tornou-se conhecido como compositor pelo grande musical Ronja Räubertochter (Ronja, filha de ladrão) sobre o livro da famosa escritora [[Astrid Lindgren]],([[Suécia]])<ref>[http://coralesperancacariacica.blogspot.com/2008/10/axel-bergstedt-die-wilddruden.html Videos com cenas do musical "Ronja, filha de ladrão"]</ref>.
Para ocultar o corpo da mulher ele a colocou sob as lajes do terreno e comunicou à polícia que ela estava desaparecida; a investigação, contudo, levou à descoberta do cadáver; levado a júri, foi condenado à prisão por oito anos,<ref name=welt/> em 1996.<ref name=hamburger>{{citar web|arquivodata=21/5/2014 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20140521185847/http://www.abendblatt.de/hamburg/article176659/Ausgeliefert-Der-Musiker-der-seine-Frau-verscharrte.html |url=http://www.abendblatt.de/hamburg/article176659/Ausgeliefert-Der-Musiker-der-seine-Frau-verscharrte.html |título=Ausgeliefert: Der Musiker, der seine Frau verscharrte |autor=Kristina Johrde |data=1/3/2003 |publicado=Hamburger Abendblatt |acessodata=18/11/2016}}</ref>
Por trás da figura que era considerada o "homem bom de [[Berna]]" pela comunidade local, descobriu-se um furioso assassino que golpeara a esposa Heike (então com vinte e nove anos de idade) oito vezes com um machado, após tê-la jogado ao chão e sufocado; o casal tinha duas filhas (Juliane e Rebecca, então com oito e três anos, respectivamente).<ref name=mopo>{{citar web|url=http://www.mopo.de/interpol-fasste-moerder---er-hatte-sich-als-pastor-getarnt-endstation-brasilien-19098908|título=Interpol fasste Mörder - er hatte sich als Pastor getarnt : Endstation Brasilien (trad: Interpol prende assassino - ele se disfarçava de pastor - fim da linha no Brasil) |autor=Ingo Roersch |data=26/1/2002|publicado=MOPO |acessodata=18/11/2016}}</ref> Para corroborar a farsa que criou, Axel disse à polícia que a mulher havia fugido com treze mil [[Marco (moeda)|marcos]] da bilheteria da ''Bach-Orchesters'' onde ele atuava — acusando-a de ser ladra, além de uma má mãe — já que as crianças não estavam cientes do crime que cometera pouco antes do natal.<ref name=hamburger/>
 
Participou como músico convidado na [[rádio]] e [[televisão]] e em muitos CDs, tiragem em total de 8 milhões. Além de se destacar na [[música clássica]] e no musical, participou como músico convidado em projetos de [[música popular]] como por exemplo dois CDs do grupo [[roqueiro]] internacional [[Helloween]].
Em 2001, obtendo permissão de saída para visitar os pais, ele fugiu e, não sendo encontrado, foi expedido mandado pela [[Interpol]] que culminou em sua nova prisão em [[Cariacica]] no estado brasileiro do [[Espírito Santo]], onde se achava escondido.<ref name=welt/> Por quase um ano Bergstedt figurara na lista de procurados internacionais, e se disfarçara como pastor luterano, pregando no Brasil;<ref name=mopo/> No país ele se casara novamente e aparentava levar uma vida normal; após ficar detido por mais de um ano, foi finalmente extraditado em 2003.<ref>{{citar web|arquivodata=21/5/2014|arquivourl=https://web.archive.org/web/20140521182245/http://www.welt.de/print-welt/article428780/Brasilien-liefert-Straftaeter-Bergstedt-aus.html|url=https://www.welt.de/print-welt/article428780/Brasilien-liefert-Straftaeter-Bergstedt-aus.html|título=Brasilien liefert Straftäter Bergstedt aus |autor=s/a |data=3/1/2003|publicado=Die Welt |acessodata=18/11/2016}}</ref> Sua localização fora feita por policiais alemães do ''Fahnder des Landeskriminalamts'' (''Escritório de Investigação Criminal'') que após monitorarem-no passando-se por pastor e pregando no Brasil, entregaram-no finalmente às autoridades locais que, após os trâmites legais, deportaram-no num voo da [[Lufthansa]] de volta ao centro de detenção de Holstenglacis (no bairro de [[Neustadt (Hamburgo)|Neustadt]] em [[Hamburgo]]), em 28 de fevereiro daquele ano para cumprir o resto da pena, após ser novamente fotografado e ter tiradas as impressões digitais; os investigadores não conseguiram apurar como ele conseguiu escapar para o Brasil.<ref name=hamburger/>
 
