Diferenças entre edições de "Adenoma pleomórfico"

5 bytes removidos ,  20h19min de 27 de novembro de 2016
 
== Histologia ==
[[Ficheiro:Pleomorphic adenoma (1) parotid gland.jpg|miniaturadaimagem|O adenoma pleomórfico é composto por [[epitélio]] misto (à esquerda) e componentes de células mesenquimais (direita).]]
O adenoma pleomórfico é um tumor tipicamente encapsulado e bem circunscrito. Entretanto, a cápsula pode ser incompleta ou exibir infiltração por células tumorais. Essa falta de encapsulação completa é mais comum nos tumores de glândula salivar menor, especialmente ao longo da porção superficial dos tumores do palato, abaixo da superfície epitelial. O tumor é composto de uma mistura de epitélio glandular e células mioepiteliais permeados por um fundo semelhante ao mesênquima. A proporção dos elementos epiteliais e do componente semelhante ao mesênquima é altamente variável dentre os diferentes tumores. Alguns tumores consistem quase inteiramente de um fundo “estromal.” Outros são altamente celulares com poucas alterações ao fundo.
O tumor é composto de uma mistura de epitélio glandular e células mioepiteliais permeados por um fundo semelhante ao mesênquima. A proporção dos elementos epiteliais e do componente semelhante ao mesênquima é altamente variável dentre os diferentes tumores. Alguns tumores consistem quase inteiramente de um fundo “estromal.” Outros são altamente celulares com poucas alterações ao fundo.
 
Geralmente o [[epitélio]] forma ductos e estruturas císticas, ou pode ocorrer na forma de ilhas ou cordões celulares. As células escamosas produtoras de ceratina ou células produtoras de muco também podem ser vistas. As células mioepiteliais geralmente compõem uma grande porcentagem das células tumorais e exibem uma morfologia variável, podendo apresentar-se como células anguladas ou fusiformes. Algumas células mioepiteliais são arredondadas e possuem núcleo excêntrico e citoplasma eosinofílico hialinizado, lembrando plasmócitos (Fig. 11-39). Estas células mioepiteliais plasmocitoides características são mais proeminentes nos tumores oriundos de glândulas salivares menores.
 
Acredita-se que as alterações características observadas no parênquima sejam produzidas pelas células mioepiteliais. Um extenso acúmulo de material mucoide pode ocorrer por entre as células tumorais, resultando em um aspecto mixomatoso. Nestas áreas, a degeneração vacuolar das células pode produzir uma aparência condróide. Em muitos tumores, o parênquima exibe áreas de alteração eosinofílica e hialinizada. Algumas vezes, podem ser vistos tecido gorduroso ou osteóide.
5 959

edições