Diferenças entre edições de "Pulmão"

1 090 bytes removidos ,  01h10min de 19 de novembro de 2016
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 186.248.72.162, com Reversão e avisos)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
 
A base de cada pulmão apóia-se no [[diafragma]], órgão músculo-membranoso que separa o tórax do abdome, presente apenas em mamíferos, promovendo, juntamente com os músculos intercostais, os movimentos respiratórios. Localizado logo acima do estômago, o nervo frênico controla os movimentos do diafragma.
 
==Anatomia==
Os pulmões são compostos de [[brônquios]] que se dividem em [[bronquíolos|bronquíolo]] e [[alvéolo pulmonar|alvéolos pulmonares]]. Os alvéolos totalizam-se em um total de 4 milhões e são estruturas saculares (semelhantes a sacos) que se formam no final de cada bronquíolo e têm em sua volta os chamados [[capilares pulmonares]]. Nos alvéolos se dão as trocas gasosas ou [[hematose pulmonar]] entre o meio ambiente e o corpo, com a entrada de [[oxigênio]] na hemoglobina do [[sangue]] (formando a [[oxiemoglobina]]) e saída do gás carbônico ou [[dióxido de carbono]] (que vem da célula como [[carboemoglobinaxina]] ) com dos capilares para o alvéolo.
 
Nos pulmões os brônquios ramificam-se intensamente, dando origem a tubos cada vez mais finos, os bronquíolos. O conjunto altamente ramificado de bronquíolos é a árvore brônquica ou árvore respiratória.
 
Cada bronquíolo termina em pequenas bolsas formadas por células epiteliais achatadas (tecido epitelial pavimentoso) recobertas por capilares sangüíneos, denominadas alvéolos pulmonares.
 
== Respiração ==
Utilizador anónimo