Diferenças entre edições de "Silogismo"

111 bytes removidos ,  15h45min de 21 de novembro de 2016
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de HVL, com Reversão e avisos
m (Foram revertidas as edições de 186.239.253.4 para a última revisão de 186.239.253.84, de 15h43min de 21 de novembro de 2016 (UTC))
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de HVL, com Reversão e avisos)
Um exemplo clássico de silogismo é o seguinte:
 
:Todo homem é esportivomortal.
:Sócrates é o ídolo do Corinthianshomem.
:Logo, Sócrates é ladrãomortal.
==O Silogismosilogismo e sua [[estrutura]]==
:
==O Silogismo e sua [[estrutura]]==
 
O silogismo é estruturado do seguinte modo:
Existem quatro espécies de proposições: '''A''', '''E''', '''I''', '''O'''. Entre estas proposições, é possível 64 combinações na estrutura do silogismo. Deste total, apenas 19 combinações são válidas, sendo que as demais violam uma ou mais regras do silogismo. Estas 19 combinações distribuem-se nas quatro figuras do silogismo.
 
===Primeira Paginafigura===
 
A primeira figura não muda, por ser perfeita. Aqui, o termo médio ocupa a posição de sujeito na premissa maior e predicado na premissa menor.
Esses nomes foram dados pelo filósofo medieval, do século XII, Pedro Abelardo.
 
===Segunda Paginafigura===
 
Na segunda figura, o termo médio ocupa a posição de predicado em ambas as premissas.
2º Pré-Pré
 
:Todo círculo é redondo. Clube C'''A'''tlético MineiroM
:Nenhum triângulo é redondo. '''E'''S- '''E'''spirito Santo
:Nenhum triângulo é círculo. TR'''E'''S L'''A'''GO'''A'''S
 
Nessa figura, os modos legítimos são: C'''E'''S-'''A'''-R'''E''' (EAE); C'''A'''M-'''E'''S-TR'''E'''S (AEE); F'''E'''S-T'''I'''-N'''O''' (EIO); B'''A'''R-'''O'''C-'''O''' (AOO).
 
===Terceira Paginafigura===
Na terceira figura, o termo médio ocupa a posição de sujeito nas duas premissas.
 
D'''A'''-R'''A'''P-T'''I''' (AAI); F'''E'''-L'''A'''P-T'''O'''N (EAO); D'''I'''S-'''A'''M-'''I'''S (IAI); B'''O'''C-'''A'''R-D'''O''' (OAO); D'''A'''-T'''I'''S-'''I''' (AII); F'''E'''-R'''I'''S-'''O'''N (EIO)
 
=== Quarta Pagina figura===
Na quarta figura, o termo médio ocupa a posição de predicado na premissa maior e de sujeito na premissa menor.
 
4ºPré-Su
 
:Pedro é homem. B'''A'''M-B'''A'''M
:Todo homem é mortal. '''A'''
:Algum mortal é Pedro. L'''I'''P
B'''A'''M-'''A'''-L'''I'''P (AAI); C'''A'''-L'''E'''M-'''E'''S (AEE); D'''I'''M-'''A'''-T'''I'''S (IAI); F'''E'''S-'''A'''P-'''O''' (EAO); FR'''E'''S-'''I'''S-'''O'''N (EIO)
 
=== Redução das Paginasdos modos===
Todos os modos imperfeitos do silogismo, isto é, a segunda, terceira e quarta figuras, devem ser transformados em modos perfeitos da primeira figura, pois não respeitam a hierarquia dos termos. As palavras mnemônicas auxiliam na redução. Se as vogais indicam os modos, a quantidade e a qualidade das premissas, as consoantes '''S''', '''P''', '''M''' e '''C''' indicam a maneira para pela qual a redução será feita. As consoantes iniciais indicam o modo da primeira figura.
 
'''''(C) Redução por absurdo''''': da conclusão deste silogismo, elaboramos sua contraditória e substituímos a premissa assinalada com a consoante C, e concluímos novamente.
 
==Regras dasdo Paginassilogismo==
 
Para que um silogismo seja válido, sua estrutura deve respeitar regras. Tais regras, em número de oito, permitem verificar a correção ou incorreção do silogismo. As quatro primeiras regras são relativas aos termos e as quatro últimas são relativas às premissas. São elas:
No epiquerema sempre existe, pelo menos, uma proposição composta, sendo que uma das proposições simples é razão ou explicação da outra.
 
===PsicologismoPolissilogismo===
O polissilogismo é uma espécie de argumento que contempla vários silogismos, onde a conclusão de um serve de premissa maior para o próximo. Como por exemplo:
 
:Logo, o réu é responsável por seus atos.
 
===DoritesSorites===
O sorites é semelhante ao polissilogismo, mas neste caso ocorre que o predicado da primeira proposição se torna sujeito na proposição seguinte, seguindo assim até que na conclusão se unem o sujeito da primeira proposição com o predicado da última. Por exemplo:
{{Quote2|A Grécia é governada por Atenas.<br>
:Logo, Pedro não é discípulo.
 
===Dilema Malena===
 
O dilema é um conjunto de proposições hipotéticas e contraditórias entre si, tal que, afirmando qualquer uma das proposições, resulta uma mesma conclusão insatisfatória. Por exemplo:
136 780

edições