O primeiro contato com o [[Brasil]] aconteceu em 1994, quando a cidade [[Novo Hamburgo]]/RS e a Confederação de Coros Brasileiros convidaram o coral distrital de Hamburgo, Alemanha, sob liderança de Axel, para fazer apresentações no Brasil. Em 2001 casou-se no Brasil e, com sua mulher, atuou em [[Belo Horizonte]], em projetos sociais ligados a várias igrejas e denominações.
== Envolvimento com pedofilia e nova prisão ==
Bergstedt, de volta ao Brasil, passou em 2005 a reger o "Coral Evangélico Luterano Esperança", de [[Campo Grande (bairro de Cariacica)]], numa biografia que omitia sua prisão e deportação apresentou-se em evento político da Assembleia Legislativa capixaba onde era declarado como alguém que atuara "em projetos sociais de Belo Horizonte".<ref>{{citar web|URL=http://www.al.es.gov.br/appdata/anexos_internet/diario_oficial/dpl______19.06.2012.pdf |título=Sessão solene em homenagem ao Dia da Bíblia |autor=Sérgio Sarkis Filho |data=19/6/2012|publicado=Diário Oficial do Poder Legislativo, p. 136|acessodata=18/11/2016}}</ref> Ele dava aulas de música, na igreja luterana, para crianças.<ref name=malta>{{citar web|arquivourl=https://web.archive.org/save/http://www.folhadiaria.com.br/materia/74/2447/cidades/noticias/magno-malta-quer-maestro-pedofilo-na-cadeia#.WC6LnNIrJxA |arquivodata=18/11/2016 |url=http://www.folhadiaria.com.br/materia/74/2447/cidades/noticias/magno-malta-quer-maestro-pedofilo-na-cadeia#.WC6Kk9IrJxA|título=Magno Malta Quer Maestro Pedófilo na Cadeia |autor=Redação |data=14/3/2016 |publicado=Folha Diária |acessodata=18/11/2016}}</ref>
 
A [[Igreja Evangélica Luterana do Brasil]] ([[IELB]]) convidou-o em 2005 para ir a [[Cariacica]], ES, a fim de começar um novo projeto de música.<ref>[http://escolademusica.oyla.de/cgi-bin/hpm_homepage.cgi Axel Bergstedt, maestro e compositor]. Cariacica, ES, Brasil</ref> Além de liderar corais de várias igrejas, entre [[Evangelicalismo|evangélicas]] e [[Catolicismo|católicas]], e dar frequentemente palestras em todo o Brasil trabalha também temporáriamente em escolas de música e faculdades.
Foi preso novamente em [[9 de março]] de [[2016]] em operação contra a [[pedofilia]] da polícia estadual do Espírito Santo, onde morava na época há dois meses com a nova esposa e um filho menor em [[Santa Maria de Jetibá]]; as investigações haviam começado no ano anterior e seguiram os rastros do maestro no estado capixaba, na [[Bahia]] e em [[Minas Gerais]] até localizarem sua casa e a igreja de onde fazia as postagens em três sites e blogues de pedofilia.<ref name=tribuna>{{citar web|arquivodata=12/3/2016 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20160312091958/http://www.tribunaonline.com.br/policia-do-estado-investiga-ligacao-de-maestro-preso-por-pedofilia-com-terrorismo/ |url=http://www.tribunaonline.com.br/policia-do-estado-investiga-ligacao-de-maestro-preso-por-pedofilia-com-terrorismo/|título=Polícia do Estado investiga ligação de maestro preso por pedofilia com terrorismo |autor=s/a|data=11/3/2016|publicado=Tribuna Online|acessodata=18/11/2016}}</ref>
 
Entre os alunos de Axel Bergstedt, destacam-se as três cantoras da banda [[Black Buddafly]], e os maestros Jacob Deiml ([[Alemanha]]) e Kimiko Mizutani, ([[Japão]]).
A prisão foi em flagrante, pela posse de material pornográfico de menores, mas o criminoso foi solto com o pagamento de uma fiança de cinco mil reais; nos computadores apreendidos, além das imagens e outras provas do envolvimento com pedofilia, foram encontradas filmagens de decapitação e indícios de ligação com o [[Estado Islâmico]], ao qual Bergstedt declarou ser "simpatizante".<ref name=tribuna/> Segundo a investigação, o maestro usava a internet da igreja luterana da Grande Vitória para atualizar os sites e blogues que mantinha com conteúdo pedófilo; a igreja, segundo o delegado do caso afirmou, foi quem o convidara para morar no Brasil e que o libertara por conta de falhas da legislação brasileira, nestes casos.<ref>{{citar web|arquivodata=11/3/2016|arquivourl=https://web.archive.org/web/20160311115834/http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2016/03/maestro-fazia-sites-de-pedofilia-em-igreja-da-gv-e-mantinha-material-islamico-diz-policia.html |url=http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2016/03/maestro-fazia-sites-de-pedofilia-em-igreja-da-gv-e-mantinha-material-islamico-diz-policia.html|título=Maestro fazia sites de pedofilia em igreja da GV e mantinha material Islâmico, diz polícia |autor=Redação |data=10/3/2016|publicado=Folha Vitória|acessodata=18/11/2016}}</ref> A liberação foi, contudo, contestada pelo senador [[Magno Malta]], que relatara a CPI da Pedofilia onde a legislação foi modificada, dizendo que o crime é inafiançável e, portanto, o maestro deveria ter permanecido detido.<ref name=malta/>
 
