Diferenças entre edições de "Vasco Graça Moura"

91 bytes adicionados ,  21h58min de 1 de dezembro de 2016
→‎Biografia: Explicação da questão ideológico-partidária levantada por um parêntesis do artigo.
(→‎Biografia: Explicação da questão ideológico-partidária levantada por um parêntesis do artigo.)
Foi [[advogado]] entre [[1966]] e [[1983]].
 
Após o [[25 de Abril de 1974]], aderiu ao [[PPD-PSD|Partido Social Democrata]], tendo sido chamado a exercer os cargos de Secretário de Estado da Segurança Social ([[IV Governo Provisório]], do [[Político independente|independente]] pró-[[Partido Comunista Português|Comunista]] [[Vasco Gonçalves]];, porém com participação de elementos ligados ao [[Grupo dos Nove]]) e dos Retornados ([[VI Governo Provisório]], [[José Pinheiro de Azevedo]]).
 
Na década de [[década de 1980|80]] enveredou definitivamente pela carreira literária, que o havia de confirmar como um nome central da literatura portuguesa da segunda metade [[século XX]] e um dos maiores defensores da [[Língua portuguesa|língua portuguesa]]<ref>[http://www.ionline.pt/317785#close i: Vasco Graça Moura. Portugal perdeu grande poeta e defensor da língua, diz Maria Teresa Horta]</ref>
Utilizador anónimo