== Obras ==
Egon Kopereck, presidente da [[Igreja Evangélica Luterana do Brasil]] (IELB) onde Bergstedt trabalhava como regente do coral, emitiu nota repudiando os crimes cometidos e confessados pelo maestro.<ref>{{citar web|arquivodata=20/3/2016|arquivourl=https://web.archive.org/web/20160320122640/http://jetibaonline.com/igreja-evangelica-luterana-emite-nota-de-esclarecimento-a-respeito-do-maestro-alemao/ |url=http://jetibaonline.com/igreja-evangelica-luterana-emite-nota-de-esclarecimento-a-respeito-do-maestro-alemao/|título=Igreja Evangélica Luterana emite nota de esclarecimento a respeito do maestro alemão |autor=s/a|data=14/3/2016|publicado=Jetibá Online|acessodata=18/11/2016}}</ref>
[[Ficheiro:Ronja in the wood.JPG|miniaturadaimagem|Cena do musical "Ronja, filha de ladrão"]]
A maior obra de Axel Bergstedt é o [[musical]] "Ronja Räubertochter" ([[Ronja, filha de ladrão]]), que estreou em [[1994]] em [[Szczecin]], [[Polonia]], e [[Hamburgo]], [[Alemanha]] com [[orquestra]], [[Banda musical|banda]] e mais de cem participantes, entre eles 45 crianças e [[Adolescência|adolescentes]] na língua [[Idioma alemão|alemã]].<ref>[https://pl.wikipedia.org/wiki/Ronja,_c%C3%B3rka_zb%C3%B3jnika Ronja, filha de ladrão na Polônia]</ref> Em 2012 foi traduzido para o [[Língua hebraica|hebraico]] e estreou nessa forma em [[Israel]]. Outro musical é "Isabella, princesa de Jerusalem".
 
Além de escrever várias novas composições, ele traduz também obras clássicas da Alemanha e de outros países, principalmente dos grandes compositores luteranos como [[Bach]], [[Händel]] e [[Brahms]]. Seguindo a tradição evangélica de apresentar as músicas no [[vernáculo]], então na língua do respectivo país, para a música possa ser entendida pelo povo, ele trabalha em traduções de obras clássicas como o [[Requiem Alemão]] de [[Johannes Brahms]] e o [[Oratório de Natal (Bach)|Oratório de Natal]] de Johann Sebastian Bach. Este estreiou em [[2009]] por inteiro em [[Brasília]].
 
No Brasil é conhecido principalmente sua composição no estilo antigo sobre o hino "Louva ao Senhor potentíssimo"
<ref>[http://coralesperancacariacica.blogspot.com/ Video Louvai ao Senhor]</ref> e "Até quando"<ref>[http://www.outrosventos.com.br/partitura/529/axel-bergstedt-ate-quando Partitur "Até quando"]</ref>. Também é autor da versão brasileira "Aquecendo Corações" do [[Música gospel|gospel]] americano "Let our hearts burn", música titular do CD Aquecendo Corações<ref>[http://aquecendocor.blogspot.com/ Site Aquecendo corações]</ref>
 
Existem várias outras obras para corais, e também para órgão de tubos, piano e outros instrumentos, além de obras teóricas.<ref>[https://coralluterano.wordpress.com Obras de Axel Bergstedt no site Coral Luterano]</ref>
 
== Compromisso social e político ==
Já na Alemanha Axel Bergstedt foi envolvido em várias ONGs e obras sociais e organizou muitos eventos beneficentes. O lucro do musical "Ronja, filha de ladrão foi destinado para o [[Fundo das Nações Unidas para a Infância]] (UNICEF). Em 2000 fez um ano social no Brasil trabalhando em [[Favela|favelas]] de Belo Horizonte. Desde 2011, quando começaram as perseguições e o [[genocídio]] de cristãos, [[Yazidi|yazidis]], [[alauitas]] e outras minorias no [[Iraque]] e [[Síria]] publicou textos sobre as atrocidades, matanças e os [[Estupro coletivo|estupros em massa]] de meninas e mulheres yazidis e cristãs em [[blogues]]<ref>[http://estadoislam.blogspot.com Blog Estado Islâmico]</ref>, no [[facebook]], [[orkut]] e outros sites, e participou de ONGs<ref>[http://po.hatunefoundation.com/portuguese/information/ Site de uma das ONGs, em português]</ref> para salvar o maior número possível das vítimas e prestar ajuda psicológica e médica às meninas [[Trauma|traumatizadas]].<ref>[http://www.spiegel.de/politik/ausland/islamischer-staat-opfer-baden-wuerttemberg-hilft-jesiden-a-1047752.html Estado Baden-Württemberg salva milhares de yazidis]</ref><ref>[http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/02/1587234-ex-escravas-relatam-rotina-de-horror-que-sofreram-com-faccao-radical.shtml Relato em português sobre o genocídio dos yazidis]</ref> Por causa dessas atividades ele e outros ativistas foram acusados de ser [[nazista]], [[racista]] e [[pedófilo]] por ativistas [[islamistas]],<ref>[https://www.welt.de/politik/deutschland/article152594591/Ich-bin-Migrantin-und-werde-als-Nazi-bezeichnet.html Reportagem do jornal "Die Welt"]</ref> que culminou em uma investigação policial em [[2016]] com grande repercussão nas mídias. A ONG e também o maestro em particular mantêm blogs e sites que associam os [[estupros de guerra|estupros em massa]] diretamente ao [[islamismo]] radical<ref>[http://po.hatunefoundation.com/portuguese/irma-de-ordem-turca-critica-o-isla Irmã de Ordem critica o Islã] entre outros artigos</ref> Por isso foi preso em [[2016]] acusado de [[pedofilia]]. O maestro teria mantido blogs e sites com associação direta entre [[pornografia]] e [[religião]]; ele teria usado inclusive o computador da igreja para atualizar o material. A polícia ainda encontrou material referente ao [[Estado Islâmico]]. Bergstedt pagou R$ 5000,00 de [[fiança]] e responde em liberdade. Ele já havia cumprido pena na Alemanha nos anos 90 pelo assassinato da esposa. <ref>[http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2016/03/maestro-alemao-atualizava-blog-de-pedofilia-dentro-de-igreja-no-es.html]</ref> <ref>[https://www.welt.de/print-welt/article370591/Fluechtiger-Haeftling-nach-einem-Jahr-in-Brasilien-gefasst.html]</ref> <ref>[http://g1.globo.com/espirito-santo/videos/t/todos-os-videos/v/maestro-alemao-atualizava-blog-de-pedofilia-dentro-de-igreja-diz-policia-do-es/4873766/]</ref>
 
Em setembro e outubro 2016, [[Nadia Murad]] e [[Lamiya Aji Bashar]], duas ex-[[Escrava sexual|escravas sexuais]] yazidis, que foram liberadas do poder do Estado Islâmico, foram convidadas para falar diante a [[Assembleia Geral das Nações Unidas|Assembleia Geral]] da [[ONU]] e recebiam o [[prémio Sakharov]].<ref>[http://veja.abril.com.br/mundo/ex-escravas-sexuais-do-ei-ganham-premio-sakharov-2016/ Reportagem da Veja]</ref>
 
{{Referências}}
 
== Ligações externas ==
* [http://viswiki.com/en/Axel_Bergstedt Axel Bergstedt em viswiki]
*[http://g1.globo.com/espirito-santo/videos/t/todos-os-videos/v/maestro-alemao-atualizava-blog-de-pedofilia-dentro-de-igreja-diz-policia-do-es/4873766/ Matéria sobre a prisão do maestro acusado de pedofilia] (G1)
* [http://flashgamesite.com/live2/index.php?search=axel+bergstedt Videos de Axel Bergstedt]
* [http://axelbergstedt.npage.de/ Site de Axel Bergstedt]
* [https://coralluterano.wordpress.com/ Composições]
* Partituras e obras de Axel Bergstedt no site [https://coralluterano.wordpress.com/ Coral Luterano]
* {{Link||2=https://portugues.free-ebooks.net/ebook/Tres-cantatas-de-Johann-Sebastian-Bach-em-comparacao |3=Axel Bergstedt: Três cantatas de Johann Sebastian Bach em comparação (E-book) |4={{ChoralWiki}}}}
 
[[Categoria:PedófilosMaestros do Brasil]]
[[Categoria:Compositores do Brasil]]
[[Categoria:Maestros da Alemanha|Bergstedt, Axel]]
[[Categoria:Compositores da Alemanha|Bergstedt, Axel]]
[[Categoria:Naturais da Baixa Saxônia]]
[[Categoria:Pedófilos]]
[[Categoria:Assassinos]]
33

edições